Flagrei meu pai e minha melhor amiga e olha no que deu!

Bom, me chamo Camilla e tenho 17 anos, não vejo necessidade em descrever como é meu corpo mas enfim é de uma adolescente normal morena de cabelos longos.
O que venho contar aqui é verídico e vem sendo minha realidade atual pois o que irei relatar aconteceu recentemente.
Moro com os pais e sou filha única, meu pai é segurança de banco e por conta disso tem um horário bem flexível, já minha mãe é enfermeira e quando esta de plantão praticamente passa o dia fora, ah e a minha melhor amiga se chama Eduarda ela já já vai entrar na história.
Eu estudo pela manhã e chego em casa por volta de 12:30, enfim… Era mais um dia normal, acordei cedo me arrumei e sai pra ir para colégio, na hora do intervalo minha me liga e diz que vai estar de plantão 24h portanto só voltaria no outro dia, minha manhã seguiu normal.
Na quele dia havia marcado com a Duda de olharmos um filme durante a tarde, só que antes de ir pra casa tinha que fazer algumas coisas que acabaram demorando um pouco mais do que o previsto, então liguei pra ela avisando que iria me atrasar, porém ela ja estava na minha casa isso era por volta de umas 14h então eu disse pra ela esperar la que o meu já estava chegando e que eu não iria demorar.
Ao chegar em casa estava tudo quieto achei que a Duda estava no meu quarto e o meu pai dormindo, me enganei, entrei no meu quarto não havia ninguém, larguei minha mochila e fui até a cozinha que também estava vazia então supus que a Duda tinha ido embora e segui até o quarto dos meus pais para ver se meu pai estava realmente dormindo, ao me aproximar do quarto comecei a ouvir pequenos gemidos, na hora percebi o que estava acontecendo fiquei alguns segundos sem reação até decidir seguir em frente e abrir a porta devagar,ao abri-la vi o que eu nunca imaginei, minha melhor amiga cavalgando em cima do meu pai, eu ja havia visto meu pais transando alias sempre espiava eles transando, mas ver minha amiga sentando no meu pai, ver a bucetinha dela engolir o pau do meu pai foi algo que me fez sentir uma raiva e um tesão enorme, continuei ali observando e ouvindo os gemidos o sexo era tão intenso que não notaram minha presença continuaram fodendo, meu pai comia ela de forma que eu nunca tinha visto e ela começou a gemer mais alto e falar: – Me come tio, fode essa bucetinha tio Caio vai! Meu pai começou a socar com mais força ela começou a gritar que iria gozar então meu pai a virou de bruços e socou de forma que eu até me assustei, ala deu um grito de prazer enorme, ala teve um orgasmo que chegou a se tremer, dava pra ver a bucetinha dela toda gozada, foi quando ela se sentou na cama e viu que eu estava parada na porta….CONTINUA!

SE QUEREM O FINAL DESSE DIA MUITO LOUCO DIGAM NOS COMENTARIOS

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,40 de 5 votos)
Loading...