A Minha Historia e da Gisele a Iniciação da enteada! (CONTINUAÇÃO 2)

Autor

Bem Caros leitores para que entendam melhor esta historia peço que leiam as outras partes,
A Minha Historia e da Gisele a Iniciação da enteada! E a (CONTINUAÇÃO 1)
Bem vou narra os fatos de onde parei, também vou resumir bastante, pois esta historia é longa, apesar de muito excitante pode ficar cansativa.
Bem nos quase um mês que faltava para o aniversario da Gisele tive que fugi muito inventar reuniões, tive que fazer um contrato com a diarista que presta serviços na minha casa para ela ficar um tempo em período integral, pois a garotinha se fosse fazer sua vontade ela queria todos os dias. Durante este período apesar dos meus dribles tive muito finais de tarde e noite até a Monica chegar do trabalho dando muitos carinhos a minha deliciosa Gisele, que gozava muito com meus carinhos.
Chegou a semana das férias que por sinal coincidia com o seu aniversario, suas amiguinhas a Bia (11), a Naty(9) e a safadinha da Amanda (15) e também amiga da Amanda Clara (14) estavam chegando para o aniversario e chegavam na sexta feira no dia do aniversario da Gisele. As garotas são sobrinhas da minha amiga do casamento no qual relatei na primeira parte, a Amanda e a Clara iam ficar na casa da tia, e as menores Bia e Naty na minha casa por causa da amizade com a Gisele.
Sexta-feira aniversario da minha princesinha, comprei o presente que ela queria um notebook e a Monica um smartphone pois estes eram os presentes que ela queria, fomos ao quarto dela acordá-la para dá os presentes ela ficou super feliz com os presentes. A festa do aniversario será no sábado pois Monica apesar de ser aniversario da Gisele não conseguiu folga no trabalho, mas no sábado e no domingo ficaria em casa. Como sempre no horário de sempre Monica foi para o trabalho e eu naquela sexta feira aproveitei para ficar em casa com minha princesa que ficou maravilhada. As suas amigas chegavam na Rodoviária por volta das 19:00 hs.
Por voltas das 15:30 hs. Estava em meu quarto descansando quando Gisele chega Tio já faz alguns dias que você não faz aqueles carinhos gostosos e como hoje é meu aniversario que tal?!! Olhei para Gisele e ela estava com uma carinha de safadinha me pedindo que não resistir, então falei vai para seu quarto que já vou.
Ao chegar no quarto ela estava de frente para o espelho, se admirando como sempre ela é muito vaidosa, peguei ela por traz e comecei a beijar o pescoço, nuca, cabelos, enquanto acariciava seus peitinhos que já estavam bem durinhos apesar de se apenas dois carocinhos, falei para ela hoje por ser seu aniversario vou fazer uma coisa bem gostosa, ela riu e se contocia toda com meus carinhos. E falava assim aiiiiiiiiiii, issssssss, ummmmmm Tiooooo assim faz muitas cócegas, Eu continuei acariciando fui tirando a blusa dela deixei aqueles pequenos carocinhos soltos e acariciava bem de leve, Gigy se contorcia toda, gemia, mordia os lábios, fui descendo a mão pela barriguimha e parei em cima do bucetinha por cima do short fique acariciando por alguns minutos e comecei a abrir o short, fui descendo o short e junto beijando sua bundinha suas coxas, parei bem na bundinha e dei beijos e mordidas de leve, Gisele se contorcia como uma cobrinha, gemia muito, eu passava a mão por dentro das coxas e chegava até a pepekinha, fique alisando e ela gemia issssssssss, isssssssss, ummmmmmmm, aiiiiiiiiiiiiiii, fui subindo beijando as bunda, as costas, ela se arrepiava toda, me posicionei por traz dela e fiquei acariciando os peitinhos com uma mão e com a outra a bucetinha por cima da calcinha, enquanto beijava seus pescoço, ouvido, nuca, cabelos ela já não agüentava mais e fixou os braços no móvel, curvou o corpo e empinou a bundinha, abrir bem as pernas dela e coloquei minha mão por dentro da calcinha, a xoxotinha estava tão molhadinha que sua calcinha estava molhada encharcando as costas da minha mão, meus dedos deslizava naquela raxinha lisa e encharcada com aquele liquido viscoso, deslizei meus dedos na rachinha e fiquei acariciando de baixo para cima e vice versa, Gisele gemia, muito estava ofegante, e se contorcia em meus dedos, logo ela soltou um gemido intenso e apertando minha mão com as pernas começou a tremer e mais uma vez gozou muito atingindo mais um orgasmo.
Puxei ela para cima da cama, deitei-a de frente para mim, ela estava imóvel, ainda se recuperando do orgasmo, eu lambi meus dedos, e fui tirando sua calcinha, deixei ela totalmente nua, ela me olhava e nem sem ação muito ofegante ainda nada falava, só me olhava e respirava, abrir bem as pernas e pude ver, e contempla aquela pepekinha lisinha, toda meladinha com seu próprio gozo.
Ai falei para ela: Gisele vou fazer algo que nunca fiz com você, vou chupar sua pepekinha, ok? Ela só balançou a cabeça com sinal de positivo.
Comecei lambendo, a bucetinha em toda sua extensão, sugava todo aquele melzinho, delicioso, cheiroso, aquela bucetinha exalava um cheirinho tão gostoso que me deixava mais louco ainda, e cheio de tesão, chupava e mordia o pinguelinho, e ela gemia e se contorcia muito, chegei no clitóris que a esta altura esta bem saliente e durinho e quando acariciei ela se arrepiou todinha, e soltou um gemido mais alto e intenso aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, uiiiiiiiiiiiiiiiiii, issssssssssssss, paraaaaaaaaa, issssssssssss, paraaaaaaa eu estou tendo alguma coisa estou tonta paraaaaaaa Tioooooooooo , asssssiiiiimmmm eu vou morreeeeee , issssss, não levei a serio e logo ela começou a tremer todinha e ficou imóvel, continuei chupando e, literalmente ela desmaiou!!!
