Ele se fantasiou de mulher no carnaval

Autor

Sou Caroline, agora vou conta o que aconteceu no carnaval esse ano. Tinhamos nos mudado há pouco tempo e não conheciamos quase ninguém, o que nos deu chance de participar do Carnaval na região, onde todos falavam bem e saiam satisfeitos. Todos deveriam ir fantasiados e de mascaras, pois alguns não queriam se reconhecidos quando acontecesse a putaria. Também era a oportunidade de fazermos novas amizades. Os homens deveriam ir fantasiados de mulher, e as muheres com fantasias bem masculinas, meu marido adorou a ideia. Ele colocou um fio dental, o qual adora usar quando vamos a alguma festa, uma mini saia, meias, um top que deixava sua barriguinha sem soutian, um salto alto, o qual ele demonstrou saber andar com ele, tem uns peitinhos, coxas grossas e sobretudo sua bunda, que é mais bonita do que muita mulher e para completar peguei uma das minhas perucas e coloquei nele. Parecia uma mulher. . Eu fui com um terninho, um vibro que sobressaia na calça, enfim estavamos parecendo um casal.
A festa estava realmente muito animada todos mascarados, muita bebida e som alto, dançamos muito, acho que nós exageramos na fantasia, pois todos estavam olhando para meu maridinho vestida de mulher. Já na madrugada estávamos dançando e um rapaz me pediu para dançar dom minha dama, sorri para ele que entrou a brincadeira e foi dança com outro homem e eu fiquei sentada olhando os dois dançando em minha frente, o rapaz que tirou meu homem para dançar estava vestido de pirata (achei que todo homem tinha que ir de mulher, mas ele era um dos poucos que não estavam vestidos como mandava a festa) e estava mascarado ele também era muito bonito, era uma dança lenta e pedi para eles dançarem juntinho e rostos colados, eu estava gostando da brincadeira, achei muito sexy aqueles macho se esfregando ali nomeio da balada, percebi que o homem cochichava no ouvido dele e ele sorria, estavam muito juntos nesse momento e o rapaz passeava sua mão pelas costas do meu marido que só ria e aceitava, ele desceu a mão até a bunda dele e deu um apertão, não sei eles mais eu estava ficando excitada com aquele movimento de mãos alisando meu homem que estava gostando da mão na sua bunda. De vez enquanto rele rebolava. A música acabou e eles desgrudaram um do outro, notei e fiquei muito espantada que os dois estavam de pau duro, vi pelo volume das roupas deles. As luzes foram diminuidas, e colocaram algumas músicas bem ao estilo da festa, e meu marido novamente convidado a dançar com o pirata, senti que ele encoxava meu marido que rebolava feito uma pauta no caralho do macho. Seus caralhos estavam duros e eu adorando aquilo, quase gozei de prazer vendo meu marido sendo uma pauta comoa eu.
Ao termino chamei meu marido para irmos embora, e ele logo chamou seu novo amigo para conhecer nosso apartamento, subimos, todos mascarados, fui até a cozinha pegar vinho para nós e cerveja para nosso novo amigo, quando retorno eles estavam se beijando e o pirata passava a mão na bunda do meu marido, que estava adorando e se sentindo uma mulher com aquele macho gostoso. Tirei minha roupa, e mostrei para eles minha rola de boracha com cinta, que meu marido adora e gosta que eu use nele, meu marido largo o pirata veio me beijar e se ajoelhou aos meus pés chupando o pênis de borracha, o mascarado vendo aquilo ajoelhou e veio me chupar também, dois machos chupando meu pênis de borracha, eu vibrava com aquilo, já quase gozando peguei na mão deles e levei eles para a cama. Joguei os dois na cama e caíram se beijando, agora eram duas bichinhas pedi que fizessem um meio nove bem guloso e meu marido avançou na rola do mascarado com voltado, eles se chuparam e eu fiquei assistindo, meu esposo estava por cima e estava com a bunda virada pro meu lado, como era gostoso aquele buraquinho que eu nunca resisti, encostei minha rola e seu cuzinho me engoliu de uma vez, comecei a bombar e ele arregaçou mais ainda seu rabão, sai de cima e pedi para o mascarado come-lo para mim, coloquei uma camisinha no homem, e ele começou a penetrar fortemente meu macho que só gemia pedindo rola, eu estava muito excitada, adorava vê meu marido sendo comido de quatro, deitei do seu lado e comecei a me masturbar como uma louca, quando menos esperava comecei a gozar jatos da minha buceta escorria e me consumia de prazer, nossa como adorava isso, meu marido rebolava no caralho do macho, que falava que puta safada, rebola sua puta, viadinho gostoso, esse cu vale ouro, meu marido rebolava e pedia mais caralho, falava enfia tudo, me come gostoso macho delicioso, quero sentir seu caralho todo dentro do meu cuzinho guloso, pedi para os dois gozarem na minha cara e eles vieram, o desconhecido gozou primeiro derramando um pouco na meu rosto e ejaculando o restante na minha boca, tinha muita porra quase enchi a boca e meu marido estava demorando de gozar então com a boca cheia de gala lhe dei o beijo mais cremoso de sua vida, ele chupara na minha língua como se chupa sorvete, penetrou sua rola na minha buceta e gozou dentro de minha, mas continuo me beijando querendo chupar até a ultima gosta de sue creme favorito, eu sempre soube faze-lo gozar rapidamente, (enquanto isso enfiava um dois dedos no seu cuzinho) beijo com gala sempre foi o ponto fraco dele, uma vez dois amigos nossos gozaram na minha boca de uma vez e nos beijamos por mais de 10 minutos com a gala deles indo da minha boca para a dele, tudo isso enquanto ele me comia e gozava dentro de mim.

Enquanto nos deliciavamos com aquilo, o mascarado foi se lavar e voltando, perguntamos se não queria dormir conosco, ele prontamente adorou, ficou no meio, meu marido com o cu virado para ele que já refeito do gozo enfiou no cuzinho do meu marido que piscava, enquanto eu aproveitei e enfiei meu pênis de borracha no pirata. Dormimos assim, agarrados e ao acordamos ele tinha ido embora sem sabermos quem era, já que estavamos todos ainda de mascara.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...