# #

Meia traição

671 palavras | 1 |3.86

Me chamo Rosa, 38 anos e meu marido Júlio, 42 anos. Somos muito safados, gostamos tanto da coisa, que partimos pro swing, depois de tanta insistência do meu marido. Encontramos um casal e fizemos uma troca, num motel. E através deste casal, marcamos um encontro numa casa de campo, no interior de SP, com mais dois casais. Passamos por uma avaliação visual, na sexta feira da chegada. Logo veio a janta, com muitas bebidas, eu fiquei só no vinho. Tinha um casal que iria participar pela primeira vez, e os dois casais tinham mais experiência que nós todos. A casa pertencia ao casal de 41 anos, João e Maria(fictício). Após muita bebida as mulheres começaram a se despir e se tocarem, a anfitriã deu chupadas em todas as mulheres, os homens deixaram elas aquecerem as turbinas. Depois os homens foram escolhendo suas parceiras, pegaram suas mulheres e foram para os quartos. Eu peguei um muito experiente, e meu marido também. Transamos bem gostoso, eu estranhei que mesmo eu empinar minha bunda para dar meu cuzinho, o homem só meteu depois de eu pedir. Ele ficou bem faceiro e foi socando no meu cu. E disse que nem a mulher dele, nem a mulher do seu amigo davam o cuzinho. Gozou no meu cu e saiu do quarto, achei que fosse ao banheiro, logo voltou com seu amigo e disse que eu gostava de dar o cuzinho. Gozou também e voltou para sua parceira. De manhã, procurei meu marido e conversamos como tinha sido nossas transas, sem muito detalhe. Os homens estavam juntos na cozinha, bebendo e conversando, nos juntamos a eles. Num determinado momento que fiquei sozinha com o anfitrião, ele falou no meu ouvido, que todos queria comer meu cuzinho, pois suas mulheres não davam. Meu marido me ensinou a gostar de dar o cuzinho, e me apaixonei. Fique ansiosa para chegar a noite. Meu marido queria a mulher com menos experiência, pensando em se aproveitar dela, e o anfitrião deu um jeitinho para meu marido ficar entretido com ela e eu ficar a disposição deles. O outro homem que me pegou, comeu meu cu o tempo todo, e eu não reclamava. Depois saiu do quarto e voltou com o homem mais jovem de todos, eu de 4 esperando por ele. Chegou de pau duro e não fez cerimonias, foi logo botando pra dentro, gozou e retornou para seu quarto. Chegou o terceiro, tive que fazer um boquete para deixar ele no ponto de bala, que também gozou e foi em bora. Cada casal transava com seu par durante o dia e a noite era aquela festa. Meu marido gostou de transar com a principiante e o anfitrião deu jeito nisso, para eu ficar com eles sem meu marido se preocupar comigo. A noite só meu cu levou cassete e leite, minha buceta ficou exclusiva do meu marido. O nosso anfitrião, chegou no meu ouvido e disse que era para aguardar pelo próximo convite, que teria uma surpresa. No es seguinte fomos para nosso novo encontro, chegamos na sexta a noite e o casal, muito amável nos recebeu. Na sala, aguardavam dois homens sozinhos, dizendo esperar por suas mulheres, após muitas doses de whisky, os solitários avisam que suas mulheres não viriam, que nem se preocupassem com eles. No meio da noite recebi a visita dos dois homens, loucos pelo meu cuzinho, fiz a alegria deles. Durante o dia meu marido permitiu que eu transasse com eles, pois era injusto eles ficarem sem gozar. De manhã, discretamente peguei um e a tarde peguei o outro e fui para uns matos afastados, e cada um gozou duas vezes no meu cuzinho. Eu e meu marido saímos realizados, meu cu quer muita vara, mas resolvemos não procurar muitas pessoas, somente um casal por vez. Trocamos até nossos números de celulares. Foi uma grande experiência.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,86 de 7 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tiao ID:mujj56zri4

    Adorei muito exitante e picante