Eu e a coroa linda da faculdade!

O caso que vou contar agora foi lá por meados de 2002, quando ei frequentava a faculdade.
Estava na epoca com uns 30 anos e hoje 42. Cursava pela manhã e maioria dos colegas falavam que maioria dos esquemas e pegas se davam de noite, seja para saidas após as aulas ou ate mesmo pelos cantos da faculdade ou num rala e rola no estacionamento.
Tinha uma colega coroa que eventualmente pegava carona, uma coroa de seus 50 anos que muito lembrava a atriz Aldine Müller no seu auge da beleza ma década de 80.

Por ser casada, não me arriscava a passar o sinal, muito embora nas épocas de calor gostava de cair o olho em seu corpo, bundinha, e tentar cair o olho em seu degote, sua boca….’
Ter a visão e imaginar seu corpo nú sempre me despertou minha libido onde corri umas duas ou três vezes ao banheiro da faculdade para bater ima bronha tamanho tesão que a coroa me causava.
La pelo 8 semestre faltando quase um ano para terminar o curso, tive uma bela surpresa e presente antecipado de formatura.
Maria, me convidado para voltar de carona em um dos dias de calor, entra no carro e mete a mão na minha perna e fala diretamente: vc ta terminando o curso e pelo jeito não tomou nenhuma iniciativa. Porque?!
– Como assim Mariazinha?!
– Não te faz de louco… de longa data vejo que vc me come só com os olhos. Queria saber porque você nunca te passou comigo. Já te vi de pau duro mais de uma vez quando te dei carona. Sempre levei para o lado do elogio. Era ora mim que vc ficava assim?!
Dei uma gaguejada e falei.
– sim! Nunca me passei contigo por ser casada e transparecer ser recatada.
Ela deu um sorriso e disse:
– sim, sou mesma. Nunca pulei o muro, mas criei um carinho e meu respeito por ti. Nunca nenhum outro homem, nem meu marido de longa data me admirou com os olhos e com tanto carinho, conversas como você. Tive pensando e decidi recompensa-lo por tudo isto desde que seja absoluto segredo ao nosso.
Fiquei pasmo e com cacete duro, mas ainda sem reação.
Mas ela, sendo ainda mais direta, pegou minha mão e pôs no peito dela e disparou:
– se quer ver e ter eles ainda hoje, faz alguma coisa agora:
Não tive mais dúvidas: me aproximo dela e nos demos um bom e longo beijo.
Olhei para os lados e, com o estacionamento ainda meio vazio, dia nublado e o carro dela com película escura, peço a ela se ela pode me mostrar os peitos.
De pronta e com uma blusa meio folgada, ela afrouxa o sutiã, levanta um dos peitos e caio de boca com aqueles peitos lindos, grandes e com os mamilos durinhos e enpinado, caio a mamar aqueles peitos.

Olhei pra ela:
– Hoje e semana acadêmica. Vamos matar a aula que não tem e vamos pro motel aqui perto.
– Era a iniciativa que esperava de você….
Demos meia volta e em dez minutos estavamos no quarto do motel. Meia boca mas tava valendo.
Fomos logo tirando a roupa e finalmente vejo ela nua… O corpo mais que atendia minha expectativa, parecendo um corpinho de uma mulher de seus trinta e poucos.
Fomos pro banho, indo ela primeiro pro banho.
Uma vez de banho tomado, encontro ela sentada num cadeira do quarto e vai diretamente para me ajoelhar na frente dela para mamar seus peitos. Caio de boca neles chupando gostoso durante longos minutos. Ela senta mais na beirinha da cadeira e conheço a dedilhar sua bucetinha, já molhadinha.
Peço a ela para deitar na cama e começo a chupar aquela buceta carnuda onde seus gemidos e susurros para chupar sua xota ela me puxa para cama, onde me deito e ela começa a chupar meu pau gostoso… logo estamos num 69 onde chupo sua buça, lubrifico meu dedo e começo a enfiar o dedo no cú dela, que era apertado. Ela me pede calma pois nunca tinha dado a bunda.
Depois se troca de chupadas ela sai de cima de mim e cai para o lado e diz:
– vem fazer amor comigo!!!!
Ela se posiciona deitada e abre as pernas. Tenho a visão do paraiso vendo aquela buceta comno s pentelhos depilados em formato de triangulo e uma racha super linda.
Penetro ela devagarinho até o talo e começo a fazer um sexo gostoso, com as pernas dela me entrelaçando comecando um gemido leve mas que me enche de tesão até as entranhas de minha alma. Pronto! Estava realmente apaixonado pela coroa, ainda mais com ela me dizendo fixamente nos meus olhos:
– sou tua…. continua metendo gostoso…
Não demorou e ela soltando gemidos e falando me ama…. mete… explodi num orgasmo enchendo a vagina dela de porra…
No que tirei o cacete de dentro dela saia tanta porra que não parava mais.
Me deitei ao lado dela e ainda com o cacete meio duro ela caiu de boca chupando cacete e a cabeça do pau por uns instantes
Deitamos de lado olhando um para o outro. Vejo de perto aqueles olhos castanhos lindos bem pertinho de mim com um leve sorriso no rosto e começa a me falar.
Tou aqui contigo porque sempre me respeitou, embora percebe-se que em alguns monentos me comesse com os olhos. Me tratou com carinho e sempre me ouvia em todos os momentos. Adorava quando vc ficava fulo da cara quando te contava que o agora corninho me enchia o saco ou me aprontado alguma. Mas quero te dizer que de agora em diante teremos apenas esta amizade colorida. E quero sigilo… assim podemos de vez em quando nos dar este mimo de virmos no motel e fazer um sexo gostoso como agora. Me sinto um misto de princesa, rainha e puta…

