Estupro

ola sou xxxx tenho uma doenca peniana que nao e la uma desvantagem porem uso isso de forma errada
pretendo manter sempre um conto aki se permitido então começarei
uma mulher levas sua filha de 8anos para a praça porem leva tambem sua enteada uma inocente menininha de 9 anos que ja entende oque e ser maltratada por sua propria familia depois de um longo tempo obiservando vi que sua madrasta nao a tinha muito bem lhe colocava emum quanto escuro e a deixava la a so sem aquala ou comida e neo seu pai de sanque se umportava com seus maus tratos certodia quando ela estava aso em casa entrei la sem que nao houvessse ninguem prara me ver (vizinhos) e fui diretamente para o quarto com um lanche ela no inicio se assustou normal mais depois de ver o lanche ficou melhor conversamos e ela me falou tudo oque acontecia la na casa entao resolvi esperar la ja que a madrasta nao iria fazer nada por aquele lados da casa quendo a madrasta chrgou com sua filha pequean tratei logode prender as duas a de oito nao parava de chorar e a mae tambem entao deu um boa noite sinderelanelas para deixar o anbiente mais calmo ate o pai chegar
quando ele chego passando pela porto eu somente o mirei a arma em sua nuca e disse se gritar eu te mato levei ele para a sala onde estavamtodos retirei suas calcas e o prendi na mesa entao ele me preguntou
-oque vc quer me poipe vc pode pegar tudo faze oque quiser com minha esposa mais me deixe em paz ;disse ele com muito medo de ser currado
entao sem dizer uma palavra retirei suas caulsas e aprontei meu penis com uma camisinha especial com cerol como meu oenis ele tem esse disturbio ele parece uma tora de madeira 3×3 com 20 cm mais e claro fiz uma cirurgua para fazer comque ele fique de pe cois era muito dificil deixalo em ponto de bala quando comecei saia uma mistura de sanguem e merda enquando ele tentava chorar e grirtar com minha mao prendendo sua boca com um pano eu entrava e saia e ele chorava muito depois de um tempo parei e deixei ele sangrando la por um tempo e pequei a filha de 8 anos botei na frente dele retirei a camisinha e apontei para o anus dela quando ela sedebatia prendi ela em uma outramesa enquanto eel via e fui metrendo meu oenis en seu anus bem devagao saia sanquemporque ela nao iria aguentar mesmo enquanto ela chorava eu estava quanse com minha cabeca inteira nela entao eu tirei deu umas dua merida na mae para lubrificar e meti de uma vez na bucetiha dela ela eu se contorceu e eu metia maise mais ateque entrou tudo dentia meu penis pela barriga quase chegando no peito dela ate o momento que ela parou um pouco ela tinha desmaiado retirei meu penis coloquei novamente a amisinha e fui na mae e fiquei revezando entre sua buceta e seu anus e fui trocando sentia meu penis na base da barriga dela foi quando a filha acordou soutei da mae e voutei para a filhinha soque agora no seu naos me lubrifiquei bem e meti de uma so vez nela e fui fiorcando ate chegar no talo ate que eu gosei em seu anus e deixei ela la por um tempo
espero que gostem

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,67 de 3 votos)
Loading...