Início parte 3

Autor

Olá, Gente ! Espero que estejam gostando, tudo aconteceu de verdade.
Continuando..
Depois da brincadeirinha com meu tio, meu cuzinho fico ardendo um pouco, apesar de não penetrar ele tentou forçar a cabeça mais não conseguiu colocar.
Logo pela manhã me levanto e já vou fazer minha higiene matinal e continuo pelo corredor saindo da sala para o banheiro encontro meu vô do um beijo nele, sinto sua barba áspera que me faz rir .. ele me pergunta pq estava andando meio estranho .. eu menti .. não lembro ao certo oq disse na época, mas sabia que não poderia contar a brincadeira que meu tio fez comigo. Continuo ao longo do corredor e meu tio Lucas sai do banheiro, quando ele me viu já me deu um sorriso, o que é estranho, como já disse eles gostavam mais do meu irmão pois ele fazia esportes eu não curtia muito, ele veio até mim e disse :
Lucas : Bom dia Fael !
Eu : Bença Tio !
Ele me pega no colo pelo bunda me deixando no alto, sinto um incômodo e ele percebe. Não precisaria mentir para meu tio Lucas pois ele mesmo já queria me comer meu tio Caio que não deixou. Ele me pergunta o que aconteceu e eu invento outra desculpa, ele não engole e me leva para o banheiro e tranca a porta .
Lucas : Vai fala o que houve Rafael
Eu : eu já disse tio. Falo já tremendo , meus tios são todos altos e negros no total meu avô teve 12 filhos, uns do primeiro casamento o que é o caso do meu pai e os outros do segundo. Todos eram negros lindos e tinham uma certa fama em Campinas.
Olho para meu tio e ele não tira a cara de bravo.
Lucas : Se vc não falar eu conto para seu pai !
Eu morria de medo do meu pai, ele é muito alto mesmo é forte !
Eu já começo a fazer cara de choro e comecei a contar tudo para ele.
Lucas : Jonas é fdp ! Eu que queria comer seu cuzinho !
Eu paro o choro e olho para cara dele sem entender se ele iria brigar comigo ou não. Entre tanto ele abaixa a tampa da privada senta em cima me pega e me coloca de bruços nas pernas dele.
Lucas : Deixa Tio ver o que aquele Viado fez no seu rabinho.
Ele abre minha bunda, cospe no meu cuzinho me fazendo rir um pouco, logo após ele ri.
Lucas : Jonas não sabe nem comer um cu direito hahaha.
Ouvimos uma batida na porta, era meu avô nos mandando sair logo do banheiro porque daqui a pouco os outros iriam acorda.
Meu tio veste minha roupa, e sussurra no meu ouvido.
Lucas : Hoje titio vai mostrar como come um cuzinho igual o seu !
Dizendo isso ele sai e eu faço a higiene estava de pauzinho duro, gostei da ideia de ter alguém me querendo.
O dia correu normal, de tarde só estava eu e meu avô e avó em casa, peço para andar de bicicleta já que ninguém me levava.
Fui até a rua do lado que era reta e conheci um menino o nome dele é Eduardo ( fictício), achava ele lindo, branco, olhos verdes .. ele é mais velho, na época tinha 13 anos.. fizemos amizade.. estávamos brincando .. Quando meu tio Lucas passa e vê eu brincando com o Dudu ..
Lucas : Rafael ! Quem deixou vc sair ?!
Eu : Eu pede pro vô !
Ele fez uma cara de bravo e falou para eu ir para casa, eu não quis ir estava gostando de brincar com o Eduardo. Meu tio me pega pelo braço e me leva pra casa. No caminho ele começa a dizer.
Lucas : Vc fica aí andando com gente que nem conhece ?! Vai chupar a rola dele tbm ?
Eu fiquei com cara de choro , não queria nada com o Dudu só queria brincar, geralmente fico em casa enquanto meu irmão sai com meus tios. Ele percebeu que eu fiquei triste, e me pede desculpa.
Lucas : Desculpa Rafa ! É que vc é novinho para estar na rua sozinho. Nisso ele faz uma brincadeira e eu esqueço … chegando em casa eu lembro da bicicleta..
Quando vejo o Eduardo vindo montado nela..
Dudu : Rafael se esqueceu sua bicicleta.
Eu : Nossa Dudu ! Eu lembrei agora ! Inda bem que vc trouxe se não meu irmão me mata !
Dudu me olha com um sorriso, lindo , meu tio entra com cara de bunda.
Dudu : seu tio é bravo.
Eu : nem é. Dou uma risada pra disfarçar.
Dudu vai embora me chamando para ir na casa dele jogar vídeo game, eu fiquei feliz, não tinha muitos amigos.
Eu entro e já ouço que é para eu ir para o banho, pois meu avô ia para igreja e eu ia junto.
Vou tomar banho sozinho, fico triste , pois queria ver a rola do Jonas de novo..
Vou para quarto, minha vó arruma uma roupa para eu ir para igreja.. eu não queria ir, mais como era meu avô eu fui…
Ele ia na congregação, homem de um lado mulheres de outro..
Meu avô me deixa no banco da igreja e vai fazer alguma coisa .. eu fiquei lá até eu ver um amigo do vovô, seu João , ele era um coroa bunito até , 1,70 de altura, másculo, cabelos começando a ficar grisalhos. Ele era bonito. Estava de terno.. quando me viu já me conheceu na hora..
João : Rafinha ! Como vc cresceu . Falou isso bagunçando meu cabelo é me pegando para colocar no seu colo. Estávamos no fundo, meu vô volta e senta ao nosso lado..
