A prima cuidando das criaças

Meu nome é Eduardo, quando eu tinha 12 anos, minha mãe tinha que trabalhar e me deixava na casa da minha tia. Minha prima Flávia de 15 anos cuidava de mim e de sua irmãzinha Ana de 6 anos. Ficávamos brincando o dia inteiro sob os cuidados da prima. Aninha pediu para comer pipoca e Flávia foi fazer mesmo contrariada. Assistindo TV e comendo pipoca, Flávia ficava entre nós. Logo as duas brigaram porque a Ana que pediu a pipoca, disse que não queria mais. Enquanto eu segurava a tigela das pipocas. Ana para incomodar a Flávia pediu mais pipocas, que não quis dar, eu quando fui dar uma mão cheia de pipocas pra Ana, sem malícia encostei meu pinto da bundinha da Flávia. Nem tinha percebido nada até a Flávia dar uma pequena mexida na bunda. Fiquei com medo de ser xingado, mas logo Flávia mandou eu dar mais pipocas pra Ana, porque ela não ia dar, então tive que coxar a Flávia de novo. Agora ele se ajeitou e encaixei melhor nela, fiquei mais nervoso ainda e voltei para meu lugar. Flávia se virou para Ana e aos poucos foi puxando o lençol e descobrindo sua bunda para eu poder ver melhor. Fiquei só olhando a primeira bunda da minha vida. Flávia levantou e foi levar a as pipocas restantes para a cozinha e em seguida estava de volta para a cama com a gente. Num descuido da Flávia sua bunda ficou a mostra de novo, mas com uma diferença, sua calcinha estava enfiadinha no reguinho da bunda, meu piruzinho deu uma endurecidinha, era pequeno mas fazia um certo volume. Flávia pediu minha ajuda para agarrar a Ana. Meu piruzinho foi direto para a bunda quase nua dela. E naquele roça-roça, Flávia estava remexndo mais que antes. Achei que era a hora de aproveitar um pouco aquela situação e fui ficando mais incisivo nos movimentos. Flávia então pegou no meu pintinho durinho por cima do meu calção mesmo e perguntou sem soltar ele, o que era aquilo, sem graça respondi que não era nada. Quando ela soltou meu piruzinho de dentro do calção para fora, que tive a melhor sensação da minha vida. Enquanto Ana pensava que estávamos só brincando com ela, meu pauzinho deslizava na bundinha e coxas da Flávia. Estava tão bom e parecia que a Flávia também estava gostando, em seguida saiu meu primeiro gozo, ralo e transparente, depois de uns jatos encerrou o gozo, meu pauzinho ainda durinho, deslizou mais fácil na bundinha dela. Flávia saiu para ir ao banheiro se limpar, e eu continuava na cama extasiado de alegria, mas ainda nervoso de como ele reagiria quando voltasse do banheiro. Ela retorna pedindo para eu não contar nada das nossas brincadeiras. No outro dia eu fiquei na minha esperando o sinal da Flávia, que logo nos levou para a cama. Quando ela mostrou sua bundinha sem calcinha, entendi que era o sinal, Ana disse que ia ao banheiro e Flávia disse que estava sem calcinha para não sujar, tirou meu pauzinho para fora e observa a cabecinha aparecendo e sumindo com seus movimentos. Sentimos a Ana se aproximar e Flávia nos cobriu pelo lençol, com a mão direcionei meu pau no cuzinho da Flávia, que refutou na hora, então parei e deixei só no esfrega-esfrega. Flávia olha para mim e diz que não. Começo então a meter nas coxinhas dela, ela pega no meu pau e aperta e manda eu tentar enfiar de novo. Depois de insistir muito o pau começa a entrar devagarinho, ela não reclamou de nada, enquanto Ana estava coberto pelo lençol e aproveitava pra enfiar tudo para dentro, Flávia aos poucos foi dando umas bundadas em mim. Gozei dentro da bundinha dela e fiquei dentro até o pau amolecer e sair naturalmente. Flávia discretamente manda eu me lavar. Volto limpo e torno a me deitar atrás da Flávia, que pega no meu pinto de novo, depois de brincar com ele, começo a ter outra ereção. Quero logo enfiar novamente e Flávia facilita abrindo a bundinha. Seguro as ancas dela e freneticamente fico fazendo um vai e vem gostoso com a cooperação dela se remexendo e gozo de novo. Comia a bundinha dela sempre que tínhamos uma oportunidade. Comi ela por mais de ano, mas a bucetinha ela não queria dar. Gozei muito no rabinho dela. Foi assim que perdi minha virgindade.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 3 votos)
Loading...