Eu e minha irmãzinha

Meus nome é davi e minha irmã se chama tais.
Vivíamos só eu, minha irmã e minha mãe, Eu tinha 17 anos na época e minha irmãzinha tinha 9 anos.
Morávamos em uma casa pequena, minha mãe vivia da aposentadoria da morte de meu que faleceu em um acidente quando eu tinha 12 anos.
Por morarmos em uma casa pequena tais e eu dormiamos no mesmo quarto, ela era loirinha, magrinha, baixinha mas ja tinha uma bundinha gostosa e os peitos estavam grandinhos já.
Eu estudava a noite pois cuidava da Taís de dia para mamãe poder trabalhar de dia, um dia mamãe trocou de emprego e começou a trabalhar a noite e eu tive q perde alguns dias de aula até conseguir vaga em outro período para cuidar de minha irmanzinha.
Numa noite assistindo teve fui fussa algo para comer na geladeira, achei um litro de vinho e comecei a bebe, Tais viu e quiz beber também, eu disse que ela não podia, era muito nova e mandei ela dormi.
Me aborreci e mandei ela dormi, quando fui dormir ela tava deitada em minha cama, Falei para ela sair e ela pediu para dormir comigo dizendo que tava com medo por causa do filme que assistimos, eu disse que não e ela me chantageou dizendo que se não deixassei iria contar a mãe que eu tinha bebido vinho.
Então deichei ela dormi comigo contanto que não contasse nada, ela dormiu de pijaminha tipo calção folgado e bruzinha, eu de cueca e camiza.
Ela dormiu no canto da cama e eu no outro, durante a noite acordei e ela tava encostadinha em min de costa, quando notei ela tava com a bunda bem no meu cacete, e mesmo sendo muito novinha e magrinha tinha uma bunda muito gostosa, comecei a sentir muito tesão e comecei a passa mão na perna dela e fui subindo com a mão por dentro do calção, notei que ela estava sem calcinha, então comecei a acariciar a bunda gostosa dela, com o outro braço a abracei com cuidado para não acordala e comecei a aperta seus peitinhos.
Logo eu estava duro de tesão, com cuidado abaixei um pouco o calção dela e coloquei minha rola no meio da bunda dela e comecei a passa mão na bucetinha dela e a masturbala dormindo.
Quando noite ela estava gemendo bem baixinho, penssei comigo “Que vadiasinha , tava acordada todo este tempo”, comecei a esfregar forte minha rola em sua bua e meti a mão forte em sua bucetinha gostosa, ela ja estava molhadinha.
Terminei de tira seu calção e falei em seu ouvido, “Quer brincar gostoso com seu mano”, ela só gemeu e aceno com a cabeça, comecei a esfregar a minha pica de 18 cm na bucetinha dela e ela começou a rebolar na minha pica, ainda estavamos de concinha, coloquei a cabecinha na entrada da bucetinha dela e comecei a força a entrada, começou a entrar facil de mais a vadia já não era mais virgem.
Quando persebi falei alto “A cachorra, então vc ja deu sua chaninha a outra pessoa”, ela deu uma risadinha e eu disse “Vou mete fundo então, hj eu te regaço todinha”.
Tirei o resto da roupa dela, a deitei na cama e coloquei com força minha rola na bucetinha dela, ela deu grito e pedeiu “Devagar irmão ta machucando”, continuei metendo forte e ela gemia e apertava minha costa, falei no ouvido dela ” A partir de hj sua bucetinha é minha e vou te fode sempre e vc nao vai contar a ninguém entendeu ?”
Ela respondeu ” Ta bom eu não conto mas vai de vagar ta duento”
Então a botei de quatro e soquei na chana dela, comecei a meter rapido e forte ela ja tava toda lamecada e ela começou a gemer alto ate que senti ela esmucerer, ela avia gozado e pediu para parar eu repondi que não, que ainda não tinha terminado de fuder ela, passei a mão na bucetinha dela e ensopei a entrada do cuzinho dela.
Ela me pergunto oque eu ia faser, coloquei a cabecinha da minha rola na entrada do cuzinho dela e forcei a entrada, então ela gritou “Ai não, Ai não, para ta doendo”
Então forcei com tudo e botei de uma vez, ela esmureceu de vez e se agachou para sair, puchei ela pela sintura e comecei a comer gostoso aquele cuzinho virgem, Quando noite que ela ja estava se acostumando comecei a meter mas forte ate que gozei tudo dentro dela e ela gemeu alto.
Quando a larguei so soltei e ela desbruçou na cama, quando liguei a luz a cama tava ensopada de gozo e um pouco de sangue que saiu do cuzinho dela.
Fiz ela levantar e ir no banheiro se limpa, troquei e escondi o lençol, botei o despertandor para despertar uma hora antes da mãe chegar, fiz minha irmã deita comigo sem roupa.
No outro dia no café da manhã com a mãe ja em casa, Tais veio e sentou no meu colo e a mãe perguntou como foi ontem, Tais logo respodeu “Foi bom mãe brincamos juntos ontem e hj vamos brincar de novo”
mamãe logo disse para na ficarmos de fulia ate tarde e que bom que aviamos nos divertidos.
Depois deste dia minha irmanzinha virou minha putinha e hj dia ela é casada e muito gostosa e mesmo casada de vez em quando aindo fodo ela…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 3 votos)
Loading...