Entrou

achei esse site por acaso e ja li muitos contos,com isso descobri que nao estou sozinho em ter feito algo que me deixou com medo,
sou branco,1.70 de altura 35 anos,casado sem filhos e vou me chamar de lucio.
o que tenho pra contar aconteceu quando tinha 17 anos e morava num pequeno municipio do rj. eu e toda minha familha trabalhavamos com plantaçoes de banana,um dia escorreguei e quebrei o braço,e ficaria com o gesso do ombro ate perto da mao e que ficasse sem fazer esforço,nos primeiros dias ficavaem casa vendo tv pois estudava à noite,mas, ja tava de saco cheio e começei a passear pela vizinhança, fui num sitio de veraneio onde era amigo do caseiro,quando cheguei ele estava de saida e disse que era pra eu entrar pois tinha muita manga madura,avisou a sua esposa e saiu, eu fui pro mangueiral e quando chupava as mangas que tinham caido de madura a elza, mulher do caseiro me pediu pra olhar o menino pois ela ia levar a menina no posto de saude,o menino de nome juninho estava so de cueca e fiquei olhando sua bundinha e me deu muita tezao,tenho um sobrinho com a mesma idade e sempre que ele vem com minha irma,boto ele pra me chupar e resolvi fazer o mesmo com juninho,levei ele pra uma cozinha de lenha perto da picina e fui tirando meu pau duro,tentei fazer ele chupar mas ele nao quiz e virou a bunda,eu so podendo usar um braço me encostei agachado junto a parede e baixei sua cuequinha,fiquei esfregando o pau que ja estava todo babado,dei uma forçadinha e a cabeça começou a entrar,so um pouco, mas tava meio seco,levantei e fui procurar algo que escurregasse,achei uma latinha de azeite,melei todo o pau e o cuzinho dele,me abaixei de novo e puxei ele colocando meu pau bem na entrada do cuzinho,por nao ter muito apoio escurreguei e meu pau entrou todo de uma vez,ele deu um grito e começou a chorar,levantei com ele cravado e deitei numa mesa,com poucas bombadas gozei . ja tinha entrado ai gozei, botei ele em pe e escorreu minha porra co um puco de sangue, botei ele no tanque de roupa e o dificil foi tirar o azeite,com uns 10 minutos ele ja estava me ajudando a catar mangas pra levar pra casa,a mae chegou e fui embora e uns dias depois encontrei com o pai dele que me convidou pro sitio,la o muleque nao me deu sossego,tentou pegar meu pau e eu disfarçando,ai eles me pediram pra falar com minha mae se podiam deixar o juninho com ela pra eles irem ver uma parente que estava doente,falei com minha mae e no sabado o pai trouxe ele de manha bem cedo,la pelas 9 hs sai com ele e fui numa birosca e compramos doces,so estava eu e minha mae em casa e levei ele pro meu quarto,liguei a tv e fiquei vigiando minha mae, botei o pau pra fora e deixei ele segurar,ele mesmo virou a bundinha,passei um creme de cabelo e meti, deitado sobre ele na cama,fui bem devagar e entrou tranquilo,nesse dia meti mas duas vezes, nao tive mais oportunidade e hoje conto aqui,mas meu sobrinho meti nele tambem, com 18 anos briguei com meu pai e sai de casa e nao peguei mais ninguem.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,86 de 7 votos)
Loading...