# #

Perdendo o cabaço no escuro

487 palavras | 4 |3.75

Olá, me chamo Safira, tenho 25 anos e o q vou contar hj aconteu quando eu tinha 15 anos…
Na epoca meu corpo ainda estava se formando, peitos medianos, bunda mediana tbm e um corpo bem esbelto…
No dia que aconteceu isso era um dia chuvoso mas estava bem abafado como sempre é no Rio de Janeiro, eu e a família do meu namorado estavamos nos arrumando para ir no casamento de uma prima deles, mas na ultima hora eu e meu namorado desistimos de na ultima hora, sabendo que a casa ia ficar livre pra nós dois a noite toda…
Quando eles sairam nós pedimos uma pizza e ficamos vendo um filme, quando passava umas cenas de sexo dava pra vê q ele ficava excitado, mas eu nem ligava.
Antes do filme acabar, eu fui trocar de roupa, mas nesse pouco tempo a luz acabou, então fomos para a varando do quarto dele e ficamos nos pegando um pouco alí, ele sempre tentando algo a mas e eu falava sempre que não.
quando vimos q o pessoal do condomínio estavam indo se sentar nas suas portas, fomos para o terraço, aonde teríamos mais privacidade.
Antes de irmos tranquei a porta da sala e levei comigo um copo de refrigerante.
chegando lá, de propósito ele derrubo o copo cheio em cima de mim, e eu furiosa desci e fui troca de roupa no quarto dele.
Quando eu entrei, esqueci de trancar a porta e ele entrou em silêncio e como o quarto estava escuro não vi ele entrando, quando dei por conta, ele estava atrás de mim só de cueca e sussurrou no meu ouvido: hj a noite vc perde o cabaço; quando eu escutei isso, entrei em desespero e tentei sair dali, mas ele ja tinha me agarrado e me tacado na cama.
ele vei pra cima de mim todo guloso, como se tivesse atrás de uma presa, ele foi arrancando o meu top q eu estava e minha calcinha, eu estav indo ao delírio mas nao queria demonstrar, so ele chupando a minha ppk eu gozei na boca dele e ele me chamando de puta e falou q eu ia sentir um pau pela primeira vez na pele, sem camisinha, eu fiquei deseperada, ele abriu minhas pernas e enfiou sem dó e nem piedade; que dor a eu senti, sangrei muito, mas depois a dor foi sumindo e o prazer tomando conta de mim, mas o filho da puta era ruim de goza, eu ja tinha gozado umas 3x e ele ainda não, ma quando ele gozou, fou tanta porra q saiu q sujo a cama todo, eu ja esta a desfalecida ele ciu desfalecido e dormi em cima dele, antes dos pais dele chegar, acordamos cedo, colocamos os lençóis pra lavar e passamos o dia com se nada tivesse acontecido.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,75 de 8 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder MAX ID:phka8wg4gg36

    tem que dar a buceta mesmo vagabunda, é pra isso que vadias servem …receber gozo dentro do útero e esperar engravidar. …
    queria ter uma chance dessas
    . .

  • Responder Tarado por novinhas ID:e9q2i8d9dl

    Nossa que delícia de conto adorei

  • Responder Marcelo ID:e9q2i8d9dl

    ME ADD 06294142696

  • Responder Anônimo ID:e9q2i8d9dl

    Grupo para whats deixem seu contato pedindo para adicionar