Essas Mulheres 2° Parte

Recapitulando;

Esse conto é verídico, que prefiro chamar de memórias…

Tudo começou quando eu tinha 5 anos, ficava na casa da minha tia pois minha mãe trabalhava e era separada do meu pai.

Nessa época meu irmão era 2 anos mais velho que eu e não ficava comigo na casa dessa tia, ele ficava na casa da minha vó.
Foi uma maneira que minha mãe encontrou pra essa minha tia não ter muito trabalho com 2 meninos pequenos, e quando minha mãe chegava do trabalho primeiro ia buscar ele depois eu.

==========================

No outro dia quando minha mãe chegou do plantão ficou de folga, foi buscar meu irmão na minha vó depois eu na casa da minha tia.

Nesse dia minha mãe aproveitou pra me matricular numa creche, a diretora também era professora fui com ela numa sala tirei foto e tals… mas na última foto ela abaixou minhas calças e tirou a foto do meu pinto.
Não falei nada pra minha mãe depois de sair da sala.
Nessa creche também era escola os alunos podiam ficar no máximo até os 7 anos.
Depois disso iriam diretamente pra escola, nessa época era anos 96

Quando chegamos fui tomar banho só e lembrava da buceta da tia na noite anterior, pra falar a verdade passei o dia pensando nisso querendo que o outro dia chegasse logo.
Finalmente um novo dia chegou, fui pra casa da tia e pro meu azar tinha visita, e pior a mulher deixou o filho dela pra dormir lá porque ela ia na cidade vizinha fazer sei lá o quê.
Seu filho tinha 9 anos
Como eu podia fazer a festa com um intruso lá?

Quando a mãe do Caio (Nome Fictício) foi embora fomos brincar, ele era bonitinho, branco, cabelo tigelinha e um pouco mais alto que eu, a diferença entre mim e ele era a cor da pele, sou moreno claro mas também tinha cabelo tigelinha.
Brincando de bolinha de gude ele me chama e diz;

– Ei eu trouxe uma playboy, quer ver?
– Quero! O que é peiboi?

– É uma revista cheia de mulher pelada

Lembrei logo da tia, fomos no quarto ele tirou da mochila e fechou a porta.

Ficamos olhando, eu já tava com ereção e não dava pra esconder porque tava de cueca, ele tava de calção e não era visível.
Ele pôs a mão sobre minha cueca e disse;

– tá de pal duro né? Se eu te contar um segredo você guarda?

– Sim

– Quando eu tô em casa com minha irmã ela chupa meu pinto e deixa eu colocar na xereca dela.

Eu não quis ficar pra trás e disse;
– Minha tia também deixa eu fazer isso, ela disse que ia me ensinar comer o “Fedido”

Ele me olhou surpreso e disse;
– quando ela vai te ensinar?
– Era pra ser hj mas com você aqui acho que ela não vai me ensinar e de noite eu vou pra casa.

– Aqui tem telefone, liga pra sua mãe e pede pra ficar aqui brincando comigo

– Eu não sei telefonar

– Pede pra sua tia

Pensei pensei e fui pedir a ela pra ligar pra minha mãe não vim me buscar, minha tia ligou e explicou…. deu tudo certo

Voltamos pro quarto e Caio disse;

– Te ajudei a ficar aqui pra você comer o fedido, agora pede a ela pra mim comer também

– Tô com medo, e se ela brigar por que eu te disse?

– Como foi que ela começou contigo? Minha irmã começou comigo quando me dava banho

– Eu tava dormindo e vi ela chupando meu pipi quando acordei

Aí lembrei dos banhos…

– No banho ela gosta de ver meu pipi duro fica também

No banho antes do almoço ela não foi com a gente como eu pensava e fomos só.
Mas o Caio era mais experiente e levou a playboy.
Ficamos vendo e logo os dois pintinhos estavam durinhos o dele era um pouco maior, Caio começou encostar o dele no meu tipo briga de espadas, eu achei engraçado é fiquei também mexendo o meu pra lá e pra cá contra o dele
Por causas das nossas gargalhadas a tia entrou duma vez e viu aquela cena, a revista xiii….

– De quem é essa revista?

