A Vizinha Coroa

bem, como esse é meu primeiro conto espero que nao reparem nos erros!!
bom, me chamo joão carlos tenho 21 anos. tudo aconteceu quando eu estava trabalhando com o meu tio em uma obra
tinha uma senhora de nome alice que todo dia nos convidava pra tomar café em sua residencia! como ela é viuva e mora sozinha(nao teve filho em seu casamento) ela dizia que se sentia muito sozinha
no alge dos seus 57 anos ela tinha uma bunda muito gostosa pra sua idade mais os peitos ja caidos.
certo dia quando eu e meu tio estavamos saindo pra ir embora ela perguntou se nos 2 poderiamos puxar o guarda-roupa pra ela, como o meu tio estava apressado me pediu que eu fosse la ajudar a senhora. chegando la tava tudo normal eu puxei o guarda roupa pra ela e ja estava indo embora quando ela me pediu que ficasse pra tomar café eu disse que estava com pressa mais ela insistiu que eu esperace entao eu fiquei
conversa vai conversa vem, reparei na bunda dela que estava de costa fazendo o cafe nisso eu comecei a ficar excitado com aquele rabo. tomamos o café, eu como estava pensaando em sua bunda resolvi elogiar, ela abriu um sorriso e me agradeceu e me disse que a muito tempo nao recebia elogio algum, nessa hora nao sei o que deu em mim que eu perguntei a ela quanto tempo que ela nao fazia sexo, ela meio assustada com a pergunta me respondeu meio sem graça que desde a morte do marido que nao tinha ninguem. nisso meu pau começou a se manifestar dentro da cueca rsrsrs
entao me levantei da cadeira onde estava tomando café e me dirigir a ela, meio que no impulso meti a mao em sua bunda e apertei ela um pouco assustada me empurrou e me deu uma bronca, mais como eu ja tinha tomado a iniciativa resolvi falar pra ela que estava com tesao e que queria fuder aquele seu rabo, ela me xingou me chamou de tarado mais quando ela falou isso desabotoei minha calça e coloquei minha rola pra fora, nao é grande mais 21cm é de bom calibre, ela logo nao conseguia mais tirar o olho da minha ate que ela perguntou o que eu estava fzd foi qdo eu me aproximei e fiz ela pegar! ela entao ainda meio sem jeito começou a me punhetar entao eu falei pra ela chupar meu pau nesse exato momento ela começou chupar a cabeça do meu e meio que instinto ela parou e me chamou pra ir ao seu quarto, chegando la ela continuou oa mamar meu pau nisso ela ha estava sem a calça com aquela bunda que me excitou toda a mostra. ela entao parou de mamar no meu pau e subiu na cama ficando na posiçao de frango assado me pedindo pra penetrala sem nenhuma demora pegueu uma camisinha em minha carteira coloquei no meu pau e fui colocando naquela buceta bem devagar, ela começou gemer e pediu pra mim fuder ela entao eu comecei um vai e vem forte nela ate que depois de certo tempo eu gozei, entao eu pedi que ela ficasse de 4 que queria fuder o rabo dela(afinal foi o que me excitou) ela me disse que nao dava a mto tempo e que por isso poderia machucar ela com meu pau mais eu insisti e ela aceitou
entao ela pegou um oleo que ela passava no corpo e passou no meu pau, nisso ela ficou de 4 na cama e arreganhou o cuzao dela, coloquei a cabeça na entrada no cuzinho dela e fui forçando qundo entraou a cabeça de uma so vez empurrei tudo, ela soltou um gemido forte ai eu comecei a aumentar o ritmo a cada gemido dela eu ficava mais louco de teso com aquele rabo todo arreganhado fiquei metendo no rabo dela durante uns 15 minuto e enchi seu cú de gala
ela com uma cara de safada logo veio e chupou meu pau mais uma vez, e me disse que apartir desse dia todas as tardes era pra mim ir tomar café na casa dela! meu tio começou a desconfiar as minhas idas todo final de tarde na casa da coroa mais nunca me perguntou nada
infelismente a obra acabou e nos fomos trabalhar em outro lugar, depois disso so fui tomar café da tarde com ela mais algumas vezes rsrsrs, espero que um dia possa encontra-la novamente

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...