Gay Pela Primeira Vez

Sou casado ha 3 anos, tenho 28 anos, e uma esposa muito linda.
Compramos um apartamento que precisava de reformas, e providencie que assim o fizessem.
Contratei pedreiro e pintor. Como me havia precipitado, os moveis haviam chegado e a pintura não havia terminado. Pedi ao pintor que agilizasse, e ele trouxe um ajudante para apressar o final. Eu estava de férias e ficava o dia todo providenciando coisas para que eles pudessem finalizar.
No ultimo dia, como combinado, não conseguiram terminar, o pintor pediu para o ajudante um garoto de 18 ou 19 anos, Eduardo era o nome dele, moreno de boa estatura e físico, fazer os retoques finais , o que levou muito mais tempo que o desejado e já era noite quando percebemo.
Ofereci que ele ficasse no apartamento e na manha seguinte terminaria. O que topou , pedimos uma pizza para jantar, e enquanto a entrega nao chegava, ele pediu para tomar banho e trocar de bermuda.
Assim que entrou no banheiro e tirou a roupa, vi que tinha um corpo muito bonito, e me apressei para pegar toalha e sabonete a ele. Ele percebeu que tinha notado seu corpo e sorriu.
Fui também ao banho assim que ele terminou, ainda estava se enxugando, e percebi que ele me olhou com vontade, fixando no tamanho do meu pau.
Senti que havia uma sensação de muito tesão nos dois.
Comemos a pizza, ele comeu muito mais que eu, bebemos uma cerveja bem gelada, e ficamos no papo.
eu estava de bermuda sem cueca e ele estava com bermuda e cueca.
Me perguntou por que estava sem cueca, e falei que tenho o habito de dormir sem cueca, pelado.
Não demorou fomos cada um para um quarto, estávamos cansados, eu no de casal, o meu e ele no de hospedes.
Ouvi barulho na cozinha, levantei e fui ver o que estava acontecendo, ele estava tomando água, e estava também pelado.
Batemos um papo rápido, e me dirigi ao meu quarto, e percebi que ele veio atrás, me segurou pelo braço, fazendo-me parar, e se encostou, senti seu pau na minha bunda.
Foi uma sensação incrível, mesmo de criança, nunca tinha experimentado fazer troca troca, ou pegar no pau de um coleguinha.
Parei e fiquei sem ação, ele me envolveu com os braços na minha barriga e ficou me roçando, e percebi que estava de pau duro.
Não sabia bem o que fazer, ele me empurrou para o quarto, me fez deitar de dorço para
cima, ele me fez um verdeiro banho de gato, me lambeu inteiro, depois me virou e lambeu minhas costas e bunda, enfiando sua língua mo cu, que estava piscando de prazer e desejo.
Sem uma única palavra abriu minhas pernas, estava de barrica para baixo, e fiquei esperando, ele encostou seu pau no meu cu, e vagarosamente foi entrando. Senti um misto de dor e prazer, mas não aguentei empinei minha buda para facilitar , e aos poucos senti seus pentelhos encostado na bunda, ele estava inteiro dentro de mim, e começou um movimento cadenciado de entrar e sair. Nossa foi a melhor sensação que tive nos últimos tempos.
Percebi que ele estava gozando, pela pressão que fazia, eu parei de fiquei observando como uma femia passiva.
Quando terminou, senti que o pau dele estava diminuindo, ele saiu de dentro, e me virou, Se palavras pegou meu pau, e ficou chupando até endurecer e gozar na sua boca.
Ficamos em silencio, voltamos a nos levantar, tomamos mais uma cerveja, e voltamos para cama. Dessa vez eu tomei a iniciativa, e descobri que ele como eu, nunca tínhamos dado a bunda, e fizemos a primeira vez se que houvesse algo combinado, simplesmente aconteceu.
No dia seguinte ele terminou o trabalho, se despediu dando um abraço, e seu telefone, mas nunca mais tive coragem de ligar.
Acho que valeu muito minha primeira experiencia gay.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 1 votos)
Loading...