– É do Caio

Ela olhou pro caio pegou a revista ficou olhando e disse;
– Vocês gostam de ver essas bucetas seca? A minha é mais gordinha

Eu rapidamente disse;
– Tia ele disse que põe o pipi na irmã dele, igual ontem a gente fez, deixa ele brincar também

– Deixo mas só de noite, agora tô ocupada

Caio Safado perguntou;
– Posso ver sua xereca?
A tia ficou de costas desceu a roupa e abaixou mostrando aquela linda paisagem, deu pra ver a gruta da buceta pedindo rola

– Agora deixa eu ver os pauzinhos duro de vocês
Ela abaixou a tampa da privada e colocou a gente sentado em cima.
Nossos pintos estavam apontando pra cima de tão duro.
Ela caiu de boca no do Caio depois no meu como aquecimento.
Dizia que nossos pintos eram lindos e perfeitos

De fato eram mesmo.
De ambos eram retos, nada torto
O saco do Caio era claro tipo ruivo o meu era mais escuro

A noite chegou portas fechadas ninguém pra perturbar.
Caio era o mais empolgado talvez por ser mais experiente.
Até dicas ele dava, dizia pra mim meter com força e batendo no bumbum e quando tivesse me chupando eu segurar a cabeça
Minha tia escutou o finalzinho da dica é pensou que ele queria me chupar e disse;
– Epa não quero viadinho não quero rapazinho, eu chupo os dois

– Ela tá me ensinando o que fazer quando a senhora chupa a minha

Aí ela tirou a roupa a gente a nossa, pra dar clima botou filme porno no videocassete.
Talvez pra mim e a minha inexperiência, caio já foi logo fazendo o dele.
Botou o pinto na boca dela e ela chupou, ele mostrou pra mim como se faz.
Enquanto minha tia chupava ele metia com rapidez segurando a cabeça dela

Minha tia percebeu que o moleque era experiente e disse;

– tá aprendendo?
Eu disse;
– Aham, agora é minha vez.
Subi na cama de pinto duro botando pra ela chupar.
Então ela começou chupar os dois, beijava esse espacinho que tem entre o pinto e o umbigo.
Lambia nossos ovinhos

Caio perguntou morrendo de tesão;
– posso ver se sua xereca é melhor que da minha irmã?
– Claro hj sou o brinquedo de vocês roludinhos

Ficou de 4 caio encaixou na buceta e comeu enquanto ela continuava me chupando.
Caio era muito experiente, dava até pra ouvir o barulho da foda

Passando um tempinho caio quis colocar a piroquinha dele no fedido mas minha tia disse;
– Aí não, aí é do Enzo (Nome Fictício)
– Tia já posso comer o fedido?
– Vamos mudar o nome ok? pergunta posso comer seu cú?!

Obediente eu perguntei;
– TIA POSSO COMER SEU CÚ???

Caio diz;
– Vem Enzo é sua vez

Fui lá empolgado pra meter mas tava difícil, não era igual comer a buceta e não tava fácil de penetrar por ter o pinto pequeno e o cú não tava lubrificado.

Minha tia vendo a dificuldade mandou o Caio pegar óleo de bebê na gaveta lambuzou o cú e meu pauzinho.
Ficou super de 4 piscando cú e buceta.
Se arreganhou tanto que ficou um espaço ótimo pra fuder.
Já sem dificuldades encostei a cabecinha do pinto na entrada do cú e forcei.
Entrou todo, Caio do meu lado diz e fez movimentos;

– Agora segura na cintura dela e faz assim ó com pinto (vai e vem)

Minha piroquinha tava tão lambuzada de óleo que não existia mais dificuldades de entrar e sair.
Já estava comendo o cú por conta própria, Caio batia punheta me vendo.
Eu metia com força, o pinto entrava e saia sem resistência, e tive meu segundo orgasmo na vida até então.
O cú da minha tia ficou com a circunferência do meu pauzinho.
Um buraquinho pequeno mas visível.
Então caio meteu lá também, era a primeira vez dele no cú
Ele não precisava minha tia se arreganhar tanto, e eu já tinha abrido o caminho mesmo…

Coloquei de novo pra minha tia chupar, ela chupou se lambuzva na minha pika.
Eu queria sentir a gruta de novo, o Caio já tinha feito na buceta e tava fudendo o fedido
Minha tia disse que era minha vez quando gozá do Caio.
Caio também teve orgasmo no fedido, mas o moleque era viciado, quis imitar o que tava passando no filme porno
Fez minha tia deitar levantou e ficou segurando uma perna fazendo a bucetona ficar abertona, aí meteu vai e vem minha tia batia siririca com grelo pra fora, aproveitei deitando de lado e chupando aqueles peitões.
Ficamos nisso uns 10 minutos até que ela gozou

Eu e o Caio estávamos despenteados, cabelo todo bagunçado mas não parávamos pra nada.
Minha tia voltou chupar ambas pirocas por 5 minutos, chegou minha vez de comer de novo aquela buceta, só que eu também queria imitar o filme e coloquei ela de 4 super arreganhada meu pinto entrou com muita facilidade naquela buceta lambuzada, ficando apenas os ovinhos de fora.
Fudi com gosto e vontade por estar um pouco mais experiente.
Enquanto eu fodia caio ficou deitado e ela chupando ele.
Brincamos das 10 da noite até as 2 da madrugada.

Inesquecível, pena que foi a última vez com a tia já que no próximo conto começa a segunda fase quando entro na creche de fato e paro de frequentar a casa da tia

Em breve

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...