Ademais, meus filhos… amigos e parentes nunca vão aceitar direito um relacionamento. Te quero apenas como um cacho e alguém para fazer um sexo gostoso, poder conversar as vezes com alguem abertamente e soltar a loba dentro de mim.

E nisto ela fala ainda: você gozou pacas dentro de mim… tou com porra saindo até agora…
Concordei com o que ela falou e resolvemos ficar toda manhã e parte da tarde no motel. Liguei para o trabalho dizendo que tinha que resolver algo pessoal e ela ligou para empregada dizendo que iria comer na faculdade e aproveitar para fazer um trabalho.
Isto já era umas 9:30 passada.
Conversamos, trocamos idéias, e começamos a nos trocar carícias novamente, chupar os seios dela, chupei gostoso a buceta até gozar.
Ela dai começa me chupa o caralho querendo agora que eu goze na boca dela. Queria sentir o gosto e ter minha porra descendo garganta abaixo. Dei outra boa ejaculada, não tão intensa como a primeira, mas vendo ela chupando a cabeça do meu pau saindo um pouco do meu leite pelo canto da boca e ouvindo …glump…glump… engolindo toda porra.
Paramos e pedimos um petisco e algo para beber para o serviço do motel. Tudo meia boca, mas nem demos muita bola.
Passado isto, desta vez ela pede para me levantar e ficar na beira da cama onde ela se colocou de quatro enpinando a bunda, onde entre as suas nadegas vejo a bucetinha e o cuzinho expostos, pede pars meter novamente na buceta…
Olhando aquela bunda enpinada não me contive: quero meter no teu rabinho… ela, meio que se vira e com os olhos apavorados disse:
– no rabo não… nunca dei ou deixei meu marido, que foi meu unico ate hoje, meter pois tenho medo de doer… ja tentei meter os dedos e o consolo mas é desconfortável. Vai doer!!!!
– mas garota, você tentou lubrificar antes de meter?!
– Não!!!!
Vejo entre as camisinhas que o motel oferece dois sachês de lubrificantes e pergunto:
– confia em mim?!
– sim, bastante.
Entao abro os saches, ponho nos dedos e começo a meter devagarinho para lubrificar… lubrifico o cabeção e o penis e peço a ela relaxar e “deixar o amor entrar”
Ela vai se soltando largando
…aiiíi…. devagar… VOCÊ TÁ CRAVANDO O PAU NO MEU CÚ!!!!
Entrando o cabeção e o resto começo a fuder devagarinho e aumentando o vai e vem….
Ouço ela falando:
– cachorro! Voce ta conseguindo comer meu cú… mete gostoso…
Vendo ela transando assim, era a coisa mais linda…. seus gemidos… suas palavras de ordem aclamando “meu rabinhoooo… sou tua… mete… soltando um aahhhmmmmm… me enche de porra de novo…
Terminei dando uma gozada no rabo dela
– você tirou o cabaço do meu rabo!
– E rabo tem cabaço?!
Rindo
– voce entendeu, você foi o primeiro! Que tesão! Voce vai ser o dono do meu rabo!!!!
Agora Te Amo! Eu amo meu amante…

Durante a faculdade nos encontramos e frequentamos pelo menos umas 3 vezes por mes motéis durante quase um ano até me formar… depois disto, me formei e foi uma vez ou outra fomos em algum motel… e paramos de nos ver, falando raramente por telefone.

Saudades da minha coroa!!!

Se tiver alguma coroa que queira mandar fotos e suas historias, me mande.
Tambem tou no aguardo de receber fotos e videos de novinhas.

Picardiasetaras@gmail.com

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...