Eu e meu filho Karl

Autor

Olá, meu nome é Ana, tenho 38 anos e sou separada há 15 anos. Tenho um casal de filhos, o rapaz com 19 anos e a filha com 12 anos. Nesse período de 15 anos tentei ter algum namorado. Mas, infelizmente o Karl nunca aceitou me ver com outro homem. Certa vez, quando já estava com 15 anos ameaçou até partir para cima do cara. Diante desse ciúme doentio dele, sacrifiquei-me e nunca mais tive ninguém.

Sou nova, loira e segundo meus amigos e amigas, muito linda e gostosa. Também acho que sou tudo isto, pois tenho um enorme espelho na minha suíte e todas as noites me olho e chego a ficar excitada com minha beleza. Minha bucetinha é lisinha, fofinha e e parece um triângulo feito a régua. Meus seios são pequenos e firmes. Sou cinturada e tenho uma bundinha redondinha, com duas nádegas roliças que me fazem ganhar muitas olhadas quando estou na piscina. Fico muito lisonjeada com meu corpo, pois já recebi inúmeras cantadas de homens e de mulheres. Nunca saí com homem. Com mulher já tive esse prazer louco e foi muito bom. Tive que partir para esse lado. Se saio com uma amiga, o Karl não liga e não me incomoda.

É incrível o número de mulheres jovens que fazem assim. Até hoje sempre fiz com amigas, fico mais segura. Todas são casadas e a maioria faz com outra mulher para obter satisfação sexual, já que seus maridos não conseguem fazê-las feliz numa cama. Para não deixarem estragar seus casamentos, partiram para essa solução. Já fui seduzida por quatro delas. Essas já me contaram que no nosso grupo de mães, lá no colégio dos filhos, somos 15 que adoram esfregar nossas bucetinhas fogosas, uma na outra.

A história que irei lhes contar começou a uns três anos atrás. O Karl estava com 16 anos. Estudava pela manhã e à tarde ficava sozinho em casa, já que sua irmã estudava à tarde. Fiz assim para que não se cruzassem durante o dia, já que trabalho pela manhã e à tarde.

O Karl praticava ginástica e jogava voley. Tinha um físico de homem. Era forte, musculoso e alto. As gurias babavam quando viam ele passar. Mas um guri com 16 anos é muito tímido e o negócio dele era jogar voley.

Numa certa noite, depois que todos foram para seus quartos, tomei um banho demorado e como sempre faço, fiquei nua pelo quarto. Fui dar uma arrumada em minhas roupas e qual não foi a minha surpresa ao verificar que minhas tanguinhas estavam todas desarrumadas na gaveta a elas destinada. Fiquei intrigada com aquilo. Sempre deixo tudo bem arrumadinho! Naquela noite vi que as mais sensuais estavam desarrumadas.

Logo me veio a ideia de que o Karl ficava sozinho à tarde e possivelmente andava se masturbando, pois nessa idade os hormônios andam a mil e para corroborar com minhas desconfianças, na última vez que recolhi os lenções de sua cama notei que havia uma enorme mancha de porra no lençol debaixo. Chegou a passar para o colchão… No mínimo o meu homenzinho havia gozado numa masturbação ou sonhara com alguém.

Não fora a primeira vez que notara que minhas tanguinhas estavam desarrumadas em meu closet. Fiquei intrigada e ao mesmo tempo curiosa para saber se o sacana estava se masturbando olhando para elas. Isto significava que ele me colocava em seus pensamentos durante suas masturbações… Não sei porque, mas aquilo me deu um calorão no corpo e sem notar vi que minha bucetinha parece que acordou daquele sono de anos.

Fiquei imaginando aquele rapagão forte e musculoso interessado pelo meu corpo…. Aquilo me deixou excitada a ponto de minha bucetinha ficar molhadinha…. Nossa, mas que loucura! Como é que eu cheguei naquele extremo?

Bem, resolvi preparar uma armadilha. Como amanhã eu sairia lá pelas 10 horas. Certamente que ninguém iria mexer nas minhas roupas. Minha filha saia junto comigo, estudava língua inglesa pela manhã, treinava ginástica e o resto do tempo estudava nas salas designadas pela Escola. Almoçava no restaurante da própria escola.

