Amigo de escola

me chamo leonardo o que aconteceu foi quando eu tinha uns 14 anos, tinha uma amigo chamado carlos alexandre nós eramos inseparaveis nós tinhamos tbm um outro amigo chamado marcos uma vez depois da aula agente foi pra casa do carlos alexandre assistir filme porno na tv do quarto da mãe dele que não estava em casa eu sentei em um canto o marcos no outro e o carlos alexandre no meio agente ficava zoando e rindo mais de pau duro um dia o marcos não tinha ido pra escola aí eu falei com o alexandre " vamos la pra sua casa assistir filme porno" na hora ele arregalou os olhos demorou um tempo e disse " mas o marcos não veio hj" aí eu disse " ah qual é o problema"? aí ele topou e fomos ele era mais baixinho do que eu tinha o cabelo liso e era muito bonito rsrsrrrsrs (embora eu não ache homen bonito) eu sempre defendia ele dos outros caras no futebol e nas brigas etc… chegando na casa dele, ele colocou o filme e começamos a ver ninguem falava nada até que deu um tesão danado eu abri o ziper e coloquei o pau pra fora ele acabou fazendo o mesmo reparei que ele olhou pro meu pau e olhei pra ele que se assustou e ficou sem graça mas acabou dizendo meio sem graça " é grande o seu" na hora eu olhei para o dele que tbm estava para fora e vi que tbm era de um tamanho bom acabei que para descontrair fiquei em pé na frente dele e arriei a calça mostrando todo o meu pau bem duro e disse " vc acha esmo ele grande?" ele quase teve um troço kkkkkk engoliu saliva a seco parecia que sua boca estava salivando ele ficou todo sem jeito então eu disse " vamos ver qual é o pau maior" ele topou ficou em pé de frente pra mim tirou a calça ficando só de cueca o que eu tbm acabei fazendo encostamos os nossos paus um ao lado do outro e acabamos gostando da senssação e começamos a esfregar o pau um no outro lembrando que nós eramos virgens kkkkk nessa brincadeira o alexandre acabou enfiando o pau por entre as minhas pernas pq ele era mais baixo que eu e me abraçou ele tremia e me apertava na hora não sei o que me deu que eu o abraçei e ele ficou fazendo movimentos como se estivesse metendo em uma buceta eu fechei as pernas para apertar o pinto dele na hora comecei a fazer cafuné nele e cheirar seu cabelo e deixar ele curtir aquela nova senssação meu pau estava prenssado na barriga dele super duro e o pau dele entrava e saia das minhas coxas por baixo do meu saco até que ele começou a roçar a cabeça do pau no meu c* e começou a curvar o corpo e a estocar em um grau que vinha meio que de baixo para cima logo meu coração disparou e nós não falavamos nada de repente ele levou a mão direita na minha coxa esquerda puxando minha perna o que me fez cooperar para ver onde aquilo iria chegar nessa hora que eu levantei a perna ele se encaixou em baixo de mim e eu não sei o que me deu que acabei tbm curvando um poco meu tronco para traz fazendo com que meu furinho ficasse exatamente na reta do pau dele não deu outra o pau dele vei na direção do meu c* que a essa hora parecia saber o que estava querendo rsrrs mas assim que a cabeça do pau dele estocou eu senti uma dor que dei um pulinho mas sem soltar ele e ele tbm não me soltou mas percebeu que eu senti dorentão ele olhou para mim e estava com os olhos fechados me recuperando da dor então ele voltou a colocar a cabeça no meu peito e a fazer movimentos de baixo para cima só que dessa vez com mais ciudado então eu comecei a fazer carinho na cabeça dele eu sabia o que estava acontecendo mas não conseguia parar aquela situação foi quando elexandre ecertou a cabeça do pau no meu c* mas dessa vez ao ivés de empurrar ele ficou parado meio que esperando a minha reação na hora eu coloquei a mão atrás puchei a pele do pau dele para baixo liberando a cabeça e como quem guia o pau até o lugar que ele quer chegar nessa hora fechei os olhos respirei fundo e deixei meu corpo pesar e o alexandre fez uma leve pressão para cime foi algo tão espontaneo que não houve dor simplesmente ele me abraçou e eu o abracei ele deslisou pra dentro de mim e eu senti ele todo dentro de mimnessa hora ja estava definido o que seria estavamos no quarto da mãe dele com uma cama de casal e um filme de sexo rolando na tv a partir da li holve beijos e metidas fortes ele parecia estar realizando um sonho e eu parecia estar vivendo um sentimento que nunca tive no final ele quiz que eu chupasse no começo disse que não mas ele insistiu com aquela voz manhosa que acabei cedendo e fiz o safado gozar na minha boca o que me fez correr pro banheiro pra cuspir aquela goza quente e grossa daquele safadinho esqueci de contar que o alexandre tem uma irmã que na época era do meu tamanho nem preciso dezer que com o passar do tempo o safadinho pedia pra eu usar as roupas da irmã dele rsrsrsrrs brincamos durante muito tempo assim até que tivemos uma discurssão e paramos de nos falar mas foi legal compartilhar com vcs essa experiencia valeu

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 2 votos)
Loading...