,

Eu e meu irmão, iniciação

16-06-16 19 ★ 0.00

ola meu nome é Vera, hoje tenho 18 anos, a história que vou contar aconteceu quando eu e meu irmão gêmeos, tinhamos de 7 anos até meus 10 anos.
nessa época, meu pai comprou um sitio, e no inicio estava muito empolgado, o sitio éra muito bonito, várias árvores frutíferas, lago de peixes, campo de futebol e piscina.
íamos todos os fins de semana porque era pertinho, morávamos no rio e o sitio era em teresopolis, meu pai colocou la para cuidar do sitio, um senhor que devia ter seus 60 anos, mas era forte e não aparentava a idade que tinha, logo na primeira vez, que fomos para la eu e meu irmão ficávamos brincando muito e sempre íamos desvendando todos os cantos do sitio, tínhamos nessa época 7 anos e já éramos bem safadinhos, porque em casa, sempre víamos nossos pais brincarem em cima da cama, os dois na maioria das vezes estavam pelados, ficávamos escondidos assistindo e eu aproveitava para brincar com o piruzinho do meu irmão, sempre ficava durinho mas ele não gostava muito, ai eu mandava ele brincar com minha bucetinha, que já era bem gordinha e eu já tinha um grelinho bem saliente e ele adorava ficar chupando meu grelinho, não sentíamos nada, mas era muito gostoso ver o pauzão do meu pai e a bucetona da minha mãe, depois de assistir por muito tempo, saiamos de fininho e íamos para nosso quarto continuar a brincadeira, meu irmão adorava ficar chupando meu grelinho, continuando, la no sitio, íamos cada vez mais longe, meu pai quando chegamos falou que não tinha perigo se não chegássemos na beira do lago, andávamos muito e parávamos para descansar, logo nesse primeiro dia, quando estávamos descansando, houvimos um gemido bem perto de nós e fomos escondidos e sem fazer barulho ver o que éra e vimos o senhor do sitio com um piruzão muito grande, ( muito maior que o do nosso pai) tocando punheta e derrepente começou a sair muito creme do pauzão dele e ficamos admirando bem quetinhos, não podíamos nos mexer para ele não houvir o barulho, mas nessa hra, meu irmão foi sair e pisou num graveto e fez barulho e o senhor olhou e viu a gente, perguntou o que fazíamos ali, se nós tínhamos visto alguma coisa, falei na mesma hra que tinha visto ele batendo punheta e que tínhamos gostado, ele então mandou nós nos aproximarmos e ainda com o pauzão de fora e já meio mole e babando muito, perguntou se queríamos brincar com o piru dele, meu irmão logo se assanhou e falou que sim e eu falei também que sim mas queria saber o que ele ia fazer com a gente, ele falou que so ia deixar a gente brincar a vontade e so ia ficar passando a mão na gente, nesse momento meu irmão já estava segurando o piru dele que já dava sinal de ficar duro novamente, ele se sentou, mandou tirarmos a roupa, sentamos um de cada lado e ele mandou meu irmão ficar lambendo a ceça do pauzão dele que estava ainda toda melada e começou a passar o dedo na minha bucetinha e no meu cuzinho, isso ele fazia com uma mão, a outra ele brincava com a bundianha do meu irmão e ficava passando o dedo no cuzinho dele enquanto ele lambia seu piruzão, depois de um certo tempo ele mandou eu chupar e trocamos de lugar e eu também fiquei lambendo a cabeça, porque nçao conseguia enfiar na minha boca, isso se passou uma hora mais ou menos derrepente ele falou para nos dois ficar lambendo que ele ia soltar leitinho e que era para engolirmos que fazia bem para criança, logo logo ele gozou muito na nossa boca e engulimos tudo, ai ele falou para nos limparmos e voltar para casa porque nossos pais já deviam estar preocupados e nos procurando, mandou a gente guardar segredo da nossa brincadeira e que nos esperaria no outro dia no mesmo horário, bancei a cabeça e disse sim e fomos embora porque já estava quase na hra do almoço, quando chegamos em casa minha mãe perguntou o que estávamos fazendo que demoramos tanto e dissemos que fomos andando vendo tantas coisas bonitas e que ainda falta muito para conhecermos, (o sitio é muito grande) almoçamos, meu irmão foi dar uma cochilada, meus pais tambem e eu fui andar no quintal e quando vi estava na frente da casa do senhor caseiro, ele estava sentado pelo lado de fora, me comprimentou e perguntou se eu havia gostado dea brincadeira, se eu tinha gostado de chupar o piru dele, falei que sim e se se ele quisesse brincar novamente agora, meus pais estavam descansando e ele podia brincar ali mesmo na casa dele
ele mais que depressa mandou eu entrar e tirou a calça e o piru dele já estava durão, mandou eu lamber e dessa vez tentar enfiar pelo menos a cabeça dentro da boca e eu fui tentando até conseguir e então ele ficava enfiando e tirando da minha boca e seu piru começou a babar e eu ia lambendo enquanto ele brincava com minha bucetinha e meu cuzinho, ele molhava o dedo e ficava tentando enfiar e aos poucos o dedo ia entrando, tanto na bucetinha como no cuzinho, ai ele tirou o pau da minha boca e mandou eu ficar de 4 no sofá e falou que ia brincar no meu cuzinho e na minha bucetinha que estava toda melada, mesmo eu ainda não ter gozado, mas sentia muito prazer e achava muito bom, então ai ele começou a brincar, ora no cuzinho e hora na bucetinha, gospia na cabeça do pau dele e ia tentando enfiar, derrepente senti uma tremenda dor no meu cuzinho e ele falou que tinha conseguido enfiar a cabeça que era para eu me acalmar que a dor ia passar e ele ia continuar, perguntou se eu queria, eu falei que estava com medo de doer muito, ele disse que so ia doer no inicio mas que depois ia ficar gostoso, ai eu falei então pode, nesse momento meu cuzinho já havia parado de doer e eu falei para ele continuar, ele então tirou ela para fora e começou novamente a enfiar, s csbeça entrou logo e não senti nenhuma dor, so um negócio estrando e gostoso, então ele ia enfiando nbem devagar e perguntando se eu estava gostando, eu nem conseguia falar e balançava a cabeça que sim e ele foi enfiando, quando tinha entrado a metade ele parou e mandou eu relaxar, dai a pouco falou que ia brincar de enfiar e tirar e que era para eu dizer se estava gostando, ele ficou socando inicialmente devagar depois um pouco mais forte e falou que ia encher meu cuzinho de porra e soltou tudo la dentro, eu adorei, e nessa hra houvi meu irmão me chamando fiquei quietinha e depois de me arrumar sai pelos fundos e gritei para ele la do mato e ele veio se encontrar comigo, minha calcinha estava toda melada porque a porra dele estava escorrendo e me lambusando, fomos ate a beira do lago e eu tirei minha calcinha, falei para ele que tinha mijado na calça e precisava lavar para minha mãe não achar ruim, fiquei de 4 na beira da lagoa para lavar minha calcinha e derrepente o senhor chegou sentou do meu lado e começou a passar a língua no meu cu que ainda estava arrombado e falou, seu cuzinho esta lindo, você quer mais, meu irmão havia se afastado para pegar umas jabuticabas e não tinha visto ele ainda, eu então falei que tinha que ir para casa mas que se meus pais fossem sair que eu ia la sim e ia levar meu irmão para ele fazer com ele a mesma coisa… depois conto a segunda parte