O dia passou rápido e eu louca para chegar em casa e verificar as minhas tanguinhas se estavam desarrumadas.

Após todos jantarem, cada um foi para seu quarto. Qual não foi a minha grande surpresa ao abrir a gaveta das tanguinhas pequeninas e notar que algué havia mexido ali e tirado elas do lugar. Não tive mais dúvidas. Era o Karl que estava pegando-as à tarde, certamente para masturbar-se, fantasiando com o corpo de sua mama gostosa e bonitona.

Confesso que aquilo me deixou louca de tesão em imaginar aquele jovem musculoso de pau duro, masturrbando-se com o pensamento voltado para o meu corpo…. Minha bucetinha adormecida, logo ficou molhadinha e senti meu clitóris ficar duro, louco por uma língua e uma boca que me satisfizesse aquele desejo louco que estava sentindo naquele momento.

Só que o que eu via em meus pensamentos era o jovem de pau duro e olhando para minhas tanguinhas. De repente comecei a imaginar como seria seu pau? Será que era grande? Será que ele sentia mesmo desejo pelo meu corpo? Afinal, ciúme ele sempre teve e nunca deixou que me aproximasse de qualquer homem. Mal ele sabia que não havia homem na vida de sua mãe gostosa, mas havia jovens mulheres, fogosas e com muita vontade de gozarem com suas bucetas loucas por serem acariciadas…

Naquela manhã sai junto com ele e levei-o até o colégio. Pela primeira vez ele que sempre fora um pouco reservado e não muito amável, elogiou-me:

– Nossa mãe, como tu está linda com essa calça justa. Cuidado para que nenhum homem chegue perto. Eu tenho ciúme…
Desceu do carro rindo e me mandou um beijo.

Pensei: – Nossa, o que deu nesse rapaz, será que são minhas tanguinhas que estão mudando seu humor e suas educação? Pela primeira vez senti um olhar de homem e um agrado dele.

Não sei porque, mas aquilo me deixou muito excitada…. Senti que minha bucetinha molhou… Tinha que me lavar quando chegasse ao local de trabalho… Apertei minha bucetinha e me deu uma vontade louca de me masturbar.

Hoje à tarde eu iria pegar esse tarado…

Lá pelas 15:00 h falai que tinha uma consulta e fui direto para casa. Deixei o carro na frente da casa e entrei pel porta dos fundos. Entrei sorrateiramente e silencia total dentro de casa. Tirei os sapatos e sai igual a um gato.

Vi que a porta de seu quarto estava aberta. Quando estava na metade da escada, ouvi barulho vindo de meu quarto…
A porta estava semi-aberta. Cheguei devagarinho e qual não foi a minha surpresa…. O Karl estava nu, deitado em minha cama, com minhas calcinhas embaixo dele e seus movimentos eram de quem estava fudendo…. De repente ele virou-se para colocar mais duas tanguinhas ínfimas embaixo dele. Nesse momento foi que tive a visão mais linda de minha vida…
Seu pau apareceu grande, grosso, duro e cheio de veias… parecia um ferro e pulsante… espalhou as tangas e deitou-se novamente em cima delas e começou a fazer movimentos como se estivesse fudendo. De repente ele começou a falar:

– Ai que coisa gostosa imaginar aquele corpinho lindo aqui embaixo de mim…. Eu iria enfiar todo esses meus 20 cm de pau naquela bucetinha fofinha e fazer ela delirar de prazer…. AIIIIII MÃE, SOU LOUCO POR TI…. SE SOUBESSES QUANTAS VEZES EU JÁ ME MASTURBEI PENSANDO NO TEU CORPO…. IMAGINANDO AQUELA BUCETINHA FOFINHA, SALTADINHA RECEBENDO MEU PAU FÉRREO …. EU SOU TARADO POR TI….. EU TE AMO MINHA GOSTOSA…. TODOS OS DIAS EU ME MASTURBO TE IMAGINANDO NUAZINHA, ME ABRAÇANDO E DEIXANDO EU TE ACARICIAR…. QUE VONTADE LOUCA QUE TENHO DE BEIJAR TUA BUCETINHA…. CHUPAR TEU CLITÓRIS E DEPOIS QUE TU ESTIVESSE EXPLODINDO DE PRAZER EU ENFIARIA MEUS 20 CM DE PAU NAQUELA BUCETA… ELA DEVE SER MUITO APERTADINHA…. TANTOS ANOS SEM FUDER…. DEVE ESTAR VIRGEM…. AI COMO EU SOU LOUCO POR TI…. COMO EU GOSTARIA DE PASSAR UMA TARDE CONTIGO…. SÓ NÓS DOIS FUDENDO COM TODO O NOSSO DESEJO ACUMULADO…. AIIII…. EU VOU GOZAR…

