# # #

Meu grande Amigo preguiçoso mais roludo

1660 palavras | 2 |2.63

Bem a historia que vou contar aconteceu alguns anos atrás, mas a amizade permanece ate hoje.
Eu tenho um amigo que já se conhecemos a muitos anos, quando eramos mais jovens eramos inseparáveis, conseguimos um trabalho juntos que era para vender coisas de porta em porta, como ele e muito preguiçoso e a gente tinha que chegar cedo no trabalho eu tinha que sair mais cedo para acorda-lo, ele morava com seu pai e um irmão, só que o pai e o irmão saiam muito cedo ele ficava dormindo, eles já deixavam a porta do Apartamento sem chave para eu entrar e acorda-lo, eu fazia isso todos osa dias, e ele era difícil para acordar tinha que descobri-lo, sacudi-lo , não era fácil, ele costumava dormir pelado, um dia quando tirei a coberta dele, nossa fiquei abismado ele estava de rola dura e que rola, tem 20 cm e muito grossa, nossa fiquei observado me deu um tesão, ele levantou foi tomar banho mais acho que percebeu que eu fiquei olhando para a rola dele, a minha rola e pequena 14 cm, depois deste dia quasse todos os dias ele esta de rola dura, um dia fui sacudir ele ele não estava dormindo estava fingindo pegou na minha mão e puxou para a rola dele cheguei a pega-la, mais logo soltei e também fingi brigar com ele, na verdade eu havia gostado, assim os dias foi passando.
Um dia conseguimos duas meninas e levamos num apartamento quitinete de um amigo, o apartamento era pequeno tinha uma cama de um lado e outra do outro lado, estava meio escuro, começamos a transar eu modesta parte tenho um corpo sarado, umas pernas bonitas uma bunda linda carnuda saliente durinha bem trabalhada, com a marquinha da sunga, estou lá transando sinto um mão passando na minha bunda, pensei que você a menina, deixei, foi ate tentar colocar o dedo, que na realidade chegou ate entrar, mas pensando tratar-se da menina tirei a mão da minha bunda, depois ele me falou que era ele que tinha colocado o dedo no meu cu, brigamos, ficamos uns dois dias sem se falar frescura e verdade, pois o que eu queria mesmo era poder sentir aquela rola dele, mais não tinha confiança, com medo dele poder comentar isso com os outros amigos, acabamos se separando devido ele ter ido servir o exercito e eu também, porém em quartel diferente.
O tempo passou tínhamos contato mas muito pouco, toda vez que a gente se via ele falava vai lá em casa de manha me acordar, acabei casando com uma mulher que ele também já tinha namorado, mas só namorico nada de sexo, de um tempo perdemos o contado, mas eu sempre pensava nele, cheguei ter alguns relacionamento sexual com outros homens e sempre pensava nele, o tesão que ainda estava recolhido.
Isso se passou uns 20 anos, um belo dia eu tomando umas cervejas num barzinho conhecido, quem aparace ele nossa fiquei super feliz em vê-lo de novo, colocamos a conversa em dia ele soube que eu tinha casado com uma ex namorada dele, e conversamos muito, eu tinha que ir embora, ele então convidou-me passa amanha no meu apartamento eu moro sozinho o pai dele havia falecido, e perguntou tu vai, eu vou, ele então disse vou deixar a porta destrancada como antigamente me acorda quando chegar, marcamos mais ou menos um horário.
No dia seguinte meu receoso imaginando a intenção dele, com medo, mais com vontade , já mais velhos, responsáveis, mas eu fui, quando cheguei logo imaginei o tempo passado, entrei, ele estava deitado, eu com um calção justinho, e uma camiseta, chamei por ele o nome dele Aderbal, ele puxou o lençol que o cobria e de rola dura, nossa parecia que havia crescido mais a rola dele, ele estava peladinho, como sempre, nossa a minha vontade era realmente cair em sima, mais me contive, ele então me fala, vai vem aqui tira a roupa e deita aqui junto, eu disse tu e louco cara, ele me respondeu pó eu sei que tu quer, sei que você gosta, e eu desde aqueles tempos tenho uma tesão nesta bunda, vai deixa de frescura, isso vai ficar entre nos ninguém precisara saber, ele pegou minha mão me puxou, fiz o corpo mole e acabei segurando aquela rola, agora com vontade, tirei minha camiseta, e não aguentei cai de boca pagando um boquete nossa chupei aquela rola todinha o saco nossa que delicia, ele tirou meu calção me deitou de brusso e começou a tentar meter na minha bunda, nossa era é muito grossa eu saia fora ele tentava de novo ate que entrou caralho ele deitado sobre o meu corpo fazia o vai e vem bombava forte, eu gemendo, ele tirava a rola toda para fora e metia de novo, nossa quando passava pelo cuzinho doía muito mais depois passou a ficar gostoso, gozamos muito, ele dizia quanto tempo eu perdi de foder este cu, mordia meu pescoço, colocava a linguá na minha orelha, nossa eu rebolava a bunda naquela rola, gozamos umas três vezes neste dia, que delicia.
