Eu meu amigo e dois irmãos

Autor

Como já contei antes, meu nome é Carlos, bisexual casado, adoro tanto comer um cuzinho como ter um belo caralho dentro do meu. Tinha transado com minha mulher, quando mais uma vez ela acabou comendo meu cuzinho, mas só quem já experimentou um caralho de carne sabe que é muito melhor e dá mais prazer, principalmente quando ele está para gozar fica mais duro e maior. Acordei cedo e minha mulher já tinha saido para levar meus filhos para a Escola e depois ir trabalhar. Entrei no elevador que estava cheio e notei uma mão na minha bunda, meu cu piscava de tesão, vontade de ter aquela mão atrevida passando na minha bunda e me dando prazer. Como disse adoro sexo, chupo e adora sentir um caralho entrando no meu cu. Sai do escritório, já noite e avisei minha mulher que talvez não fosse dormir em casa hoje. Encontrei um amigo, que também gosta da fruta como eu, quando estavamos bebendo, ele encontrou um amigo, atraente, corpo normal, devia ter uns 18 ou 19 anos, eles conversavam e fui até o banheiro, ao retornar ele me perguntou alegre: quer dar hoje? – claro, estou topando topando tudo, mas ele quer meter comigo ou nos dois? – ele quer putaria, está com o irmão dele também que topa a parada, mas eu não curto ele não, e pra te dizer esse rapaz tem um caralho delicio. Beleza deixa comigo, eu fico com o irmão dele. Meu amigo se chama Jorge. Passaram a conversar, notei o sorrizo estampado no rosto dos ja dizia tudo, me aproximei nos apresentamos, o rapaz novo era Carlos , tinha 18 anos e seu irmao Marcelo 20 anos, ambos magros mas tinham seu charme de meninos tarados, combinamos então de irmos para a casa do meu amigo, onde teriamos algumas bebidas para bebermos. Chegamos em casa nada de rodeios, o assunto era putaria, fui na cozinha pegar umas cervejas para eles e vinho para mim, e quando retornei a sala, meu amigo e os irmãos já estavam tirando suas roupas, que delicia, Carlos era mais bonitinho, magro devia ter uns 1,70 de altura moreno claro, cabelo cortadinho da moda e acreditem depiladinho com caralho lindo, enorme mesmo e grossa na base afinando pra cabeça, como diria anatomica, rsrs, adorei e o irmaõ dele era menor que ele e mais encorpado, com um pau menor que o dele mas grossinho e virado a esquerda, Jorge meu amigo passivo e branco e magro, mas com uma bunda lisinha, bonita e um pau de 17 cm. Como eu não podia ficar pra tras, tirei minha roupa tambem e fiquei entre eles apertando os caralhos dos dois alias eu e Jorge rsrs, e chupamos cada um dos irmãos, eu fiquei com o Marcelo afinal esse era o trato. -ê Carlos vamos meter muito hoje, vamos meter comer o cu desses viados até dizer chega…ô Tesao, eu e Jorge rabalhavamos bem, arrancavamos gemidos e urros dos dois que não cansavam de elogiar nossa mamada, Carlos derramou cerveja no pau dele para Jorge limpar, o que ele fez com gosto, equanto Marcelo ja apalpava minha bunda e escorregava o dedo em meu cuzinho, delicia, ele pediu pra parar um minuto, devia ta quase gozando, ai fui dividir o cacetão do Carlos, ficamos eu e e meu amigo lambendo aquele caralho, saco e nos beijando, Carlos pegou nossas cabeças e passou meter o caralho dele entre nosso labios, o tesão na sala so aumentava, Marcelo ja passou pra tras de mim, e pincelava o caralho dele ora na minha bunda ora na do Jorge, que adorava, -Nossa nem sei quem como primeiro, delicia de bundas, – fode qualquer uma Marcelo -depois eu meto tambem porque essa chupada está uma delicia, puta que pariu, viados safados, – sabem chupar melhor do que muitas mulheres, estava doido para agasalhar aquele caralhoa gostoso, não importava quem fosse meter, so larguei aquele pauzao do Carlos e fiquei de quatro pro irmão dele, mete no meu cu porra, e foi o que ele fez eu de quatro e ele metendo, socando a medida que que me acostumava, -Filha da puta, nem esperou ne, quer logo caralho nesse cu