Filhinhos

Tinha meus 16 anos quando tudo ocorreu. Morava eu, meu pai, meu tio de 41 anos, separado e o meu sobrinho. Meu sobrinho tinha na época menos do que meia dúzia de idade, a mãe dele fugira com outro homem e deixou o pequeno aos cuidados do pai.
Meu tio, Osvaldo era muito cuidadoso com o pequeno Leonel, ele dava banho comida, e tudo mais, nunca passou pela minha cabeça que pudesse haver algo além da relação de pai e filho entre os dois.
Era uma sexta-feira, Tinha saído mais cedo da escola, então fui direto para casa, isso de manhã, achei que meu sobrinho estava na creche e meu tio no trabalho, mas quando cheguei em casa constatei que meu tio Osvaldo não foi ao trabalho. A porta da frente de casa ficava trancada e a dos fundos encostada, então cheguei , rodiei a casa e entrei pela porta dos fundos, então quando passei pela porta do banheiro, visualizei uma cena que me deixou perturbado e também excitado, me escondi rapidamente para não ser visto.
Dentro do banheiro estava Leonel pequenino sentado no vaso, suas pernas nem alcançavam o chão, e seu Pai estava na sua frente com o pau super duro esfregando na cara do meu sobrinho. Leonel passava a língua na cabeça do cacete do pai dele e sorria, meu tio Osvaldo sorria e gemia muito, até que ele passou condicionador no pau e pegou o filho no colo, se sentou no vaso e tentou enfiar no cuzinho miúdo de Leonel, Leonel revirava os olhinhos e fazia força para o cacete do seu pai entrar. Eu estava vendo tudo e não acreditava que aquele pau de adulto entraria naquele cuzinho pequeno, mas entrou, e quando entrou, Leonel gritou, mas seu pai tapou sua boquinha e tentou enfiar mais um pouco, apertava o corpinho pequeno de encontro ao pau, parecia que tentava romper tudo. Leonel choramingou quando o pau entrou tudo. Osvaldo se levantou com o pequenino cravado em seu cacete e foi se agachando no chão onde ficava o chuveiro, então começou a Meter forte em Leonel, que por sua vez parou de choramingar e só se ouvia seus gemidos abafados, seu pai metia descontroladamente, até que urrou muito e tirou o pau lentamente do ex cuzinho do filhinho pequeno. Meu pau estava estourando, sai dalí de fininho e fui pro meu quarto bater uma.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,14 de 14 votos)
Loading...