Quem me comeu?

Autor

Sou Alice tenho 28 Anos e sou casada a 5 anos com um homem maravilhoso, me satisfaz de todas as maneiras e jamais penso em trai-lo. Meu marido é lindo e alto, cabelos negros, e corpo malhado. Eu não me acho tão bonita e às vezes me pergunto como consegui um homem desses, sou baixinha, cabelos castanhos lisos, bunda grande e seios médios, uso óculos e tenho uns pneuzinhos na cintura q me incomodam muito, mesmo com meu marido dizendo q adorava eles e não tira a mão dos meus pneuzinhos.
Nossa relação na cama sempre foi muito boa, o q me tranquilizava, mas ainda assim eu não me sentia gostosa o suficiente pra ele, mesmo ele me chamando de td q eh nome na cama, como “gostosa, putinha, deliciosa, vadia etc”. Então eu estava começando a me sentir mal comigo mesma.
Certo dia ele me disse q faríamos algo diferente a noite na cama, eu sempre me excito com coisas novas, hj por exemplo, eu adoro dar a bundinha pra ele, mas confesso q a primeira tentativa não foi muito agradável. Chegando a noite, quando cheguei do trabalho ele já estava em casa me esperando, tomei um banho rápido e quando eu sai apenas de toalha ele me puxou pra sala e começou a me agarrar e beijar. Pegou uma sacola ao lado do sofá e tirou uma venda de dentro, dizendo q era pra eu colocar, pois ele comprou alguns brinquedinhos e iria me usar aquela noite. Fiquei vendada, e por baixo os olhos fechados já q estava td escuro e eu não veria nada, quis apenas aproveitar a sensação de seus toques e beijos. Ele toca em minha xaninha me fazendo soltar um gemido abafado, eu já estava toda molhadinha, e ele me chupando, ate q ele me puxa me deixando de pé e me encoxando, vai me guiando ate o quarto.
No quarto ele me manda abrir a boca, e coloca uma mordaça de argola em mim, mantendo minha boca aberta. Já fui imaginando ele colocar aquela pica gostosa em minha boca e fui me derretendo toda. Ele me posicionou de 4, e foi descendo me beijando e chupando o pescoço e descendo pela costa, eu ia me arrepiando e empinando a bundinha, quando chegou em minha bundinha já foi me chupando, começou chupando meu cuzinho e dedilhando minha bucetinha, era uma delicia estar vendada e ele fazendo o q quer de mim. Depois de me deixar a beira de um orgasmo ele sobe e me penetra bem gostoso, foram apenas algumas estocadas antes q eu realmente gozasse. E ele me pergunta se quero um pau na boquinha tbm, e eu apenas balancei a cabeça querendo chupa-lo. Ele me diz q espera q eu goste do novo sabor, enquanto puxa minhas mãos e segura firma com uma de suas mãos, enquanto a outra me segura pelos cabelos. Ele vai guiando meu corpo ate um canto da cama e me guia a cabeça, logo ele faz movimentos de sobe e desce rápidos e eu sinto algo duro entrar e sair de minha boquinha com sabor de uva (na hora pensei, q ele tivesse colocado uma camisinha no consolo pra dar um gostinho). Não me deixou muito tempo chupando e me puxou de volta, e como estava com a boca sempre aberta pela mordaça argola, eu sai babando e podia jurar q senti o consolo pulsar em minha boca. Meu marido senta na cama e me puxa em seu colo, posiciona e me penetra. Depois segura minhas mãos atrás de minhas costas, e me passa uma algema, me deixando com a venda, a mordaça e a algema, além do seu pau em minha bucetinha. ele deita e me deixa cavalgar.
– Sabe q vc é muito gostosa né, amor? Muitos de meus amigos têm inveja de mim, e iriam adorar te comer, mas vc é so minha putinha, não é mesmo amor? – respondi a ele com um “uhum”, gemendo enquanto cavalgava.
– vc quer um pau nesse seu cuzinho gostoso, não quer? – Falou ele enquanto enfiava um dedinho em meu cuzinho.
