# #

Um ET por nome de jorge (a virgindade)

967 palavras | 4 |5.00

vou contar a minha historia desculpa mais não vó seguir um cronograma
vai ser aleatória e nem sempre terá sexo por que a minha vida nem sempre foi abundante de sexo a propósito foi decepcionante
meu nome é Marciano mais os meus amigos me chamam de JORGE ( são Jorge ) vcs vão saber por que logo logo

tive uma infância pobre não significa que mudou algo hoje em dia
eu tentava conquistar uma menina e só tomava toco tanto que sai da escola e voltei só com 26 anos naqueles curso para analfabeto
antigo ( mobral ) e ainda era virgem besta época foi ai que ganhei o apelido de são Jorge
em uma escola noturna apesar de eu não ser muito bonito eu não sou tão feio assim tenho 1,74 uma mistura de alemão com moreno só branco de cabelos escuros olhos verdes e 76 k
então eu só um cara normal mais meu defeito sempre foi ser um pouco estourado
na escola noturna pesei que esta seria a hora de conseguir um alguém então voltei ao ataque e como sempre comecei a acumular tocos
foi quando eu conheci Adélia Prado digamos uma menina avantajada
ela tinha BUNDA D+ – PEITO D+ – CABEÇA d+ – E UM PESINHO estratosférico ela só tinha 110 k em um corpinho de 1,65 seria que todos a chamavam de dragão a me desculpa esqueci do seu bigodinho que ela jurava que não tinha
bom ela por sua vez começo a dar em cima eu como já tinha tomado tanto toco que aprendi a dar toco tmb mais ela era insistente e nunca desistir e eu acabei aceitando afinal eu já tinha posto como prioridade perder a virgindade neste ano
então em uma noite de sexta feira marcamos de sair depois da escola eu só esqueci que aquela sexta feira era treze
peguei meu palio 98 estacionei do lado de fora da escola e na saída convidei ela para entrar no meu carango coitado do meu palio quando ela sento do lado do passageiro eu senti que ele fico de lado pó vcs precisavam ver eu não conseguia nem dirigir direito eu tinha a impressão que tava dirigindo no colo dela sem contar que o banco sumiu naquela bundinha quando eu ia trocar a marcha do carro tinha que jogar de lado aquela bundinha que tava espremendo o cambio foi quando chegamos ao motel quando pedi um quarto deu para sentir a cara de riso do atendente que olhava para Adélia e depois de dar a chave ainda disse boa estadia entramos no quarto aqueles que tem hidromassagem
ela disse benzinho hoje eu quero vc todinho pra mim ela pediu para eu tirar a roupinha dela peguei por baixo nas sua coxinhas que era mais grande que aqueles pernil de fim de ano em família e seu vestidinho dava para cobrir o fogão não o botijão
sem brincadeira quando ela entro na banheira e foi minha vez eu basicamente tive que encaixar no que resto eu acabei sentado no colo dela por que não tinha mais espaço depois de um banho refrescante lá fomos para cama redonda não sei por que mais acho que a Adélia se adaptou aquela cama como um luva perguntei se ela era virgem por que na escola tds sabia que eu era não acreditavam mais tds sabiam
e abriu as pernas e disse não amor não só mais faz tempo
quando eu vi aquela perereca aberto ela pediu para eu a chupa lá eu la fui enfiando a cara para vcs ter uma noção minhas bochechas tinhas quase o mesmo tamanho das de cada ladinho daquela perereca eu sumi naquela coxas
era ate cheirosa ela tinha se preparado para tirar meu cabaço então ela me puxo . me puxo mesmo que eu deu um 180 grau e ela já sem demora pego meu membro inferior e abocanho eu levantei a cabeça para olhar pó não dava pra ver nd ela com aquela boquinha fez desaparecer meu brinquedinho e olha que ele não é tão pequeno ele tem 19 centímetro e tmb e grosso só que aquela boca comia ate o de um cavalo eu não demorei a gozar pois minhas experiência anteriores era só masturbação ela engoliu minha porra como se fosse Milk Shake foi quando ela me pediu põe tudo aqui benzinho me pego deitado na cama e veio por cima ela disse que ro como no cinemas eu sentando em cima desta tora pó quando ela sento não sei se senti tesão por entro td de uma vez só o dor que quando aquele corpinho desce ate o fim saiu lagrimas ela quase me desloca a coluna comecei a gritar ela que foi benzinho fui muito rápido e doeu quebrar o teu cabaço eu fale sai de cima vc ta me quebrando td vc pesa d+ ela então saiu e fico magoada mais eu mesmo mau conseguia rolar na cama neste dia não teve como continuar um porque ela fico magoada quando eu disse que ela pesava muito coitada eu tmb não conseguia mais tava td quebrado então saímos do motel eu a deixei em casa e graças a Deus já era sábado dia 14 a maldição da sexta feira treze tinha acabado

na segunda feira ela começo a contar para as tuas amiguinhas como foi a nossa sexta feira e aconteceu o pior as amiguinhas dela tmb queria sair comigo mais isto já é outra historia que contarei pra vcs
este conto vai para virgindade por minha conta ok

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 2 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder cara serio ID:e9q2i8d9dl

    é verdade este cara come ate pedra e pensa que é file mignon ele nunca vai ter dificuldade de se aliviar kkkkkkkkkkkkkk

  • Responder Snack ID:e9q2i8d9dl

    Esse cara Marciano parece um cara come quieto que conheco e nao escolhe rango.

  • Responder dll ID:e9q2i8d9dl

    este sim é casador de dragão

  • Responder katyA ID:e9q2i8d9dl

    _kkkkkkkkkk quase morro de rir:kkkk