Ana, amor pra vida inteira

Bom, vou contar oque aconteceu entre eu e minha irmã caçula, na época ela com oito aninhos e eu com doze por morar no interior e termos mais seis irmãos fica complicado haver algo de extraordinario em nossa vida.
Mas tudo começou quando modou pra perto de casa uma menina da mesma idade de Ana , fizeram amizade e ela passou a frequentar nossa casa, um belo dia começou a chover e todos de casa tinham ido trabalhar ficou apenas meu pai eu e as duas pequenas, e com o tempo chuvoso eu resolvi que ia ficar brincando no meu quarto , e elas quizeram vir juntas eu como todo bom garoto desta idade começando a gozar nas punhetas saiam apenas um liquido viscoso e transparente e tinha dia que chegava a bater oito ou nove e chegando no quarto comecei a pegar cobertores e fazer tendas encima da cama com ajuda de barbantes e elas vieram ajudar terminamos e eu disse pra coleguinha que vou chamar de Tó, vem aqui, quero que me mostre sua pepeca pra mim, ela disse não e fezcara de choro ,eu falei não tm problema ate a Ana mostra quer ver ela acenou que simchamei Ana e disse que se ela mostrassee a pepeca pra mim eu daria um presente pra ela, e ela apegada como era em mim veio e mostrou puchando o shortinho que usava, eu vi e passei a mão e ela ficou ali empé com a bucetinha a mostra e eu disse viu Tó não tem problema e ela fez igual.
Dai eu cheguei perto e comecei a passar a mão e ela fechou os olhinhos e abriu as perninhas e eu comecei a punhetar meu pau , quando ela abriu os olhos e viu meu pau pra fora ficou vermelha acho que de vergonha mas ficou ali eu fiquei passando a mão e batendo punheta e minha irmãzinha olhando acabei gozando e deu aquele remorso ,mas passou o dia e quando chegou a noitinha eu tava deitado no meu quarto quando Ana entra e fala faz denovo eu disse oque ela aquilo que fes com a Tó, eu xamei ela pra perto e comecei a passar a mão por cima da calcinha depois coloquei por dentro e senti sua bucetinha lizinha e melada,fiquei ali massageando o grelinho dela e me masturbando foi tudo muito rapido mas gosei muito gostoso,e apartir desse dia passei a mexer todos os dias na bucetinha dela até que fui morar com meus tios em são paulo com dezesseis anos, quando voltei com dezoito ela ja tinha quatorse e eu vi que ela ainda gostava de mim da mesma forma.
Foi ai que comecei a visitar o quarto dela a noite, depois que todos dormiam. mas vou deixar pra depois contar com detalhes

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...