Acabei aprontando uma para minha mulher

Bem o que vou contar aconteceu a um tempo atrás, sou casado, maduro, trabalho numa empresa de segurança, já alum tempo venho tentando realizar uma fantasia, que seria ver minha mulher metendo com um outro homem, comentei com ela o assunto ela não entendeu muito bem não, na hora do sexo eu falava de um outro homem roludo arrombando a sua bocetinha, bem porque meu pau e pequeno tenho 14 cm, eu sentia que ela ficava exitada, e me chama de corno, dizia esta querendo ser corno, quer que eu de para outro macho, eu ficava exitadíssimo, mais nunca acontecia na real.

Minha mulher e bonita madura uma bunda carnuda, pernas grossas, seios grandes, Loira , 1,65 altura 72 quilos, muito gostosa, e se veste bem adora shortinhos curtos, saia curta adora mostrar suas pernas que são bonitas, tem a marca do biquine bem marcada, e bem bronzeada uma delicia.

Quando foi um dia na empresa me escalaram para trabalhar uma noite sim outra não, no departamento de Câmaras, fui trabalhar com um outro cara, Celso, uma negro de meia idade, casado, boa pinta, brincalhão, gente boa, depois de uns dois meses trabalhando passamos ter intimidades, como no local tinha vestiário com chuveiro e o calor era de mais, os ventiladores não estavam dando conta, ele disse vou tomar um banho, a gente não podia sair da sala os dois tínhamos que ficar olhando as câmaras, ele foi tomou banho e veio pelado se enxugando, nossa quando eu vi a caçeta dele, nossa me arrepiei, uma caçeta grossa cabeçuda cheia de vergalhões, e grande, nossa, eu disse eu vou tomar uma banho também, ele não sei se percebeu alguma coisa disse não vai bater punheta em, eu dei risada e fui, sai do banho voltei para a sala ele ainda estava pelado, ele e muito brincalhão, e brincado disse pensei que iria voltar pelado também, eu disse para que, ele disse esta muito calor, eu disse a ele nos dois pelado aqui não vai dar certo, ele respondeu por que você se admirou-se pela minha caçeta, eu percebi, fiquei meio sem graça, ele veio já com aquilo tudo duro, nossa parecia um cavalo, e mandou eu pegar, ele disse pode ficar tranquilo isso e entre nos dois, eu não aguentei cai de boca chupando aquela rola, ele quis meter na minha bunda mais eu não aguentei, demorou uns dias para ele conseguir me foder, um dia na brincadeira eu mostrei umas fotos, da minha mulher pelada e de biquine, nossa ele ficou vidrado perguntou se ela dava o cu, eu disse para mim sim, passou.

Eu comecei comentar com minha mulher sobre ele, ela já conhecia de vista, dizia que ele tem uma caçeta grossa, tirei uma foto com celular dele de rola dura e mostrei para ela, na hora que estávamos fazendo sexo, nossa ela se admirou com a caçeta dele, e disse nossa e grossa mesmo, eu disse esta sim te arrombaria todinha, você não aguenta ela na bunda, ela me respondeu como você sabe se aguento ou não, e acabamos gozando.

Passaram uns dias, eu pedi para minha esposa levar um lanche lá para mim, eu entrava no trabalho as 18 horas, mandei ela ir as 22 horas horário que eu sabia que não tinha mais ninguém, só ficava eu e o Celso, o único inconveniente seria o porteiro que ficava na cabine do portão, mais conversei com ele e ficou tudo bem, quando foi 22 horas ele ligou para mim e disse sua esposa está aqui, fui lá, falei para ele que ela iria entrar, ele disse tudo bem, ela estava com uma sainha curta, tamanquinho alto, e uma blusinha bem fininha, transparente mostrava bem os seios com um sutien meia taça, nossa estava gostosa, eu disse tu vem aqui assim vai ser estrupada pelo Celso, o negrão, ela disse deixa hora.

Entrei na sala, quando ele a viu nossa arregalou os olhos tinha uma poltrona, eu mandei ela sentar, e disse ao Celso ela trouxa um lanche para nos, ele respondeu isso não é lanche e um jantar completo, olhei para ela dava ate para visualizar sua calcinha, notei que ela havia bebido alguma coisa, eu disse esta dando para ver sua calcinha, ela levantou a saia mostrando tudo, e disse porque você nunca viu uma calcinha, eu respondi seria melhor ver sem a calcinha, ela disse você quer eu tiro, eu perguntei ao Celso o que você acha Celso, seria maravilhoso vê-la pelada mesmo, ela respondeu eu fico pelada se vocês também ficarem, ai eu fui ate ela e comecei a beija-la e comecei tirando a roupa dela deixei ela peladinha, abracei ela e beijei, o Celso veio por trás e colocou a rola no meio das pernas dela, nossa ai começou ela chupou a caçeta dele, ele chupou ela, e meteu a rola na boceta dela, nossa ela gemia muito, esperneava e o Celso socava tudo, gozou na boceta dela, tomaram um banho, eu já tinha gozado duas vezes, já no vestiário eles ficaram brincando ele veio debruçou ela na poltrona e começou a tentar colocar na bunda dela, foi difícil ate chorou mais entrou, meteu gostoso ate gozar. ela se lavou e foi embora.

Na portaria ficamos conversando um pouco com o porteiro fazendo um AH, para ele não embaçar, ela foi embora eu disse a ele não comentar com ninguém, que ela veio ali,ele disse pode ficar sossegado sou bem sigiloso e muito discreto.

No próximo serviço ela voltou lá, metemos de novo, na saída ela disse não precisa ir comigo eu já sei o local, e foi embora, no dia seguinte em casa ela comentou comigo, que ficou conversando com o porteiro, e disse que ela ficou exitada que ele começou a cantar ela, dizendo que ela era linda, gostosa, e abraçou ela encochando ela, ela saiu fora e disse não hoje não estou com pressa e veio embora, e perguntou para mim se ela poderia dar para ele, eu disse se quiser, ela disse fiquei com vontade pelo fato de ser cantada por outro homem e sozinha com ele, eu disse tudo bem.

Quando foi no outro serviço ela foi de novo, só que infelizmente o Celso não tinha vindo faltou eu fiquei sozinho, ela foi levar o lanche eu comentei que o celso não ia vim ela disse então tá eu vou conversar com o porteiro, como a gente tem na sala câmara de todos os locais liguei a câmara e fiquei observando, não estava dando para vê-los, eles estavam fora da cabine, não demorou muito entrou na cabine ficaram pelados e começaram a foder, nossa o cara era bom de rola, não era tão grande mais grossa, ela chupou ele, ele meteu nela na boceta no cu nossa foi maravilhoso eu vendo tudo, ainda bem que as câmaras não gravam, só se a gente por para gravar, meteram bastante, ela veio da portaria ate a minha sala peladinha chegou eu cai de boca na boceta dela gozei gostoso, ela tomou banho e foi embora.

No horário da ronda ele foi lá na sala, e me disse cara como e gostosa sua mulher, e adora foder em, meti no cu dela gostoso, que delicia, eu disse isso e sigiloso, só eu o Celso e você, pode ficar sossegado mais ela vai deixar eu meter nela todo serviço, eu disse não sei vai depender dela, ela vem para foder com o Celso, depois vai ate você, se ela estiver disposta quem sabe, e assim foi por um bom tempo metendo gostoso, o porteiro chegou sair com ela sozinho para um motel, ela gosta de foder com ele, em casa não dá temos filhos eles podem chegar e assim vamos vivendo, maravilhoso, hoje ela aceita numa boa, já sabe que eu gosto de dar também, e maravilhoso.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...