Minha filha adotiva 2

Priscila ondou meio mancando por alguns dias e eu fiquei cheio de remorso, jurei nunca mais fazer isso, mas 2 semanas depois o remorso passou e voltei a acariciar ela de novo, as vezes mesmo com minha mulher em casa eu dava um jeitinho de acariciar Priscila.
Eu tinha que ficar sozinho com aquela menina de novo, dai inventei um motivo pra minha mulher ir buscar um documento numa cidade vizinha, eu sabia que ela levaria pelo menos umas 3 horas pra ir e voltar.
Levei Aline ate o ponto de onibus.
assim que cheguei em casa eu comecei a diversão, tranquei toda a casa, fechei as janelas e as cortinas e tirei toda minha roupa, fui atras de Priscila, ela estava sentada no sofa vendo tv, fiquei parado na porta admirando ela, meu pau ate pulsava de tanto tesão.
Quando ela olhou pra tras me viu pelado, ela olhou assustada para meu pau e se encolheu no canto do sofa, me aproximei dela e fiz um carinho nos cabelos dela, coloquei ela em pé no sofa e fui tirando a rooupa dela, tirei o vestidinho, a sandalia, a calcinha, ela ainda estava assustada, comecei então brincar com ela, fazia cocegas, escondia, em poucos minutos estavamos correndo pelados pela casa, a cada abraço eu apertava meu pau contra ela.
Levei ela para meu quarto deitei ela na cama e comecei a fazer carinhos nela, alisava seu corpinho, beijava suas bochechas sua boquinha suas perninha, não resisti e mergulhei minha boca e nariz na sua xaninha, uauuuuuuuuu que cheirinho incrivel, o gosto era melhor ainda, era meio salgadinho, não sei se de xixi ou se mesmo sendo tão pequena já gozava, só sei que eu chupei ela por muito tempo, depois coloquei ela de 4 e lambi seu cuzinho, que garotinha incrivel, ela obedecia tudo que eu mandava ela fazer, ela dançou pelada, eu deitei na cama e ela ficou em pé com as pernas abertas dançando, eu mandava ela abaixar a bucetinha ate minha boca e dava um beijinho, ela subia abaixava e cada vez que ela abaixava ganhava um beijinho na xaninha, sem resisti mais, eu coloquei ela de 4 melequei seu cuzinho de creme, encostei meu pau e fui empurrando, tava dificil entrar, o cuzinho dela era muito apertado, e isso me excitava ainda mais, fiz força e cabeça entrou, ela deu um pulinho e resmungou que tava doendo, eu segurei ela pela cintura e não deixei ela fugir, fiz movimentos de vai e vem e meu pau ia atolando cada vez mais naquele buraquinho, de repente ela diz, papai quero fazer cocô, fiquei chateado, ainda insisti um pouco, mas ela repetiu que queria fazer cocô.
Sentei ela no vaso e fiquei esperando, eu ate pensei que fosse apenas impressão dela, ela demorou tanto que meu pau ate murchou, mas quando menos esperava eu ouvi o barulho do xixi dela saindo, em seguida ela começou fazer cocô, eu achei estranho, mas aquele cheiro de xixi e cocô , o barulho, tudo isso foi me deixando excitado, mas ainda bem ela terminou logo, ela se limpou e voltamos pra cama, coloquei um filme porno no video DVD e fui mandando ela fazer igual no filme, ela me chupou, me beijou, alisou meu pau e meu saco, coloquei ela de 4 e cai deboca no cuzinho dela, estava um cheiro ainda forte mas eu não parei de chupa la, passei mais creme no cuzinho dela e voltei a empurrar meu pau, forcei um pouco e a cabeça entrou, fui empurrando e meu pau deslizava sem parar, logico que ela reclamava e tentava fugir mas segurava firme e empurrava, nossa, o cuzinho dela piscava sem parava tentando empurrar meu pau pra fora, mas eu não deixava, comecei o vai e vem, ela choramingava baixinho, fui socando naquele cuzinho cada vez mais forte, era incrivel meu pau atolava todinho no cuzinho dela, nunca imaginai que uma menina de apenas 7 anos aguentaria um rola toda no cú, quando estava prestes a gozar eu acelerei os movimentos e explodi em gozo, enchi o cuzinho dela de leite, tirei meu pau ainda duro e esfreguei na carinha dela, reparei que ela estava com o rostinho vermelho e os olhos molhados (ela chorou um pouquinho)
Tomamos um otimo banho, depois brincamos mais um pouco, mas so sexo oral, quando minha mulher estava quase chegando arrumei Priscila e ficamos vendo tv.

Ps: é apenas um conto Erotico, tudo escrito é 100% fictício

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...