O culto acaba, já estava querendo dormi, voltando para casa estava todo mundo na cozinha, conversando… Eu vou para quarto sem da muita atenção.. e troco de roupa .. uma camiseta do Batman ( não me julguem, tinha 7 anos) , é uma bermuda bem fina… Meu vô não deixava andarmos de cueca pela casa.. Apesar de só ter minha tia e minha vó de mulher … O Jonas veio dizendo que ia dormi na sala de novo.. quando ele olha pra mim.. Meu tio Lucas olhou e falou que iria dormi com ele .. Meu vô olhou e ele disse que já acordei doido por dormi no chão. Meu avô engoliu ..
Fui me preparar para dormi, e fui direto para quarto o Jonas foi pra sala com meu irmão, meu irmão nunca fazia nada… Isso foi ele que me disse…
Fui para o quarto com o Lucas, o quarto ia ser só nosso , o meu outro tio ia dormi na casa dos fundos, e o quarto agora só tinha duas camas a do Jonas e a do Lucas .. o Jonas ia dormi na sala …
Fomos nos deitar, meu tio apaga a luz e vem para cama, eu estava com um pouco de medo… Ele se aproximou deitou do meu lado.. e me disse .
Lucas :. não fica com medo não minha putinha !
Titio vai cuidar de vc.
Nesse momento ele me beija.. achei nojento no início.. sinto a língua dele dentro da minha boca… Depois de um tempo foi ficando gostoso.
Eu estava quase em cima dele, ele pega minha mão e vai descendo até o pênis dele.. sinto ele duro por cima da cueca, ele então tira a cueca com uma das mãos me tirando de cima dele, logo depois deitou de novo.. e me deu um selinho.
Lucas : Vai minha putinha , chupa o tio !
Eu fui descendo, coloquei a mão no membro dele estava quente .. tinha um cheiro gostoso diferente do Jonas, a cabeça estava exposta, a rola dele era maior que a do Jonas .. ele estava babando , porém eu não sabia oq era..
Eu : tio oq é isso que ta saindo?
Lucas : é babinha Fael, minha rola quer sua boca, chupa vai !
Eu fiquei com um pouco de nojo confesso mas ele foi encaminhando minha cabeça, passei a língua na ponta da cabeça ..
Lucas : Isso Putinha !
Ele geme baixo
Adoro quando ele me chama de putinha…
Quando fui colocar a cabaça na boca o dente pegou…
Lucas : Cuidado Fael, sem dente .. imagina um sorvete …
Eu comecei a só passar a língua, mas ele queria colocar dentro da minha boca ..
Lucas : Fael sorri sem mostrar os dentes para tio vê.
Eu achei engraçado. Mas fiz kk
Lucas : isso.mesmo, é assim que vc vai chupar.
Comecei a ter mais intimidade com a rola, e comecei a chupar melhor, lógico que não cabia tudo na minha boquinha, mas o Lucas gemia muito gostoso..
Lucas : Isso putinha do tio, chupo bem, agora vem aqui vem.. deixa tio vê esse rabinho…
Ele me pôs de bruços, um travesseiro em baixo..
Nesse momento ele levanta.. demora um pouco ele volta, abre minha bunda e cospe.. Isso foi uma dlç ! Ele começa a chupar meu cu, a beijar e morde… Eu gemia, estava sendo gostoso e engraçado..
Lucas : Agora vou trabalhar nesse seu cuzinho..
Ele passou algo gelado que me arrepio, passou o dedo na entrada do meu cuzinho que me fez rir e gemer..
Eu : aí titio
Lucas : gosta né
Ele colocou o dedo de vagar, fui para frente, doeu um pouco.
Lucas :Calma, calma, Fael … Só tô abrindo caminho..
Eu deixei , logo depois ele colocou o segundo doeu um pouco, soltei uns gemidos de dor e prazer.. Até ele colocar o terceiro senti uma dor Horrível.. mais ele me segurou, deixou lá um tempo até ver que estava me acostumando.
Lucas : Agora minha putinha, vou colocar minha rola em vc !
Eu : vai doer tio !
Lucas : Vai não , tio vai com carinho, igual os dedos…
Eu deixei, ele colocou mais daquele negócio gelado, e se colocou atrás de mim. Senti a cabeça pincelar meu buraquinho virgem.. ele foi forçando… Não conseguiu da primeira, nem da segunda.. e foi tentando.. até entrar a cabeça.
Quis gritar ! Ele colocou a mão na minha boca.
Lucas : Calma Fael ! Foi só a pontinha.. relaxa, relaxa.
Eu cheguei a soltar lágrimas pelo olho, ele continuou tampando minha boca..
Foi diminuindo a dor e acho que ele percebeu.. e foi colocando o resto, fiquei mole , tentei me soltar e não consegui , nem gritar consegui. Ele colocou a metade.
Lucas : Calma putinha, foi a metade já.
Ele esperou um momento até a dor passar um pouco e começou o vai e vem..
Lucas : Ah , caralho ! Cuzinho apertado ! Titio vai tirar a mão da sua boca agora, fica quetinho hem !
Ele tirou a mão, e.continou o movimento, só ia até a metade… Está a doendo mas estava prazeroso, ele continuou metendo até me colocar de frango assado.. ele pegou no meu pintinho.. estava tão gostoso, ele me beijava e me chamava de putinha, eu só soltava uma coisa transparente pelo pintinho.
Lucas : putinha chupa meus dedos. Eu chupei.
Até ele anunciar que ia gozar, gozou dentro de mim senti o jato quente, a respiração estava diferente, o corpo estava pesado sobre mim, e ele continuou lá até amolecer dentro de mim, me beijou e falou que fui uma boa putinha.
Pegou um pano para me limpar e veio com a pomada..
Dormi em cima dele.
Gente ! Comenta aí ! Desculpa ficou meio longo..

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,20 de 5 votos)
Loading...