Nesse momento desci rapidamente para que ele não me visse. Fui dar uma volta no shopping e depois iria buscar a Marta no colégio.
Estava excitadíssima… louca… tarada por aquele enorme pau duro que vira há pouco…. Eu acho que não aguentaria se ele chegasse para mim e pedisse para fuder comigo…. Mas logo a razão veio e falou mais alto…

De repente, parou perto de mim um belo rapaz e me falou: – Nossa, como tu és linda!!!
Sorri para ele, agradeci e sai dali, pois do jeito que estava, qualquer cantada eu abriria as pernas para fuder, pois minha bucetinha estava em brasas, molhadinha e louca para receber um carinho de homem.

Quando cheguei em casa ele estava estudando no seu quarto.
Logo veio me receber e me deu um abraço, dizendo que sentira saudades de mim… A Marta olhou para mim e meio rabugenta falou: – UÉ, O QUE DEU NESSE CARA? NUNCA FOI DE FALAR ISTO. VAI VER QUE ESTÁ COM FOME!!!

Pensei comigo, sim, deve estar faminto, mas não por comida e sim por outra coisa que ela nem sabe o que é, mas que eu e ele, sabíamos, muito embora sem que nunca algum de nós tenha falado alguma coisa a respeito. Pelo menos de minha parte, o desejo estava aumentando numa intensidade tão grande que minha bucetinha molhava só em pensar naquele pau enorme, duro por mim…

Como sempre, fomos para nossos quartos cedo, pois nossas atividades nos deixavam extenuados. Sozinha no meu quarto, passei a chave na porta e fiquei nuazinha… Tomei um banho rápido e fui ver minhas tanguinhas…. Nossa, estavam todas desarrumadas… Depois de arrumá-las, deitei-me na cama e comecei a pensar. O Karl sabia que eu notava que ele estava pegando minhas tanguinhas… Impossível não saber…. Todos os dias encontrava-as arrumadinhas e depois as deixava todas amassadas… Naquele dia vi que uma tanguinha preta estava com manchas brancas… devia ser porra daquele pau… no mínimo gozara e escapou alguns resquícios daquele gozo…. O guri era forte mesmo, pois pelo jeito me fudia todas as tardes, através de minhas tanguinhas….

Aiiiii, aquilo acabou me deixando com meu clitóris saltado para fora de meus lábios vaginais… Não aguentei e meus dedos me fizeram ter um gozo de meia hora…. Cai desmaiada de tanto gozo…. De madrugada acordei louca, tarada… Novamente meus dedos entraram em ação e não aguentei… GOZEI NOVAMENTE…. Dessa vez também falei algumas palavras, bem baixinho: – AI KARL…. ESSE TEU PAU ME DEIXOU DOIDA, TARADA… EU ESTOU A CADA DIA MAIS LOUCA POR TI…. EU ACHO QUE NÃO VOU AGUENTAR FICAR SEM ME ENTREGAR PARA TI… JÁ LI SOBRE ESSA TARA DE FILHO E MÃE E ACHEI SUPER GOSTOSO…. EU VOU ACABAR SENDO TUA, LOGO, LOGO…

No final de semana a Marta fora convidada para passar na casa de uma amiguinha. Os pais eram meus amigos e de confiança. Pensei logo; – Nossa, como será esse final de semana??? Só nós dois em casa, com toda essa tara que estamos sentindo um pelo outro…

Quando chegou a noite fiz uma pizza para nós dois e um litro de cerveja… Começamos a tomar bem devagar e aos pouco nossos sentimentos foram se abrindo um para o outro…

– Nossa Karl, olha só como esse tempo passa rápido, no mês que vem irás completar 17 anos e eu já estou com 36 anos.

