,

O Diario de um Corno – A Gente Tenta

26-10-16 0 ★ 0.00

depois daquele dia já não passava uma oportunidade quando ficávamos sozinhos começava adorávamos ficarmos pelados ,depois de alguns meses nesta chupa ,chupa ,roça,roça .
ela tomo a iniciativa como sempre eu era um marionete nas mão dela fazia tudo que ela queria do jeito que ela queria e na hora .
então eu era o seu cachorrinho mais não reclamava não , mais com a vontade dela de pularmos de fase começo as tentativa de penetrações .
foi ai que começo minhas decepções .
em um tarde que teve reunião dos pais na escola minha mãe foi lá e deixo eu e a Marta assistindo filme ,logo que mamãe saiu a Marta foi atrás da tv e espeto um pen drive e pegando o controle pois um filme que ela tinha trazido era um deste filmes de pornográfico com um monte de xxxxx ,o filme mau começo e os atores já tava nu na cama olha falando a verdade eu com 11 anos nunca tinha visto um filmes deste, já tinha visto foto e vídeo de mulher nua mais assim nunca .
eu ali todo envergonhado mais ela não demonstro a menor vergonha ate parece que ela assistia este tipo de vídeo direto .
dai ela disse hoje vamos fazer igual eles ,eu disse para ela que isto tiraria a virgindade dela eu queria que a gente fosse virgem ate o casamento e consumisse o ato só depois do casamento seriamos um do outro .
A Marta começo a rir sem parar ,eu perguntei por que ela tava rindo e se ela não era mais virgem fiquei nervoso .
ela bobinho eu ainda só virgem mais não pretendo me casar muito menos com vc pra mim vc é como um irmão somos amigo .
isto acabo com o meu tesão sumir afinal eu já tinha fantasiado nosso casamento dês do cinco anos e ela dizendo ali que eu só como irmão para ela.
eu disse por acaso irmão faz o que a gente faz a mais de um ano .
ela, para mim não tem nada a ver se tivesse um irmão eu faria a mesma coisa não vejo nada de mais afinal nos só brincamos ,e é melhor fazer com um conhecido próximo da gente que com um estranho .
fiquei ali sem saber o que dizer ela com a sua volúpia de sempre já foi tentando tirar minas roupas que como um bom cachorrinho fiquei ali estático assim que ela tiro minha roupa ela espero pensando que eu ia tirar a dela ,como ela sentiu que eu tava meu em transe ela mesmo se despiu e se jogo em cima de mim ali mesmo no sofá .
eu não sei por que meu pipi não reagiu por mais carinho que ela fizesse ele não reagia eu ate queria mais não deu ela então se pois a chupar mais ele não tava querendo ser a cobra de sempre e fico assim como uma minhoquinha .
neste dia não adianto por mais que ela fez não teve jeito pela primeira vez falhei na cama , não que eu já tivesse transado antes nunca eu era virgem ,mais nunca falho sempre tava firme nas brincadeiras com a Marta .
mesmo por que eu só tive tesão por ela afinal pra mim não existia outra menina na minha vida .
e o clima acabo ali se passo um hora e já não era mais seguro ficarmos ali nos trocamos , mais quando olhei para cara da Marta ela tava mais decepcionada que eu quando minha mãe chego eu sai da sala e fui pro meu quarto pensar no que tinha acontecido .
depois deste fracasso se passo alguns dia ate termos outra chance desta vês nos combinamos que iríamos fazer um trabalho na casa de um amigo ali no condomínio mesmo e ela deixo mais nos recomendo que não poderíamos sair para fora .
então descemos com o material escolar para fazer o trabalho mais fomos para o apartamento dela ali teríamos privacidade para ter a nossa primeira vês , eu tava decidido que eu tiraria a virgindade da Marta mesmo por que eu sabendo que ela me via como amigo eu fazendo ela mulher teria mais chance de no futuro me casar com ela pois não ia dar este prazer para outro cara .
já no elevador eu tava tremendo com medo de falhar de novo , ela foi pelo elevador social e desceu no seu andar que era o 10 eu subi pelo de serviço e desci no 11 e desci um lance de escada para as câmera do elevador não pegar nos indo junto pro mesmo lugar .
ela entro no apartamento e deixo a porta aberta ,abri a porta de incêndio e observei se tinha alguém no rol como não tinha entrei porta adentro .
lá tava ela linda me chamando para ir pro quarto dela que era todo pintado de roxo bubbaloo .eu na verdade nunca tinha entrado no quarto dela ,na casa dela eu só ficava na sala .
estante cheias de ursinho inclusive um que foi eu que dei no seu aniversario .
ela pediu para eu ser carinhoso afinal e nossa primeira vês e quero que seja inesquecível eu concordei e Fecho os olhos e te sinto chegar devagarinho…E, com um beijo apaixonado,vou me prendendo aos teus carinhos.
Vou me perdendo nos teus beijos,me aquecendo nos teus abraços,me inspirando nos teus desejos.me entregando às tuas fantasias…
Sinto minhas mãos quentes deslizando pelo meu corpo, sinto tua respiração ofegante…Sinto o meu corpo tremer e passo a delirar de prazer!
nisto quando me do por mim já Estávamos nu nos entregando ao prazer eu todo tremulo entrei de boca em seu corpo que se contorcia ao toque de minha linguá em sua gruta que já tava toda molhadinha esperando meu amor entra la adentro de teu prazer .
foi ai que eu resolvi chego a hora e ela deitada ali a minha disposição eu torcendo para não falhar de novo levantei as suas pernas linda eu era tesudo por elas eu ficava admirando elas mais hoje eu teria outra coisa para admirar quando vi aquela bucetinha aberta me pedindo para entra eu respirei fundo e fui com todo meu vigor não era hora para desistir e a estoquei de uma só vês sem dó foi uma só e extintiva mente olhei para minha amada esperando que ela soltasse o grito de dor e trazer que tanto ela queria ??
qual foi minha decepção que eu achei que tinha entrado rompendo tudo que achasse pela frente doce ilusão .
meu pipi mesmo estando ereto não tinha força para entrar naquela gruta e se desvio para lateral e eu na minha ânsia de prazer e inexperiência no sexo falhei mais uma vês .
mais a Marta tmb não se deu por perdida e mando não pediu que eu ficasse deitado na cama desta vês ela viria por cima e então ela deu um banho de linguá no meu pipi e direcionado bem no meio de seu xaxota solto seu peso mais uma vez meu pipi decepciono se desviando daquela xoxota molhadinha .
na nosso inexperiência nos estávamos procurando um culpado e ela acho olhando para meu pipi duro ela observo que ele fazia uma curva e a pele que cobria ele não se decolava td como nos filmes então procurando na net concluímos que eu tinha fimose e por isto não entrava .
e assim mais uma vês falho e lá fui eu perguntar para meu pai se eu podia operar da fimose .
ele com cara de quem não entendia nd me disse por que vc ta dizendo isto tentei explicar que eu achava que tinha a pele cobrindo muito
enchi o saco dele ate que ele me levo ao medico o qual disse que eu não tinha nada quase falo pro medico que como não tinha nada se não consigo tirar a virgindade da minha namorada ,

mais como um bom BANANA fiquei calado .

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

,

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos