A novinha noiada

17-05-17 Por 2 ★ 0.00

olá sou Carlos tenho 29 anos sou PM,e moro em um bairro onde tem muitos ponto de drogas, mas não sou daqueles que não pode ver nada que já vai quebrando tudo. sou liberal as vezes. bem duas casas após minha, mora uma magrinha, gostosa pra caralho , ela é do tipo perfeitinha, bundinha redondinha, peitos pequenos barriguinha sarada, uma princesa. fico admirando quando ela vai pra escola , dou umas cantadas de vês em quando, ela até que gosta. minha esposa e professora, e não fica muito tempo em casa. não temos filhos ainda é meu tempo e corre e malhar, certo dia nas minhas corridas matinais, pude perceber que em uma fábrica abandonada, próximo onde moramos e um local onde os drogados vao para curti. certo dia ao voltar vi a minha vizinha novinha que se chama Marina, entrando lá , fiquei intrigado,e passei a monitora-la, e pude constatar que a gostosinha era mesmo uma noiada. na minhas investigação vi que ela sempre as 16h descia pra lá,. pois não teria ninguém nesse horário, foi então que decidir pegá-la no flagra. em uma sexta feira,assim que cheguei fardado, próximo das 16h esperei como de costume ela descer para ir a fábrica abandonada. não deu muito tempo e lá estava ela descendo a rua em Rumo a fábrica, esperei um cinco minutos, e fui fardado pra pegá-la no ato. ao chegar fui em silêncio procurando cômodo por cômodo, e vi ela acentada em uma sala cheia de matos e um cigarro que deduzir que era de maconha. fui até ela é pra fazer medo pois a mão na arma e falei encosta na parede, ela sem saber o que fazer disse aí meu Deus, o que foi que eu fiz, quando ela olha diz seu Carlos,pelo amor de Deus não me prende. falei encosta na parede ela com cara de choro encostou e eu fui dando o baculejo, só que aproveitando da situação passei a mão no seus peitinhos, desci até sua bunda dei umas apertada, ela era bem jovem com seus 16, anos , passei a mãos na sua xaninha por cima do corte que ela usava, virei ela de frente e disse , vou levá-la a delegacia e abrir uma ocorrência, ela se desisperou e me pediu por favor, meus pais vão me matar, tudo menos isso. então eu falei, só tem um jeito ela disse fale que faço. primeiro tira a brusa e o short. ela nem questionou, tirou a blusa quando vi ela não usava sutiã, ums peitinhos pequenos durinhos tirou o short, usava uma calcinha branca de renda, ela não se depilava , a bucetinha está uma moita só, pedir pra ela em costar na parede de novo com as pernas abertas, e comecei a beija seu pescoço fui descendo até su bundinha, tirei a calcinha, e beijei sua bunda, abri sua bunda e vi o cuzinho apertado ela está soluçando de medo , mas não falava nada, empurrei um dedinho molhado de saliva no cuzinho dela,ela deu um gritinho ,aí, eu falei fica quietinha, e com a outra mão dedilhava sua bocetinha, ela começou a rebolar na minha mão. estava doida não sei se a manconha, ou era tesão mesmo,de Costa mesmo tirei meu pau pra fora e fui colocando na grutinha dela que abriu mais as pernas, pude ver que não era a primeira vez dela. ela empurrava seu corpo pra traz , parei pedir que me chupasse, ela chupou lambia, tinha uma árvore pequena lá , mandei ela se apoia com uma perna na árvore e outra no chão, metia com força ela gemia alto, coloquei a mão em sua boca pra que ninguém a ouvisse, e quando estava no limite tirei da bucetinha dela mandei ela se abaixa e abrir a boca e esporrei na boquinha da gostosa . me arrumei e disse que iria sair primeiro e logo após ela saísse e que faríamos outras vezes, bati umas fotos dela com a maconha na mão pra intimidar. logo contarei como comi o cuzinho dela no mesmo local

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

Por

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. esse é fake

    O cara SE DIZ PM e não sabe nem descrever o procedimento e nem tem o linguajar… maior fake.

  2. Anjinha_Loira☆

    que merda cara , Já li contos pequenos com mais detalhes