Cadelinha da praça

Boa tarde vim compartilhar com vocês mais uma transa minha, era um sábado atardezinha estava na praça da cidade jogando vôlei com um amigos, quando me distraio e olho pro lado vejo uma cadelinha porte médio pequeno sem raça definida, percebia que deveria ser de alguém da região por era bem cuidado pelo brilhoso não era magra dava pra perceber que não era de rua, vi que ela estava no ciu tinha dois cães seguindo ela, já devia ter metido muito pois todos estavam com as línguas de fora de cansados.
Meu pau fico duro na hora não consegui esconder o volume, comecei a bolar um plano pra pegar ela pois precisava muito fuder ela. Quando vi ela indo em direção ao centro da praça onde tem o bebedouro de água e os banheiros, rapidamente pedi para sair do jogo para tomar água, quando vejo ela estava lá ao lado do bebedouro, já fui chamado ela brincando com ela qdo abanou o rabo, já pensei comigo vai ser fácil
Meter nela passei a mão nela vi o tamanho da buceta dela era suculenta carnuda do jeito que qualquer zoofílico adora, entrei no banheiro e chamei ela que veio sem dificuldade, meu pau quase rasgava meu shorts, já tinha vida própria querendo sair do short.
Entrei na cabine com ela fechei a porta abaixei a tampa do vaso coloquei ela em cima, eu estava quase gozando só de olhar a sua buceta maravilhosa, virei ela de costas pra mim, eu já estava alucinado quando tirei meu pau apontei a cabeça na bucetinha dela, não precisou nem lubrificar meu pau que foi deslizando entrando cada cm (17cm) dentro dela eu já tava mordendo meus lábios pra não urrar de prazer, qdo senti q entro tudo naquela buceta gulosa gozei sem ao menos bombar só de sentir seu calor gozei feito um animal era litros e litros de porra mais quente que sua buceta.
Esperei um pouco e comecei a bombar sem tirar meu pai comecei o vai e vem, não deu tempo nem do meu pau amolecer, comecei devagar e fui aumentando o ritmo cada vez mais rápido, segurando ela pela cintura metendo com toda força e ela quentinha sem se mexer eu tava louco de tesao sentia que iria explodir novamente de tanto tesao, quando ela deu uma gemida gozei não aguentei segurar e soltei um urro feito um animal gozei muito mais que a primeira minhas pernas tremiam eu estava estaziado de tanto prazer, tive que me apoiar na porta para não cair minhas pernas esta moles qdo tirei meu pau ela virou e começou a lamber freneticamente meu pau balançando o rabo como se estivesse agradecendo pela foda.
Minha vontade era de levar ela pra casa mais não tinha como infelizmente despedi dela e deixei ela sair do banheiro me arrumei e voltei pra quadra satisfeito realizado com aquela foda maravilhosa, e fui vendo minha amante canina indo embora com seus dois machos seguindo ela, mais não dava nem moral pra eles dois ela estava satisfeita já, encontrei ela outras vezes mais não consegui fude uma pena pois queria mto aquela bucetinha de novo…

bom quem quiser manter contato deixe seu Skype aí pra mantermos contatos

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...