A Mãe de Minha Prima(Puta)

Autor

A Mãe da minha Prima(Puta); Olá sou o Fudião Perito(Fictcio), na minha publicação anterior falei da minha Prima q virou minha Puta, agr vou contar o dia q comi a mãe dela; como disse tenho 21 anos, 1,81cm de altura, moreno escuro, cabelo liso, bem magrinho e uma pica de 20cm; sou maluco por sexo; o dia q ñ transo eu me masturbo lendo contos eróticos ou assistindo filmes pornô; bom vamos ao fato; assim como eu pegava a calcinha q minha prima tirava quando ia tomar banho; passei a fazer o msm com a mãe dela; ela é uma coroa na faixa de 40 anos; é bem conservada; tem um rabo bem grande, coxas grossas, ñ definidas; ñ mto bonita de rosto; mas cheirosa e safada; quando ainda era casada com meu tio ela dava corno nele; e ainda hj quando ela bebe então fica bem empolgada; ñ cmg pq ela me viu crescer; mas após ficar distante alguns anos e voltando um homem crescido com 18 anos ela passou a me olhar com outro olhos; ela ñ sabia ainda q sua filha tinha virado minha puta; mas ela queria ser; td começou a se estreitar um dia ela esfregando roupa com a bacia no chão e ela meio de quatro de saia com uma calcinha toda enfiada; quando cheguei sem ela perceber e a observei; meu pau na hora endureceu feito uma pedra parecendo q iria rasgar minha bermuda; passado alguns minutos ela percebeu q alguém tinha chegado ali, e perguntou quem estava ali, e eu respondi sou eu e apareci; ela logo olhou pro volume da minha pica e ficou em silencio por alguns segundos; eu disfarcei e perguntei se minha prima estava ela respondeu q ñ; e então sair; mas antes dei aquela apertada na cabeça da piroca pra provocar; fui direto me masturbar ao sair dali, e ela passou a me provocar um tesão imenso tbm assim como sua filha; passado alguns dias eu cheguei na casa dela e só tinha ela q estava no banho; eu tinha entrado e ela nem sabia, fui direto no cesto de roupa suja e cheirei a calcinha dela, lambi, enrolei no meu pau e bate uma sem chegar a gozar pois percebi q ela estava saindo do banheiro; corri e me sentei no sofá; ela chegou na sala enrolada com a toalha e disse: “Que susto menino; e se eu estivesse nua – perguntou”; eu sem graça ñ respondi nd; quando meu primo chegou com sua namorada, eles foram para o quarto, ela se vestiu e sentou ao meu lado e veio me mostrar uma revista e tal’s; quando em um momento ela foi tocar em minha coxa, e sua mão tocou logo em minha pica q estava atravessada; ela foi pega de surpresa e eu tbm; logo tirou a mão; mudamos de assunto e logo após alguns minutos fui pra casa de minha vó q é do lado onde eu dormia quando estava por lá; mas uma vez gozei bastante pensando nela; até q chegou o final de semana e como é de costume todos bebem ouvindo musica e tal; ai ela bem empolgada dançando brincando cmg e tal chegamos a nos encostar em alguns momentos; então chegou a noite quando minhas prima(puta) vai pra casa de seu namorado; meu primo na casa da namorada, e suas outros filhas retornam para casa pois são casadas; ai eu fui pra casa de minha vó tomar banho e volto na casa dela; ela já estava tomada banho de camisola meio transparente com a aquela calcinha vermelha toda enterrada naquele rabão gostoso; quando a vi meu pau soluçou, e olhei ela com tesão; ela percebeu, ainda meio bêbada cheia de fogo; seu atual namorado bêbado de mais como sempre dormindo no sofá; nem mexendo nele era fácil de acordar o coroa quase idoso já; então fiz resenha do namorado dela e ela rindo tbm; entrou no quarto; passando alguns minutos ela me chamou; quando entrei La ela estava deitada de perna aberta com aquele bucetão volumoso; olhei meio sem acreditar; ai ela disse; pega água pra mim pfv; eu sem para de olhar aquela buceta fiquei sem palavras ela riu; eu imediatamente tranquei a porta e falei “vou te dar é outra coisa sua cachorra”; do quarto com a porta fechada ñ dava pra ouvir quase nd do lado de fora e com aquele rpz então coitado; sem perigo; então ñ pedi tem; já subi na cama arreganhei mas a perna dela e dei umas três tapas bem forte naquela buceta q ficou ainda mais inchada; ela com gemido de cachorra disse: “Ai, doeu agr vai ter q dar beijinho pra passar”, eu já puxei a calcinha dela de lado e devorei aquela buceta; passava a língua naquele cu; ela mexia na minha cara e gemia de mais; me chamando de cachorro, safado e etc; minha mão no seus peitos apertando; subi e chupei seus peitos; dps enfiei minha língua na boca dela enquanto ela apertava meu pau por cima da roupa; ai ela levantou e eu me deitei e tirei a roupa; então ela deitou com a boca no meu pau e sua buceta na minha cara; q 69 gostoso; ela parecia uma esfomeada chupando minha rola; então sentou em mim e cavalgou com forma com aquela buceta gulosa engolindo meu pal todo; a bunda dela batia forte em minhas coxas fazendo aquele barulho gostoso; me olhando dizia; pica gostosa e gemia; eu dava tapas na cara dela e dizia; então engoli minha puta; ela rebolava fez de td; até q mandei ela ficar de quatro e ai foi minha vez de esfolar ela toda; socava com força; dava tapas naquela bunda enorme puxando seus cabelos; dizendo: “que rabo quente vadia”; o tesão era de mais q gozei dentro dela; tirei minha pica e mandei ela mamar enquanto eu batia uma siriríca nela; dps chupei novamente sua buceta até ela gozar; esfreguei todo meus rosto naquela xana fica todo melado; então saindo do quarto pra irmos para o banheiro na sala com o seu namorado dormindo; mandei q ela tirasse de vez a calcinha e jogasse no colo dela; assim ela fez; e ali do sofá q ele estava, eu com a pica ainda meio dura; coloquei a cara dela na parede; ela se empinou e fiquei enfiando nela ali do lado dele q nem reagia, se quer dava sinais de q iria acordar; então falei assim baixo: “vou comer esse cuzão dela parceiro”; e ele se quer mexia um dedo; então fomos pro banheiro; de baixo do chuveiro ela disse: agr vc vai comer meu cu; me encostou na parede pôs minha pica dura novamente em seu cu; q cu apertado nossa; q delicia; então ela me apertou na parede; eu segurando uma de suas pernas e ela com toda força vinha de frente para trás no meu pau; nossa muito gostosa; comi até gozar em seu cu; terminando ali; fui pra casa minha vó; dps disto já comi ela mais duas vezes; mas minha meta agr é comer ela e a filha juntos; quem sabe né; em breve compartilharei mais experiências com vcs; tds verídicos!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...