Fiquei por um tempo ali reanimando ela e logo ela ofegante, me olhava e nem consegui falar direito, falava coisa por coisa. Parei por um tempo e logo depois ela recuperou os sentidos, parecia ainda meio aérea.
Chamei ela para o banheiro, pois já estava tarde e teríamos que nos arrumar para pegar as meninas na Rodoviária que ficava um pouco distante do nosso condomínio.
No banheiro Eu falei Gigy, hoje vou tirar minha roupa e tomar banho com você, nunca fiquei pelado em sua frente, você quer?
Ela deu um sorriso e disse: Até que em fim, em! Eu vi seu pinto no hotel quando você e minha mãe transavam mas nem deu para ver direito, e quando estou sentada em seu colo noto que seu pinto fica duro, e grande, como esta agora ai apontando para meu pau dentro da bermuda.
Falei fecha os olhos e só abre quando eu mandar, ela fechou os olhos, e eu tirei minha roupa, ai falei para ela pode abrir. Quando ela abriu, ficou por um tempinho paralisada, com a mão na boca fazendo uma cara de espanto!
Ai Gisele falou: Nossa Edu! Como é grande! Háaaaaaaaaa!
Eu sorrir e falei, quer pegar nele? Ela prontamente falou. Quero, posso?
Peguei sua mão e coloquei em cima do pau que estava todo babado, duro, a cabeça vermelha e brilhante, empinado para cima apontando para ela.
Gisele pegou e começou a alisar, com a ponta dos dedos, eu peguei sua mão e falei pode pegar e brincar a vontade com seu mais novo brinquedo.
Para minha surpresa ela pegou apertou, ficou acariciando, apertando, ai peguei a mãozinha dela e ensinei como bate uma punheta. Aquilo para ela era tudo novidade mas ela estava gostando muito, fiquei de pé e ela ali na minha frente batendo uma punheta descompassada mas muito gostosa, eu estava quase gozando, e segurei para não jorra um montão de porra na sua mãozinha, e sujar ela todinha, ficamos ali trocando caricias, por um bom tempo até eu não agüentar mais e pedi para ela ficar de costas, Gisele, inclinou o corpo colocando as mãos na parede e empinando a bundinha, me abaixei entre suas pernas e comecei lambendo sua bucetinha, o cuzinho, e com o dedo acariciei seu clitóris, ela gemia mexia sua bundinha na minha cara, esfregando e gemendo muito, fiquei assim até ela gozar. Após aquela gozada dela na minha boca, o minha cara estava toda lambuzada, me levantei8 e comecei esfregando o meu pau no cuzinho, e na pepekinha dela toda meladinha, o meu pau escorregava e ela se contorcia mexendo muito a bundinha, pincelei por alguns minutos e pela primeira vez gozei muito na regadinha da bundinha enchendo o cuzinho e bucetinha todo de esperma. Daí ela também gozando disse que gostoso nunca sentir tanta coisa gostosa assim, você me melou toda, que é isso parecendo mingau? Falei para ela isso é esperma, e só sai quando o0 homem sente muito tesão e goza, você esta de parabéns garota me fez gozar, já é uma mocinha.
Gisele então me perguntou: E porque você não coloca seu pinto dentro de mim como faz com minha mãe?
Eu respondi: Você ainda é muito nova para isto, mas em breve vai experimentar ele um pouquinho dentro da sua pepekinha, calma ai garota uma coisa de cada vez. Acabamos e fomos tomar banho nos banhamos bem gostoso eu lavei sua pepekinha, seu cuzinho, peitinhos em fim todo aquele corpinho gostoso, ela fez o mesmo comigo, foi o melhor banho a dois que já tomei!
Quando demos conta já era quase 18:10 hs e as meninas chegavam as 17:00 hs e nossa casa era longe da Rodoviária, nos vestimos e saímos rápido para buscar as meninas. No caminho até a Rodoviária conversamos muito e falei pára ela não falar nada para as amigas, e nem para ninguém sobre tudo que estava acontecendo entre nós. Ela mim disse que eu poderia ficar tranqüila que nunca ela iria falar para ninguém, também falei que no período que as amigas dela estivesse em nossa casa não faríamos nada disto, teria que ser tudo normal, ela concordou.
Algum tempo depois chegamos na Rodoviária e as meninas já estavam, nos cumprimentamos, a Amanda me deu um beijo no rosto e um abraço bem apertado, e me apresentou sua amiga Clara um tesão de garota, as duas amiguinhas da Gigy a Bia e a Naty que delicinhas, dê um beijinho em cada uma, eu estava cheio de tesão por todas aquelas lindas e gostosas garotas no próximo relato eu descrevo cada uma, e o que aconteceu comigo e elas a Bia e Naty, com a Amanda e a Clara será em um próximo relato que publicarei em breve.
Vou finalizando por aqui, pois vai ficar muito extenso e assim se torna chato, obrigado a todos pelos comentários.
Até a próxima continua, aguardem em breve.
DESCULPEM PELO TAMANHO, FICOU MUITO GRANDE, MAS EXCITANTE!
Até a próxima parte! CONTINUA…
CONTATOS E SE QUISER TROCAR ESPERIENCIAS OU MANDAR SUAS FOTOS:
e-mail: eduesuasaventuras@outlook.com