os gêmeos viadinhos

olá, conto verídico
na época eu tinha uns 25 anos, morava com minha mãe numa casinha muito pobre, eu havia perdido meu emprego, já estava cansado de procurar outro e ficava em casa praticamente o dia todo sozinho, minha mãe trabalhava fazendo faxina nas casas em um bairro bem melhor que o nosso e só voltava no inicio da noite.
nosso bairro era bem pobre, um monte de casinhas uma ao lado da outra, não tinha muro e as vezes nem cerca tinha
depois que passei a ficar em casa, comecei a notar no nosso visinho de porta, um casal de gêmeos, todos os dias brincando no quintal peladinhos, ( não vou falar a idade nem nomes de ninguém ) brincavam de tudo, viviam virando as bundas para mim, ficavam de 4 para jogar bolinhas de gude, eles não me viam porque eu me escondia na janela, os danadinhos tinham umas bundinhas bem legal, redondilhas e carnudas…
eram completamente inocentes, os dias foram passando e eu ficava hrs olhando aquelas bundinhas e batendo punheta, havia dias que batia 3 punhetas
com o passar dos dias, comecei a deixa-los me ver, eu já não estava aguentando, queria porque queria, brincar com aquelas bundianhas lindas e gostosassss
notei que eles passavam o dia todo sozinhos, ai perguntei se eu podia ficar olhando eles brincarem e se quisessem eu podia brincar também e inventar outras brincadeiras
um deles falou, tio se você quiser brincar pode sim, ai eu falei, ta bom vou vestir um calção e já chego ai…
da minha casa para a deles não havia muro, só uma cerquinha de bambú, mas da casa deles para o outro vizinho tinha um murinho que protegia e não dava para ver nada, sempre tive uma bela pica, na época devia ter uns 20 cm e era cabeçuda e bem grossa
me sentei num banco que tinha no canto do quintal deles, abri as pernas e minha oica já foi logo pulando para fora, eu fingi não ter notado, também não era para menos, olhando duas bundinas daquelas se abrindo bem perto de mimmmm, não resisti
notei que eles logo ficaram olhando, brincavam mas não paravam de olhar, ai eu falei brinca mais perto de mim para eu aprender essa brincadeira…
tio, vc não sabe jogar bolinha de gude, sabia mas já não jogo a muito tempooo
preciso ver bem de perto para aprender
ai eles passaram a jogar a um metro de onde eu estava sentado, minha rola cada vez mais durona e como estava muito perto deles, ai mesmo é que não tiravam os olhosss
a todo instante tinha um deles engatinhando para jogar a bolinha e ficava com a bunda na minha cara
comecei a notar que o cuzinho deles estava bem inchadinhos, nem acreditei que já tinham levado pica, mas derrepente ele me chamaram para entrar no jogo e eu me levantei, engatinhava igual a eles para jogar, fazia pose com a minha bunda, empinava bem e eles ficavam olhando, tio seu piru ta para fora, eu então falei, é porque ele está vendo suas bundinhas muito lindas e ficou assim durão
se você quiser podemos brincar com ele…
como vocês vão brincar? eles vamos segurar e chupar, huummmm, vocês já brincaram disso alguma vez, já tio, ai do outro lado desse muro morava um senhor e ele brincava com a gente todo dia
e vocês gostavam? sim ele nos ensinava um monte de brincadeiras e nós gostávamos
muito
podem me dizer como eram as brincadeiras para eu aprender, quero brincar igual a ele
sim tio vem cá, nós vamos ficar de engatinhando e o senhor fica agachado passando o piru na nossa bunda
huuummmm, legal, quero brincar disso também, mas ele so passava ou enfiava em vocês?
no inicio ele brincou vários dias de esfregar depois conseguiu enfiar e passou a enfiar todos os dias, doía, sim tio, na primeira vez saiu até sangue, mas ele passou uma pomada e sarou, ai nós nos acostumamos e íamos muitas vezes na casa dele
hummm legallll, então se eu quiser brincar de enfiar vocês vão deixar?
sim tio, nós gostamos muito, desde que ele se mudou nós não brincamos com ninguém
mas essa brincadeira vocês n
ao podem falar nada para ninguemmmm, nem para a sua mãe
pode deixar tio, nós não falamos para ninguemmm
mas ela nunca notou que o cuzinho de vocês estava inchado na hora que ia dar banho em vocês, nessa hora minha rola já estava querendo enfiar, a cabeça já estava encaixada na porta do cu de um deles, dei uma forçadinha e ela entrou facillll
ai eles me responderam que ela já fez vária perguntas do porque dos nossos cuzinhos estarem sempre inchadinhos
e vocês responderam o que?
ai o outro falou, tio agora é minha vez, ficou de 4 na minha frente e tirei a rola do cu do irmão e enfiei naquele cu inchadinhooooo, entrou ainda mais fácil que no irmão
tio, nós respondemos que não sabemos o porqueeeeee
minha rola tava totalmente inchada e comecei a socar, soquei muito e gozei abundantementeeeeeee, a minha pica continuava muito duronaaaaaa, enquanto eu comia um ficava ilhando e brincando com o cu do outrooooo, era muito loucoooooo, que deliciaaaaa, depois de muitas socadas, gozei e enchi o cu dele também de porraaaaa
ficamos sentados conversando mais um pouco, chamei eles la para minha casa, os levei para o chuveiro, lavei bem aqueles dois cuzinhos deliciosos, depois de limpinhos comi os dois novamente, saímos, os enxuguei e mandei eles voltarem a brincar
quando fiquei sozinho, minha mente começou a pensar e minha rola novamente ficou durona, olhei pela janela, eles estavam sentadinhos no banco e quando me viram, sorriram e eu mandei eles entrarem novamenteeeeee e meti a picaaaaaaa
tinha dias que metia ate 4 vezes em cada ummmm
eu estava viciadooooo
depois de uns 3 meses, comecei a trabalhar e so conseguia cumer eles quando eu chegava do trabalho e a mãe deles ainda não havia voltadoooo
ela trabalhava todos os dias inclusive sábado e domingo
sábados e domigos, eu metia o dia todo neles
eles já estão hoje com 10 anos e continuo metendo neles…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 5 votos)
Loading...