Meu pai tirou meu cabacinho

Tenho 14 anos e meu nome é camila (nome fictício) meus pais se separaram quando eu tinha 10 anos e a guarda ficou compartilhada eu passo uma semana do mês com cada e não me interfere na escola já que ambos não moram longe da mesma, eu sou magrinha meus peitinhos são bem maiores que as garotas da minha idade e minha bundinha é grandinha e arrebitada!
Chegando na casa do papai alguns dias antes do esperado entrei sem bater nem nada até por que era minha casa também, acabei dando de cara com ele comendo a filha da vizinha no sofá (tem um ano a menos que eu) fechei a cara e disse.
-QUE MERDA É ESSA PAI??
A partir dai foi uma correria a menina procurando as roupas e o papai se preocupando só em mandar a garota ir embora e eu esperando tudo de braços cruzados e então ela saiu e ele chegou perto de mim ainda pelado e aquele pau enorme como nunca tinha visto ainda duro e começou a se desculpar implorando pra eu não dizer nada pra minha mãe e nem pra mãe da garota e coisas do tipo, subi pro meu quarto e so sai de la pra jantar, ja ele tinha comprado minhas comidas preferidas pra tentar me deixar de bico calado, passei algumas semanas sem falar com ele e ele sempre me subornando com roupas que eu queria dinheiro e me levando pra sair, mas durante essas semanas todos os dias me masturbava pensando na pica do meu pai me fodendo sem dó! Ja não aguentava mais de tanto tesão então voltei a falar com ele e comecei a andar só de calcinha com os peitinhos pra fora enquanto ele estava em casa e o safado nem falava nada! Adorava a vista rs voltando ao assunto eu vi ele arrumando e dando umas apertadinhas no pau e isso só me deixava cada vez mais louca! Comecei a sentar no colo dele pra jantar e assistir filmes e sempre sentia aquela rola dura no meio da minha bundinha, as vezes até dava uma rebolada e saia andando então uma noite meu pai entrou no meu quarto eu estava acordada mas deitada fingindo dormir ele nem percebeu entrou pelado mesmo e sem dó começou a passar a mão em mim e apertar minha bunda (eu durmo apenas de calcinha)
Logo tirou minha calcinha e começou a passar o dedo pela minha bocetinha lisinha e eu não aguentei e soltei um gemido, logo papai olhou pra cima e me viu acordada dando um sorriso.
-Minha putinha ta acordada né? Tá gostando do papai fazendo carinho tá?
-To papai! É muito gostoso faz mais!
-Se o papai fizer mais o papai nao aguenta! Vou acabar arrombando essa bocetinha virgem!
-Fode papai! Arromba sua putinha vai?
Depois que falei isso meu pai se transformou num verdadeiro comedor! Ele sem rodeios enfiou todo o cacete na minha bocetinha eu reclamei de dor mas ele nem quis saber! Continuou fodendo e dizendo coisas como “Vou foder você até você esquecer seu nome! Quem é a putinha do papai?”
Eu gritava “Eu sou sua putinha papai! Ta doendo mas tá tão gostoso! Fode mais forte!”
Ele disse que iria gozar e eu pedi pra ele gozar na minha boca por que eu queria sentir o gosto do leitinho dele! Ele me colocou ajoelhada e enfiou aquele cacete na minha boca! Mal cabia de tão grande mas ele continuou metendo me chamando de putinha do papai até gozar na minha boca! Engoli tudo e depois ainda bati punheta até ele gozar no meu rostinho de novo e então dormiu com o pau encaixadinho na minha bunda mas no outro dia agiu como se nada tivesse acontecido!
Faz dois meses que isso aconteceu acho que ele se arrependeu :c por que não se repetiu mesmo eu provocando ele sempre briga ou foge de mim! Queria tanto um papai que fode-se meu cuzinho!
Meu kik é CamzGl me chamem lá pra me darem dicas de como fazer ele me foder de novo ou até mesmo se candidatarem a vaga de novo papai

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...