,

A gente até tenta ser fiel mas não dá

16-06-16 1 ★ 0.00

Bom antes de começar a contar o conto eu me chamo marcos nome (ficticio) tenho 26 anos sou alto 1.87 nem magro nem gordo tem um corpo normal branco sou nao tenho pelos no corpo a nao ser na barba e nas pernas o que mais destaca em mim é um belo sorriso safado e sou muito cheiroso.

Vamos ao conto,
Tudo começou em uma tarde no meu trabalho percebi que uma mulher novinha por volta dos 20 anos me olhava sorria pra mim em uma tarde trabalha mais afastado dos colegas na parte da produção da fabrica e a patricia vamos chama- la assim se aproximou de mim ela tem uma boca carnuda linda um sorriso cativante envolvente um corpo normal um pouquinho de barriga uns peitos fabulosos e um bundão, ela se aproximou e começou a puxar conversa perguntou meu nome, minha idade, se eu era casado essas coisas e conversamos e no dia seguinte a mesma coisa já havia traido minha esposa mas tinha decidido nao trair mais, mas como todos sabem com mulher assim a carne é fraca kkk, seguindo no dia seguinte trocamos telefone ela me disse q era casada mas as coisas não iam bem em sua casa e entre as nossas conversas as coisas esquentaram e a gente falou do q gostamos na cama na hora da foda e trocamos fotos intimas e marcamos um encontro para outra semana no dia marcado estava quase saindo de casa pois nos entravamos no serviço as 15:00 hrs e quando estava pra ir para o encontro ela me disse que nao poderia sair pois o marido esperava uma encomenda fiquei chateado e me fiz de conformado ela percebendo perguntou se eu tinha coragem de ir la na casa dela topei na hora disse pra mim chegar após as 07.10 pois o meu novo amigo sairia as 70:00 para trabalhar eu cheguei la 07:15 da manha assim que cheguei eu avisei e ela me disse entra doidokkk minha casa esta aberta pra vc.
eu: oi tudo bem linda.
ela: melhor agra.
eu: nossa vc ta uma delicia nesse vestidinho.
ela: magina vc que ta um tesão nessa roupa.
ela estava com um vestido curtinho preto sem detalhes estilo viuva negra eu estava de bermuda jeans meia larga uma camiseta simples oculos corrente e relogio, eu pedi agua a hora que ela virou aquele bundão pra mim não resisti ja fui roçando meu pau naquela bunda gostosa ja até esquecemos da agua puxei ela contra a parede eu de costas para a parede e ela roçando a bunda no meu pau eu beijando sua boca apertando seus peitos ela rebolando no meu pau nos gemendo mas com a boca colada quase nao se ouvia minha mão deslizando em sua barriga chegando em sua bucetinha virei ela e voltei a beija agora tirando seu vestido por cima nossa q delicia quando pude ver aqueles peitos brancos com os bicos rosados cai de boca chupando aqueles peitos como se fosse a ultima coisa que eu fosse fazer na vida chupei mordisquei mordi os biquinhos tudo isso brincando com os dedos em sua bucetinha pois avia tirado sua calcinha de lado ai ela se levantou voltou a beijar minha boca e tirando minha camisa e meu shorts estou so com uma cueca box branca com listras vermelhas e ela apenas com uma calcinha fiozinho lilas ela me pega pela mao eu a deito na cama volto a beija-la mordendo queixo beijando seu pescoço lentamente chegando em seus maravilhosos seio q delicia so de lembrar me causa arrepios fui decendo barriga ate chegar em sua bucetinha ainda com aquela calcinha que chupei ainda de calcinha tirei lentamente sua calcinha te olhando nos olhos e ataquei sua bucetinha como se fosse um leão atacando sua presa chupei mordisquei soquei um dois dedos alternava a intensidade hora mais tranquila hora mais intenso fui chupando sua bucetinha e molhando seu cuzinho e fui tentando por o dedo que pra minha surpresa ela me disse coloca que eu vou ficar maluca coloquei fui abrindo caminho com um e chupando sua bucetinha até que ela me diz para que vou gozar eu chupei ainda mais e fui presentiado com o seu gostinho volte a beija-la e logo ela me fez deitar na cama e foi beijando minha boca pescoço queixo torax barriga e foi bem devagar até morder meu pau bem devagar por cima da cueca foi babando nele muito gostoso tirou meu pau e começo a lamber bem devagar a cabecinha depois começou a sugar a cabeça do meu pau e começou a mamar gostoso me fazendo explodir de prazer quando vi q nao suportaria muito pedi pra ela sentar no meu pau e ela obidiendemente fez o q pedi sentava me olhando nos olhos e aquela bucetinha linda rosada engolindo meu cacete isso me deixava maluco abracei ela forte e dava fortes estocadas naquela bucetinha gulosa e com maestria virei e cai por cima dela o pau deu uma escapada mas logo acetei ela de novo q nem precisei usar a mao dava umas 5 bombadas em seguidas e do nada parava e dava uma forte olhando em seus olhos dizendo que ela era minha putinha e voltei a socar feito louco quando vi q iria gozar ela me pediu leitinho nao deu outra gozei em sua boca ela começou a me chupar e dei umas 5 ou 6 garfadas em sua boca gulosa que engoliu tudinho e continuou mamando pq me disse que eu so iria pra casa depois de fuder seu cuzinho adorei meu pau ja estava a ponto de bala ela se colocou de 4 eu chupei sua bucetinha seu cuzinho dexando babadinho dei umas bombadas em sua bucetinha linda para lubrificar meu pau soquei os dedos em sua bucetinha e depois em seu cuzinho para que ele ficasse lubrificado e ela se abrindo pra mim coloquei meu pau ela gemeu feito cadela pra cabeça passar quando passou eu esperei ela se acostumar um pouco e logo fui penetrando com calma e vi meu pau sumindo naquele cuzinho guloso quando entrou tudo fui lentamente colocando e tirando até q ela disse soca q eu estou pronta dei uma fincada forte ela tentou dar uma fugida e eu disse so saiu daqui depois que arrombar esse cuzinho e fui fudendo e ela gemendo e tocando em seu grilinho e ela chamava o marido de corninho de ruim de cama q so fazia papai e mamae q tava sendo putinha na pica de um macho eu socando a minha rola em seu cuzinho puxei seu cabelo e dei um tapa em seu rosto e disse putinha minha não fala nem no corno ela disse sim senhor meu macho adorei isso e meti gostoso até encher aquele cuzinho guloso de porra fiquei com meu pau intalado em seu cuzinho ate sair de la se recompomos apos um breve descanso se levantamos fomos para o banho la ela me chupou gostosamente até eu gozar em seu rostinho lindo foi uma delicia ver aquela safada com a cara toda gozada tomamos o banho se vestimos tomamos um café se beijamos muito e fui embora essa historia é verdadeira se afastamos um pouko pois começou a rolar um sentimento por ambos e nao queremos isso mas de vez em quando ainda rola uma foda dessas bom sou do interior de sp mas precisamente em campinas sou homem minha mulher nem sonha com as coisas que eu faço as mulheres interessadas deixam email ou skype que será um prazer responder todas não ligo se vc namora se é solteira se é casada ou viuva desde que queira de verdade conhecer e ter a nossa historia contada aqui bjinhos safadas espero retorno fui bjus.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

,

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Anônimo

    Me passa o zap dessa putinha safada 016981725968