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)

,

19 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Leonardo

    Oi linda adoraria trocar experiências com vc meu nome é Leonardo tenho um casal de filhos meu e-mail é [email protected]
    Tbm sou de Teresópolis

  2. Cheese

    Impressionado como crianças de sete anos dão o rabo pra paus gigantes como se fossem mulheres são indústria pornô!
    Fodem com o rabo bem melhores que as mulheres que já comi.
    Ah vá!

  3. Débora

    Nossa me add , gosto de tc sobre o assunto 5185511791

  4. Anomino

    Como faço para falar com vc ?

  5. cris

    me add 5186332183

  6. anónimo

    Me add em algum grupo tenho videos de incesto e fotos pra troca 4398013151

  7. 20cm

    21991665756

  8. marcos

    gatinhas me chamem no whats 048 9982-4766

  9. Cristiano

    Adorei seu conto, quer ver minha rola , putinha 82 988078872.

  10. Anônimo

    Que delicia! Quem tiver grupo me coloca ai 11948751181.

  11. fabiano

    Oi sou de fortaleza adoro mulheres mais velhas tenho 30 anos se tiver alguma enteressada meu zap é 85 988476922 mulheres até 60 anos

  12. fabiano

    Oi sou de fortaleza adoro mulheres mais velhas tenho 30 anos se tiver alguma enteressada meu zap é 85 988476922

  13. nicoh

    bom

  14. Tarado por novinhas

    Nossa que delícia adorei seu conto

  15. Anônimo

    gozeiii…continua

  16. Alice Word

    Muito bom.

  17. EU

    https://www.contoseroticoscnn.com/2016/06/vovo-e-os-gemeos-02-vizinha-fofoqueira.htm
    ta ali

  18. Horus

    Excitante

    • JOVEM

      QUERO ENTRA NO GRUPO
      FOI BOM GOSTEI MUITO