g8loso ne? tambem quero. –Carlos foi meter também no Jorge, que demorou a se acostumar com o caralho dele pois era grande e grosso, mas uma vez la dentro foi so alegria, a situação er auma maravilha, eu e Jorge apoiados no sofa com as bunda empinadas enquanto os irmãos metiam sem do, gemiamos muito e rebolavamos nos caralhos isso so atiçava mais, não aguentei e beiji meu amigo de lingua que retribuia, devia ser demais ver isso de fora, rsrsrs, os dois metedores fudiam a gente e falavam putaria,- isso ai Carlos faz a bichinha chorar na sua tora, que ela merece …Carlos respondia – deixa comigo que mostro a eles que que e macho de verdade, ainda mais que com esse pauzinho que voce tem. Kkk. – Pauzinho?? ta achando que e pauzinho viado, disse ferando pra mim. – não e uma delicia, um pau de macho, gostoso, mete fundo porra…Marcelo so deitou no tapete e mandou eu cavalgar, nossa, sentei com vontade muito bom, e rebolava e sentava naquele pau, gemiamos como duas putas, eu e meu amigo, – quando Jorge estava em cima do sofa com uma perna apoiada no chao e outra no braço do sofa so sendo torado, – tiramos a sorte hoje Carlos kkk, – Jorge gemia naquele caralho com gosto, – vamos trocar de cu? Carlos pediu, eu e Jorge trocamos, fiquei surpreso porque ele havia me dito que não achava o Marcelo bonito atraente e tal, mas talvez pelo tesão ele ja chegou cheio de fome pra cima do rapaz, deu um beijo na boca dele que eu ate assutei, afinal eram rapazes machos, duvidava que beijavam, mas beijavam e gostoso, ele ficou de quatro e Carlos meteu –puxa Marcelo você já abriu bem esse cuzinho, mas como elas rebolam não sei qual o melhor, mas estamos comendo dois viados que sabem dar prazer aos machos. – quem manda ter varinha? e era a minha hora empinei a bunda e ele meteu a principio devagar para eu me acostumar, e pronto, mandou caralho no meu cu, que delicia, era um caralho mais grosso mesmo então preenchia bem meu cu e era muito bom, – Jorge gemia no chao sendo fudido de franguinho, e me chamando de puta arrombada tambem, – arromba essa bicha Carlos, ela tava doida por vara, mete o caralho nela, – eu adorava aquilo tudo, estava sendo uma suruba das melhores, e uma delicia fuder e ver alguem ser fudido tambem, quero repetir sempre. Deitei no tapete tambem e pedi pro Carlos meter de bruços, ele aceitou veio deitou sobre mim e metia eu adorava e como sempre falo adoro quando um macho deita sobre mim e sinto o corpo dele suado, metendo , isso sim e muito, mas muito bom. e ai pronto Marcelo ja anunciava o gozo, não tinha percebido mas era a segunda vez que ele gozava rsrs e Jorge me surpreendeu de novo, pediu para ele dar "leitinho na boca dele" Mas Carlos ainda tinha disposição, me mandou ficar de franguinho que queria aproveitar mais, deitei no sofa e fiquei arreganhado pra ele, ele so veio meteu e ficou socando gemendo e urrando, e nos passamos a ser a atração, Jorge sentado feliz, e o Martcelo também só olhando o irmão meter. ate que Carlos finalmente anunciou, gemeu, tremeu, urrou e gozou caindo em cima de mim, delicia. eu e Jorge ainda não tinhamos gozado mas resolvemos isso Jorge veio e me puxou pro tapete de novo e fizemos os um 69, enfiavamos os dedos no cu um do outro, eles falavam olha os viados se fudendo, que loucyra, adorei e espero nos encontramos novamente, enquanto eles bebiam um cervejinha e ja eram intimos da casa, quando gozamos um na boca do outro nos demos por satisfeito e fomos sentar com nossos machos. ainda rolou um boquetinho basico com nossos machos. Disse que queria repetir mais vezes isso e ficamos bebendo, acabou que dormiram todos na cdasa do Jorge, e confesso que foi um tesão acordar com todo mundo pelado. Antes de irem embora ainda rolou uma putaria gostosa, aonde fomos novamente bem comido por eles e recebemos o leitinho na boca com canudinho.
.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...