– AH MÃE, TU ESTÁS ENXUTA, LINDA E POUCAS GURIAS LÁ NO MEU COLÉGIO PODERIAM CONCORRER CONTIGO!!!

– Como concorrer comigo? Para te namorar? Perguntei rindo, para provoca-lo.

– Claro que não! Mas se fosse olhar para elas e para ti, tu dá de dez a zero. Os meus amigos às vezes me sacaneaim e dizem:

– NOSSA KARL, MAS A TUA MÃE É UMA GATINHA MUITO LINDA!

– Ah é? E o que tu achas? Perguntei.

– BEM, EU QUASE BRIGO COM ELES, POIS TEM UNS LÁ QUE JÁ SÃO GRANDÕES E SEI QUE OS OLHARES DELES SÃO DIFERENTES QUANDO TE OLHAM…

– Ué, como são diferentes? Como é olhar diferente? Como é que tu me olhas?

– BEM… DIFERENTE É QUADO O CARA TE OLHA COM MALÍCIA, IMAGINANDO FAZER COISAS DE HOMEM E MULHER…

– E tu me vês como?

– BEM, EU JÁ SOU DO TIME DOS GRANDÕES…. OLHA SÓ QUE MÚSICA GOSTOSA DE DANÇAR… VEM MÃE, NÓS NUNCA DANÇAMOS JUNTOS…

Ele puxou-me e abraçou-me, colando seu corpo de encontro ao meu… Parecíamos dois namorados… Dali há pouco comecei a sentir alguma coisa se mexer no meio de suas pernas…. aquilo foi crescendo… crescendo e de repente ele SE AFSTOU DE MIM… Fiquei louca para colar meu corpo na ponta daquele pau férreo. Tive que me controlar… corremos para o sofá….

– Karl, quero que me respondas uma coisa que atordoa meus pensamentos de uns tempos para cá… Porque tu tens mexido nas minhas tanguinhas?

Nossa, aquela pergunta deixou-o de olho arregalado… Deve ter gelado…. Se estava duro, seu pau encolheu na hora….

– EU NÃO MEXI EM NADA. PASSO AS TARDES ESTUDANDO…. Falou ele sem olhar para mim…

– Ora Karl, eu sei que és tu que mexe nelas… A Marta não fica em casa… Só tu ficas aqui à tarde…. Tu achas elas lindas, sensuais?

– MÃE, QUER QUE TE RESPONDA MESMO? SIM EU ACHO ELAS LINDAS… MAS NÃO PARA EU USÁ-LAS… SOMENTE PARA OLHAR…. VOCÊ TEM UM BOM GOSTO E UM CORPO DE GURIAZINHA…. NÃO IGUAL AS MINHAS AMIGAS… MESMO COLOCANDO AS MAIS BONITAS, TU AINDA DÁ DE DEZ A ZERO NELAS…. POR ISTO QUE TENHO CIÚME DE TI E NÃO GOSTO QUANDO UM OUTRO HOMEM TE OLHA….

– Aiiii Karl, que privilégio ter um filho tão lindo e que ama sua mãe a ponto de não querer que outro homem me olhe…
Fico contente em saber que tens esse sentimento para comigo…. Pois ficas sabendo que também tenho ciúmes de ti
quando vejo uma bonitinha dando em cima de ti… Não gosto de ver tu dando atenção para elas… Tu és meu e não tenho vergonha de te dizer que só te quero para mim…

– AIIII MÃE, A GENTE ESTÁ FALANDO COMO SE FOSSE NAMORADO!!!!!

– Ué, mas não achas bom a gente se amar um ao outro… Não sei se é como namorado, mas é um amor bastante forte que sinto por ti…. Afinal fui que te criei…

– BEM… ATÉ QUE PODEMOS SER, POIS QUANTAS VEZES JÁ OUVIMOS: – OLHA SÓ, PARECEM QUE SÃO DOIS NAMORADOS… TUA IDADE É DE UMA MULHER QUE ESTÁ NO AUGE DA JUVENTUDE E POSSO TE DIZER COM TODO O ORGULHO, TU ÉS MUITO LINDA E ISTO ME DEIXA CONTENTE QUANDO PODEMOS SAIR JUNTOS, SOZINHOS…. FAÇO OS OUTROS BABAREM, PENSANDO QUE SOMOS DOIS NAMORADOS….