Assim q afirmei com a cabeça, o senti me abraçar bem firme e forte, e dizer pra q eu empinasse a bundinha, assim o fiz, mas gelei meu corpo inteiro e tentei sair dali assim q senti algo encostar na entrada de meu cuzinho e uma terceira mão me segurar na cintura. Fiquei muito assustada, e tentava falar q queria sair dali, mas com o susto e a mordaça, minhas palavras não saiam direito. E meu marido q me segurava firme, apenas dizia pra q eu relaxasse o cuzinho q iria ficar ainda mais gostoso, q ele tinha comprado um brinquedinho novo q eu ia adorar. Eu não acreditava q meu marido tinha feito aquilo, e mentia dizendo q era um brinquedo. Aos poucos ele continuava me segurando firme, mas me fazia carinhos e fui relaxando, o suficiente pra sentir o segundo cara me penetrar aos poucos. Eu nunca tive dois ao mesmo tempo, e foi um pouco doloroso no inicio, o cara parecia ter o mesmo tamanho q meu marido, e felizmente era mais fino, pois não sabia se iria aguentar se fosse maior ou mais grosso. O outro rapaz não fazia barulho, não sei como ele conseguia não gemer, ainda mais pq ele em pouco tempo bombava muito forte em meu cuzinho. Eu sentia claramente os dois paus pulsando dentro de mim, sentia as mãos de meu marido percorrerem meu corpo, e as duas mãos de alguém q comia meu cuzinho me puxando pela cintura. Eu já estava gemendo muito, não queria trair meu marido, mas era ele quem estava fazendo aquilo cmg, não queria outro homem, apenas meu marido, mas admito q dois ao mesmo tempo era uma sensação incrivelmente prazerosa, e não demorou pra q eu gozasse.
Eu praticamente me deitei em cima de meu marido e já nem me mexia mais, eles continuavam me comendo, e meu marido me pergunta se eu gostei do brinquedo, eu resolvi não responder, e nem acenar ou demonstrar nada. Ele me pergunta se eu sou a putinha dele, e isso eu respondo prontamente “uhum”. Então o rapaz q estava comendo meu cuzinho sai, e meu marido me pega de pé. Sinto um corpo atrás de mim me segurar, e logo começar a me penetrar, o de traz segurando em minha bunda e comendo meu cuzinho, e meu marido em minhas coxas penetrando minha bucetinha. O rapaz q comia minha bundinha, parecia desesperado, me penetrava com voracidade e parecia querer gozar o quanto antes. Eu ali indefesa em um sanduiche com meu marido, sendo comida, e muito bem comida, pendurada no ar, sendo segurada com duas picas me penetrando. Era muito prazeroso, ainda mais sem ver nada, e sem tocar o chão, eu parecia estar nas nuvens.
Foi então q senti meu outro orgasmo, dessa vez veio muito forte, eu quase gritei, e senti o pau em meu cuzinho pulsar e gozar tbm, percebi q o rapaz estava gemendo e tentando conter o som, mas mal pude escutar pois eu gemia muito alto com meu orgasmo. Sinto o pau do rapaz amolecer e ele tirar do meu cuzinho, e nisso meu marido me coloca de 4 na cama e começa a me penetrar com força, agora é ele quem esta agressivo, segurando em meus pneuzinhos como sempre gosta de fazer e gemendo feito louco. Ele tira minha mordaça e eu continuo gemendo, sei q ele vai gozar a qualquer momento, mas acabei tomando a iniciativa, aquela situação me dava muito tesao e ainda imaginava q o outro rapaz estava nos vendo. Então gozei dnv, e ele me dizendo: “goza pra mim, minha putinha gostosa”. Eu gozava e ele não parava de me penetrar. Quase caio em cima da cama, mas ele continuou me segurando forte e me penetrando, agora eu q pedia pra ele gozar na cadelinha dele. Ele ficou cerca de um minuto, antes de gozar e me encher com sua porra.
Ele ainda me encoxando, com o pau dentro amolecendo aos poucos, foi beijando meu pescoço e tirando a venda dos olhos (vi q estávamos sozinhos no quarto). Foi tirando a algema, e eu rebolando nele, assim q eu estava solta não me importei com a porra escorrendo de dentro de mim. Sai apressada pela casa procurando o outro rapaz. Revirei a casa, mas não achei nada, ele deveria ter ido embora assim q gozou. Meu marido ria dizendo q eu estava louca, discuti com ele pedindo pra me dizer quem estava ali, e ele sempre sorria e me dizia q eu estava louca, q so tinha usado um consolo, e eu tinha imaginado, não acreditei na cara de pau dele em mentir tão descaradamente. Ele chegou a dizer q não imaginava q eu tinha uma imaginação tao fértil quando estava vendada, e q não adiantava eu questionar pq ele não iria realizar essa minha fantasia pq eu era só dele.
De tanto ele negar, acabei parando de questionar, mas não me esqueço do q aconteceu, sei o q senti, e sei de quantas mãos percorriam meu corpo enquanto sentia a dupla penetração. O q agora eu não sei e nem faço a mínima ideia, é quem foi q comeu meu cuzinho? Eu confesso q gostei, e apesar de meu marido negar qualquer coisa, estou sentindo como se eu tivesse uma obrigação de retribuir o prazer pra ele tbm. E agora o q eu devo fazer?

Se gostaram, comentem…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 3 votos)
Loading...