Dai passei a frequentar o Apartamento dele, sempre na parte da manha o tesão era de manha, depois de um certo tempo fazendo isso, um dia ele com a rola dentro de´pois de já ter gozado, ele costumava ficar um tempinho com a rola dentro, ele então começou com uma conversa e perguntou sobre a minha mulher, queria saber se ela deixava meter na bunda , se chupava, eu respondi sim ela faz tudo, ele então me disse na época que eu namorei ela eu era doido para meter com ela tinha o maior tesão nela, ela e gostosa, realmente ela e gostosa, eu disse a ele ela esta mais gostosa agora com mais experiencia, ele respondeu eu seu já vi ela, nisso acabou ficando de rola dura de novo e eu acabei ficando exitado também com aquela conversa, ele metia na minha bunda e falava da minha mulher, nossa foi a melhor foda, e ele perguntava você vai deixar eu meter esta rola na bunda dela, eu cheio de tesão falava deixo vai mete gostoso nesta bunda mete ela vai adorar, arromba o cuzinho dela arromba, nossa e gozamos muito, foi maravilhoso, terminamos tomei um banho para ir embora ele perguntou quando vamos meter nela, eu disse calma, não é assim primeiro tenho que ver se ele vai aceitar , tenho que sondar, depois eu te falo.
Aquilo ficou na minha cabeça, no mesmo dia a noite em casa na cama conversando com ela, acabei falando que havia encontrado com o Aderbal, que ele perguntou por ela, a gente nunca tinha comentado sobre o namoro dela com ele, eu disse você namorou com ele, ela me respondeu aquilo não foi nem namoro, foi uns pegas só beijinhos, eu aproveite e disse mais ele esfregou a rola em você, sim claro se a gente se beijava eu sentia que ele ficava de rola dura, ele tentou fazer mais coisas mais eu sai fora, sentiu a rolão dele te cutucando, ele me respondeu nem sei se era grande, mais duro era, e assim acabamos ficando exitados, eu disse a ela ele tem uma rola grossa grande, ela disse e mesmo, eu disse a ela sabe o que ele me falou hoje, que você esta mais gostosa do que antigamente, e que acabou ficando de rola dura só em pensar em você, ela então perguntou você comentaram tudo isso sobre mim, ele falou tudo isso e você aceitou numa boa, eu respondi ele não falou nenhuma mentira, você e gostosa mesmo, e sabe como é bebendo a gente acaba falando certas coisas que acaba ficando exitado mesmo, ela perguntou o que mais falaram sobre mim, que você realmente e gostosa, ele perguntou se você chupa, se faz anal, ela perguntou e o que você respondeu, eu disse a verdade que faz, só que eu disse a ele que faz comigo, mais que com certeza não aguentaria uma rola do tamanho da dele, ela respondeu você acha que eu não aguentaria, pelo que eu vi eu acho que não, ela me respondeu com jeitinho tenho certeza que vai ate o saco, e mesmo, e com esta conversa nossa metemos muito, e na hora da transa, comecei meter no cuzinho dela, quando a rola já estava todinha lá dentro, ela acabou falando isso seu corno alarga bem o meu cuzinho para o Aderbal meter gostoso, nossa meu pau inchou, de tanta tesão, eu perguntei você quer que ele foda neste cuzinho, ela respondeu se você quiser eu topo, deixo ele me arrombar todinha, eu estava me segurando para não gozar deixando ela gozar gostoso com esta ideia, eu dizia ele vai meter nesta bocetinha aquela rola todinha, quero ver você gemer gostoso na rola dele, ela rebolava a bunda e eu socava, e ela dizia isso Aderbal mete tudo nesta cu mete, quero sentir ela todinha lá dentro, e eu bombava forte, acho que foi umas das melhor fodas nossa.
No dia seguinte comentamos sobre o assunto perguntei se ela teria certeza que queria mesmo foder com ele, ela me respondeu se você deixar, eu ate topo, e perguntou onde seria eu respondi a principio no Apartamento dele, depois pode ate ser aqui em casa mesmo, se você gostar e claro, ela riu e disse e tu acha que não vou gostar, e disse em meu corninho e me deu um beijo.
Então fiquei de planejar tudo mais isso e uma outra historia que eu conto depois que esta for publicada, espero que tenha curtido, isso e a pura realidade.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,63 de 19 votos)

# # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônimo ID:41igm29tk0cr

    Preciso de um amigo roludo

  • Responder tony ba ID:e9q2i8d9dl

    Cara que delicia. Eu quero fazer o que vc fez e liberar minha mulher todinha pra um roludo. Como eu posso ler a segunda parte? [email protected]