Minha enteada virgem e o irmão

Ola não vou falar nomes não para não espor eles nem eu
Tenho 2 enteados o menino com 23 e a menina com 16 ela e uma Lourinhã linda de olhos Verde com uma bundinha linda uma uma buceta bem grande de lábios grandes ela dorme bo mesmo Cuarto com seu irmão até ai tudo bem nunca vi nada av com isso ate q um dia eu estava na sala deitado no sofá e os 2 no tapete eu cochilei Guando vejo ele estava com a mão na buceta dela pensei esta sonhado mas era verdade ele tava com a mão dentro de shortinho dela e ela não estava dormindo não fiquei olhando ele tocando na buceta da irmã fiquei olhando ele tocando uma siririca na irmã não dormi pensando no quê vi passei a vigia más não vi mas nada não ate q um dia fomos prai uma casa na praia eu ele e a namorada de ela e a mãe checando lá famos pra uma lagoa Tomar banho brincadeira vai brincadeira vem eu saio da água e fico so os dois eu nem pensava mas no ocorrido até q vejo ele agarrando a irmã por trás e de escosta pra nos falei pra mae deles vamos da um mergulho ela eu não falei com a namorada Dele não a água ta fria eu vó então fui querendo vê oq estava acontecendo so vi ele com a mão na buceta dela pensei pra mim é ele tá comendo a irmã será q ele tirou o cabaço dela ja q ela nunca namoro não falei nada fiquei na minha so pensando sera q ela n e mas virgem más não falei nada não ate q ele falou q queria fica sozinho com a namorada dele c a irmã poderia dormi com a gente nó cuarto falei pôr mim tudo bm fala com sua mãe não sei oq conversaram mas a mãe aceito
Eu fiquei assistindo tv e eles la pra dentro eu dormi pensando na buceta dela Guando acordo e vou pro Cuarto vejo ela deitada na cama com a mãe dormindo pensei agora q vou v c ela ainda e virgem. Fui deitei no chão e fiquei olhando pra ela não sábia c ela ia acorda ou não más fui passeando a mão entre suas pernas até q toquei na sua buceta ela estava sem calcinha eu tremendo de nervorso fui passando o dedo nós seus lábios vaginas fiquei tocando bem devagar com medo ate q toquei na entrada do canal q buraquinho mas gostoso tentei enfia o dedo mas so foi um pouquinho e ela c mexeu tentei de novo enfiar o dedo mas n rolo vi q ela ainda era virgem
Com medo n tentei enfiar mais não voltamos pra casa fiquei de olho nos 2 até q aconteceu oq eu ja esperava aminha esposa foi dormi com a irmã no hospital so estávamos nós em casa eu sai e fui na rua tomei umas geladas mas não demorei n ja pensando na putaria eles poderiam esta fazendo n deu outra vim per pôr pé eles estavam no tapete da sala deitados fiquei olhando pela janela ele tocando na buceta dela Guando vi fiquei doido ele chamo ela pro Cuarto ela n vou n Pará e deixa so um pouquinho so ta nos 2 aki vai deixá n so o dedo mas nada ta bom sua boba então tirá a calcinha e bota akele shortinho q eu ti dei ela ta mas não vou pro cuarto não ele tá bom ela vouto com um shortinho bm folgado so deu pre ela deitada e ele passando o dedo nós seus lábios grandes q delícia ela c contorcia toda e gemia baixinho ele vai e fala ker gozar na minha mão ou na minha boca ela não respondeu fico so c contorcendo e gemendo num puxao so ele tirou o shortinho dela q visita linda ela de pernas abertas sem nada toda lisinha ele caiu de boca e saladinha so gemia baixinho ele pede a ela pra chupa seu pau e tira a bermuda ela cai de boca e fas um 69 q delícia v ela gemendo ate quê ele fala goza maninha goza pro seu irmão goza ela so :gemia de repente ele vira deita encima dela e da um beijo na boca deu pra v seu pau nós seus lábios vaginas que são bm grandes estavao maio ainda ele passando o pau entre os lábios da buceta dela Guando ela fala não isso não a cabeça ja tava entrando paaaaaraaaaa não ta doendo Pará ele so um pouquinho não vou bota não ele seguro ela pelo ombro e deu um beijo na boca ela so fazia uuummmm aaaaaaaiiiiii ta machucando Guando vejo ele estava com seu pau entrando na buceta da irmã ela naaaaaooooo por fafo ele caicó seu corpo sobre a irmã deu pra vê Guando atolo tudo na buceta dela e ela kerendo sai mas ja era ja estava com a buceta toda preenchida com o pau do irmão Guando ele comeso um vai e vem de devagarinho e foi aumentado ele aaaaaiiiiiii paaaaaarrraaaaaa clama aaiiiii que buceta gostosa vc tem irmã para taaaaaaa ardendo muito chega calma vai passa aiiiiii ele parou um pouco e falo irmã vc vai gozar no meu pau ela ta doendo muito vai melhorar cama e relaxa ja entrou vc so tem q relaxa ta bom ai comeso mexendo devagar e aumentando ta melhorando taaaaaa aaaaaiiii oiiiiii gaza pra mim gaza gostosa aaaaaaiiiii \\uiiiiiii derrapante ele da umas três estocadas bem Fort e fala irmã cou gaza e cauca com forsa ela deu um grito não ta vaidoendo muito Guando eu entro e tive a visão ele estava tirando o pau da buceta dela toda encharcada e aberta a porra escorendo. Misturada com sangue ela so chorava n deixei eles me ver não
Espero q gosttem

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...