– Nossa, estamos falando coisas que só dois namorados que se amam conversam… Vamos tomar um banho bem gostoso e depois vamos para nossas camas descansar…

– QUE PENA…. ESTÁ TÃO BOM PODER FICAR CONVERSANDO CONTIGO… DEPOIS DO BANHO PODEMOS CONTINUAR A CONVERSAR… EU VOU NO TEU QUARTO…. PROMETO QUE NÃO DESARRUMAREI AS TUAS TANGUINHAS….

– Está bem… Nos encontramos às 22:30 h…

Fomos para nossos quartos e logo ouvi o barulho do chuveiro dele… Ele estava nu…. quem sabe não está pensando em mim????

Tomei meu banho gostoso…. Coloquei um perfume e vesti uma camisola quase que transparente, clarinha e com a sua tanguinha preferida, a PRETINHA… Resolvi que será hoje que sairei do jejum de ter um homem me amando…. me fudendo com todo o desejo que ele pode sentir por uma mulher…. Senti que ele está louco por mim… louco como mulher…. esqueceremos que somos mãe e filho…. Tenho certeza que iremos nos amar como homem e mulher, a noite toda….

Quando chegou o horário fui para cima da cama e fiquei deitada…. Quando ele entro no quarto, só com uma bermuda de malha quase justa, sem cueca e sem camisa, minha buceta teve um aperto no meios de minhas pernas….
Seus olhos foram diretos para o meio de minhas pernas… Fixou-se na tanguinha ínfima que mostrava exatamente o tamanho da minha fofinha…. era como se minha buceta tivesse cabelo e aparecesse pretinha…. Por sorte era só o paninho, pois ela era lisinha como se fosse o rosto de uma mulher de tão lisa que era…

– Olha só…. essa tanguinha é a tua preferida…. quase sempre as pretinhas é que estavam desarrumadas…. gostaste???

– NOSSA MÃE…. ASSSIMM EU VOU TER UM ATAQUE…. NÃO SEI SE IREI ME CONTROLAR…

NOTEI QUE SEU PAU JÁ COMEÇARA A CRESCER…

– Vem aqui meu homenzinho lindo…. deita aqui do meu lado…. hoje tu não precisarás ficar amassando minhas tanguinhas…. vem aqui e me amassa… vem meu homenzinho gostoso… eu estou louca por ti e minha fofinha está tarada por esse pau férreo…. desde o dia em que o vi duro e amassando minhas tanguinhas que coloquei na minha cabeça que tu irias matar esse desejo e me amassar e me fazer delirar com tua paixão louca…. Vamos esquecer que somos mã e filho…. o Incesto será feito por nós dois com todo o amor e desejo que estamos sentindo um pelo outro… Vamos…. TIRA ESSA BERMUDA E VEM TIRAR MINHA CAMISOLA E MINHA TANGUINHA…. QUERO TE ABRAÇAR NUA E TE SENTIR NU, COM ESSE ENORME PAU CUTUCANDO MINHA BUCETINHA…. ESTOU LOUQUINHA PARA SER ACARICIADA POR TI…. VEM MEU HOMEM LINDO E GOSTOSO… TIRA LOGO ESSA BERMUDA!!!!

Ele não esperou outras explicações e logo apareceu nu à minha frente com seu pau férreo quase que colado em sua barriga…. Veio para o meu lado e logo me deixou nuazinha na sua frente…. peguei naquele pau e senti um pedaço de ferro nas mãos, tamanha era a dureza daquele enorme pau…. Ele logo me abraçou e colou seu corpo de encontro ao meu…senti a ponta dura de seu pau empurrar minha bucetinha…. sua boca buscou a minha e nos beijamos com uma intensidade muito grande….

– AIIIIIIIIII MEU HOMMMMMEMMMM…. quantas vezes sonhei com este momento…. eu te amo e te desejo com todo o meu amor… estou louca para sentir teus carinhos…. teus beijos pelo meu corpo…. quero que tu me faças delirar de prazer…. faz tanto tempo que não sinto um pau na minha bucetinha…. ela está totalmente virgem…. quero ser tua e deixar que tu me tire a virgindade e depois me faça subir todas as montanhas do mundo….

