No tempo em que servi o exercito

18-07-17 1 ★ 0.00

Bem o que vou comentar aconteceu quanto eu tinha 19 anos, esta servindo o serviço Militar, meu nome e Carlos, eu era um cara bonito,, pernas grossas, corpo sarado, praticava esporte, um corpo lisinho, uma bunda redondinha durinha saliente, bem gostoso, na verdade quando mais novo já havia praticado a troca troca, como outros amigos, mais na verdade eu gostava mais de dar do que de comer, quando fui para o exercito eu já era habilitado, e logo fui selecionado para trabalhar como motorista.
Na minha companhia um Cap Cmt. um moreno forte bonitão, casado, morava numa outra Cidade a uns 100 Km do quartel, ele acabou me escalando como seu motorista, e ordenança, acabamos fazendo uma amizade, em pouco tempo, ele desabafava comigo, sua esposa era gordinha, não era bonita não, ele disse que acabou casando com ela por ela ser filha de um Coronel, e ele levou vantagem na vida militar, já tinha filhos, mais que sexualmente ela era muito careta, sempre comentava a mesma coisa, ele tinha uma suite na companhia onde ele passava alguns dias da semana para não viajar todos os dias, eu tomava conta do alojamento dele, limpava arrumava, e ficava só de shortinho de educação física, apertadinho mostrava bem a minha bunda e as minhas pernas, eu notava que ele me olhava, mais eu também, não podia dar mancada sabe como é mais eu sentia uma tesão nele, um dia ele acabou dizendo nossa você tem um corpo bonito, uma bunda linda, eu ainda brinquei que isso capitão, ele respondeu não posso elogiar, eu disse claro que pode, e acabei dizendo o senhor e chegado, ele disse nossa adoro minha mulher não deixa eu nem chegar perto da bunda dela, ela não deixa, e assim ficamos.
Como a tropa estava em estado de prontidão ninguém iria embora para casa teríamos que dormir no quartel, depois do chá a noite 22 horas toque de recolher , o capitão perguntou se eu não gostaria de ir no alojamento dele jogar cartas, eu fui, quando cheguei ele estava saindo do banho, nossa, uma rola linda uns 20 cm grosso, fiquei paralisado, eu só de shortinho e camiseta de educação física, ele percebeu o meu nervoso, e disse se acalma, só estamos nos dois aqui, fica tranquilo .
Nossa fiquei sem forças ele me abraçou pelado foi tirando a minha roupa, me deixou pelado, eu com medo de alguém desconfiar de alguma coisa mais também não conseguia dizer não, ele foi tentando me levou para a cama e conseguiu meter aquela rola no meu cu, as primeiras estocadas doeu muito eu saia fora ate que consegui aquentar tudo nossa passamos a noite fodendo, fui para o meu alojamento já era umas três da manha que delicia, adorei e assim acabamos fodendo quasse todas as noites em que ele dormia no quartel.
Ficamos bons amigos fodemos com muita discrição quasse os oito meses que passei no quartel e mesmo depois a gente se encontrava fora do quartel, foi maravilhoso.que saudades daqueles tempos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. quero mamar picas de militares

    adoro militares, gostaria de encontrar militares ativos para mamar suas picas, passivo discreto de Recife, [email protected]