Eu era novinha, todo mundo me comia – 4

Autor

Depois que fiz meu primeiro anal e minha primeira dupla penetração queria mais. Acabei me tornando viciada em sexo, meu avô já não dava conta sempre queria mais. Quando fiz quinze anos fiquei mais solta na roça, sempre ia para as festas me divertir um pouco. Meu avô era sempre assanhado com as novinhas, nao podia ver uma que logo sumia pro mundo. Tinha um amigo do vovô seu Isaias, sempre arrastava asas pra cima de mim, nunca dei bola, mas naquela noite eu estava tão necessitada que dei uma chance.
Ele me puxou pra dançar e falava umas sacanagens no meu ouvido, comecei a ficar com minha xotinha toda molhadinha e logo queria dar pra ele. Fomos pra casa dele sendo que no caminho encontramos um outro amigo deles seu Omar, todos os dois tinha uma faixa de 60 anos. Entramos logo começamos a festa, tirei minha roupa e ficava rebolando pra eles bem safados… um tesão que eu estava logo sedi pra eles e fiquei de quatro, seu Isaias foi logo o primeiro e penetrou bem gostoso, estava bem molhadinha e começamos um vai e vem bem gostoso.
Nossa que delicia aqueles coroas, uma pena que logo gozaram… fui tomar um duxa pra tirar o melado e me despedi deles e ainda ganhei cinquenta reais. Fui embora e no caminho tinha uns tres garotos bebendo, ficaram mexendo comigo e nao dei muita bola ate que um deles veio falar comigo direito. Dizia que eu era linda se eu nao estava afim de fazer uma aventura com eles. Fiquei um pouco receosa com eles, pois nao conhecia eles direito, dava pra ver que logo nao era dali. Conversei um pouco pra saber mais e eles falaram que eram de outra cidade e queriam conhecer a festa dali.
Todos estavam bem arrumados e aparentavam ter entre 25 e 30 e poucos anos, resolvi entrar no carro e seguimos para uma estradinha de terra. Fui no banco de tras e fiquei com um branquinho primeiro que foi comigo , ele parecia ser o mais velho deles e toda hora me beijava era bem safado. Ele logo tirou minha calcinha e ficava enfiando o dedo na minha xotinha já toda molhada. Ele pos o pau pra fora dei uma chupadinha básica e pedi pra ele colocar uma camisinha.
Sentei no colo dele e comecei a cavalgar bem safado, tentava ir mais rápido pra ele gozar logo. Os outros davam tapinha na minha bundinha, rebolava cada vez mais até que ele gozou na camisinha. Ele me deu um beijinho e saiu, trocou de lugar com o motorista e foi do mesmo jeito, sendo que ele demorou mais a gozar.
Por ultimo foi o mais novo, mas tambem tinha uma pica bem maior, quando sentei nossa, que delicia, fui bem devagar aproveitando cada centimetro. Tentei acelerar mais era grande, fui devagar mais o tesao era tanto que gozou logo estragando a brincadeira. Ficamos ali batendo um papo e me deixaram na estrada onde me pegaram.
Fui pra casa exausta de tanta foda e ao mesmo tempo de algumas decepções, quando cheguei fui direto pro meu quarto. Na semana seguinte tive uma bela surpresa, meu tio e meus primos vieram nos visitar…
Depois eu conto como foi.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 2 votos)
Loading...