– AIIIII QUE COISA LOUCA….. QUANTAS VEZES EU ME MASTURBEI PENSANDO E IMAGINANDO COMO ERA TEU CORPO… QUANTAS VEZES GOZEI EM HOMENAGEM A TI…..

Logo ele começou a me beijar loucamente…. sua boca foi descendo, chegando nos biquinhos durinhos de meus seios…. ali já tive um orgasmo louco…. sua boca continuou descendo…. tínhamos pressa e um desejo in controlável…. nossso sangue corria forte….. de repente SENTI AQUELA LÍNGUA QUENTE BEM EM CIMA DE MEU CLITÓRIS AVANTAJADO… FORAM UMA CINCO PASSADASD DE LÍNGUA E LOGO EU JÁ ESTAVA EXPLODINDO NUM GOZO INTERMINÁVEL…. CRUZEI AS PERNAS NELE PARA QUE CONTINUASSE A ME CHUPAR PARA ME DEIXAR BEM LUBRIFICADA, POIS O PRINCIPAL PARA MIM SERIA SENTIR AQUELE ENORME PAU ENTRAR ATÉ O FIM PARA DENTRO DE MINHA BUCETA LOUCA….

Gozei mais uma vez e senti que minha bucetinha estava super lubrificada….. Peguei seu pau e comecei a chupá-lo, fazendo-o gemer de prazer…. Quando senti que ele estava loucão pedi:

– Aiiiiiii meu homem gostoso….. vem aqui agora e enfia todo esse pedaço de ossso lá no fundo de minha buceta….quero sentir ele me dilater…..eu te adoro e te desejo….. VEM…. ME FODE…. ENFIA ESTE PAU GRANDE E GROSSO DENTRO DELA….DILATA MINHA BUCETA…..

Ele se colocou no meio de minhas pernas, pincelou seu pau molhado nela e colocou a cabeçorra nos meus lábios vaginais….

– MINHA GOSTOSA…. TU VEM DE ENCONTRO AO MEU PAU E VAI TE ENFIANDO NA MEDIDA QUE TUA BUCETINHA VAI AGUENTANDO…. VOU FICAR PARADO….

Não aguentei e fui de encontro àquele pau férreo…. entro a glande….senti que ela me dilatou…. ficamos fudendo naquele pedaçoe até me lubrificar mais ainda…. dei mais uma estocada e senti seu pau ir até o meio para dentro de mim…. aiiiiiii que coisa deliciosa poder sentir um pau férreo dentro de minha buceta…. não aguentei e me empurrei para a totalidade daquele pau entrasse até o fim…. a partir dali ele começou a entrar e sair com toda a força e velocidade…. tive uns três orgasmos…. um encima do outro…. nosso… éramos insaciáveis e nossos corpos pingavam suor, apesar de estarmos com o ar ligado….

– AIIIIII KARLLLL…. ME FODEEEE…. VEM FORTE E GOZA JUNTO COMIGO….QUERO SENTIR ESSE CAUDAL DE PORRA INUNDAR MINHA BUCETINHA E DEIXÁ-LA DESMAIADA DE TAN TO GOZO…. ASSSIM MEU HOMEM QUERIDO…. AIIII QUE PAU GOSTOSO….NOSSSA COMO TU SABES FUDER UMA MULHER…..AIIIII QUE BOM SENTIR ESSE OSSO ENTRANDO E SAINDO DE DENTRO DE MINHA BUCETA……AIIIIIII AMORZINHO….ESTOU GOZANDOOOOOOOOOOOOO!!!!- MINHA GOSTOSA…. EU TAMBÉM ESTOU GOZANDOOOOO… AIIIIIIIIII QUE COISA GOSTOSA FUDER ESTA BUCETA APERTADINHA!!!!!

Passamos a noite fudendo…. domimos abraçados e sempre que acordávamos logo ele estava de pau duro e vinha logo se enfiando para dentro de minha bucetinha…. A partir daquele dia, sempre que dava saia mais cedo e vinha para ser fudida por aquele insaciável…. Estava sempre de pau duro…. Existe coisa melhor para uma mulher novinha ter um jovem à sua disposição e sempre de pau duro?????

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,50 de 2 votos)
Loading...