,

Comi a filha de minha ex colega

30-04-16 11 ★ 5.00

Ja relatei por aquibem outro conto comi minha ex colega Sandra e sua filha Isabela. Pois bem, vamos para segunda parte desta história.
Após eu e Sandra termos sidos pegos por sua filha por não ter tido aula no colégio devido a escola ter feito um feriadão, dispensando os alunos numa sexta-feira após uma quinta de feriado, passados alguns dias, recebi uma ligação de Isabela.
Toca o telefone numa quarta-feira seguinte, inicio da tarde, ela Isabela me liga.
– Oi Richard, sou eu… pode falar?!
– Oi Isa! Como conseguiu meu telefone?!
– Peguei no celular da mãe enquando ela tava no banho. Queria muito falar contigo, melhor, te ver de novo.
– Mas tá tudo bem?! Que houve?! Tua mãe sabe que tu ta me ligando?!
– Não. Nem quero que ela saiba. Alias, andei descobrindo que minha mãe tem um pênis de Borracha e andei flagrando ela durante a noite com aquilo socado na buceta dela gemendo baixinho e falando algumas coisas.
– Tá… vamos direto Isa?! Tu quer me falar ou conversar sobre final de semana passada, te grilou alguma coisa, o que vc quer?
Ouço um leve suspiro e uns instantes vem a resposta.
– queria fazer de novo mas sem a mãe junto. Chupar, sentar no teu cacete…. tudo. Naquele dia vc me chupou e quando vc me chupava enfiou de leve o dedo no meu cú. Gostei!
Naquele momento insano enquanto eu ouvia ela fico com pau duro; lembrando aquela garota de 15 aninhos, cabelos pretos abaixo soa ombros, tipo uma indiazinha e logo pergunto.
– Amanhã, que horas vc chega em casa e até que horas fica sozinha?
– Chego em torno do 12:20. Batendo no meu apartamento 12:30 é certo que tou em casa. A mae chega em casa 19:00 passada, sempre, durante a semana.
– Então te vejo amanhã. Me aguarda pelas 12:40 que bato no teu apartamento.
– Chego no predio dela, toco no apê dela e entro. Ela mora no terreo e, quando chego na porta vejo estra encostada, dou uma batidinha e ela diz:
– Richard?!
– Sim, sou eu.
– Entra. Fecha a porta e entra. Me procura!
Entro e vou passando apartamento a dentro e sigo meu instinto indo direto pro quarto.
Empurro a porta e me dou de cara com uma cena que me deixa meu cabeção em êxtase… Isabella de quatro na cama com rabinho enpinado podendo ver seu cuzinho e bucetinha expostos.
Dou um beijo nela e caio de boca em seus peitinhos mamando e delicadamente chupando seus mamilos.
– Richard. Hoje quero ser só tua.
Começo a tirar a roupa e restando só as cuecas ela me fala;
– deixa que o resto é comigo.
Ela baixa minhas cuecas e começa a beijar meu pau e abocanha o cabeção chupando como um pirulito
– deita… vou chupa-lo..
Deito e a menina começa a chupar o caralho com maestria… nao demorou pouco mais de 3 minutos Isa deixa de chupar e resolve sentar na minha piça…. vai descendo soltando gemido gostoso mordendo os lábios.
Ela gemia gostoso soltando um aahhhnn… descia e subia o cacete, onde ora fechava os olhos e ora abria encarando me encarando.
Por longos minutos metia naquela buceta com ela gemendo, falando minha buceta e falando: vc é meu macho… de repente encharco a buceta dela de porra e ela vai parando o vai e vem devagarinho, deixando meu pau dentro dela até amolecer.
Nos deitamos e ela se cora de costas pedindo para abraça-la.
Ficamos uns 10 minutos quietos e começamos a conversar.
Minha mãe pelo jeito nao parou de se masturbar depois que vc saiu daqui no final de semana. Ela toma banho com a porta aberta e como ela ae arruma antes que eu, vi ela com a mão se “cosando” na xota debaixo so chuveiro por alguns instantes e percebi ela gemendo baixinho. Vi ela inclusive de noite assistindo TV depois que fui dormir enfiando o dedo no cú um bom tempo.
– Mas vc não tava dormindo?
– Sim… mas com apartamento pequeno e deitada com porta aberta ouço sempre alguma coisa. Ouvi ela soltando uma espécie de gemido e peguei ela meio de lado, com o camisetão que ela usa levantado ate a cintura e deitada meio de lado enfiando a ponta dos dedos na bunda.
Falei pra ela: tua mãe deveria tar com tesão no rabo ou querendo dar a bunda. Falando nisto, trouxe um gel para fazer isto contigo.
– Mas queria agora chupar e engolir tua porra! E tenho medo de doer.
– Bom… pode doer um pouco pois vai ser a primeira vez que vai dar teu rabinho, mas nas próximas vezes acostuma e só vai ter só um desconforto inicial e depois passa, é muito mais prazer do que dor.
– Certo. Vamos fazer agora. Mas faz com calma.
Dou meu pau pra Isa chupar e ponho ela se quatro. Ponho o gel no dedo e vou enfiando na entrada do rabinho penetrando apenas a ponta dos dedos em primeiro momento. Ponho mais gel e vou tocando gel e ela vai soltando leves gemidos reclamando que tava geladinho.
Falo pra ela: -vou passar o gel no meu caralho e botar em você. Relaxa e arrebita a bundinha. Não contrai o cuzinho senão dai sim vai doer. Deixa o “amor entrar” Isa…
Nisto eu penetro ela e ela solta um grito abafado pelo traveseiro e diz… meu cuuú… devagar.
Vou até enterrar meu cacete e começo num sexo gostoso até encharcar o cú dela de porra…
Ela reclama: queria tomar tua porra.
Disse que lembrei, mas a bundinha tava tão boa e, por ser a primeira vez dela, merecia ser inaugurada com uma boa gozada nela. No que me recuperar, eu te deixo chupar e engolir tudo.
Mais uma vez nos deitamos e Isa falou wue sentia o cú dela aberto e com a porra melando a bunda dela.
Ficamos uma meia hora assim. Foi quando ela pediu para chupar meu pau.
Disse: pode, chupa e nao deixa escorrer nada.
Começou a chupar e ficou um bom tempo chupando punhetando… tava demorando mais para gozar mas veio a porra… Isa chupava agora delicadamente a cabeça do meu cacete ainda tentando extrair algumas gotas de sêmen.
Seus olhinhos brilhavam olhando para mim perguntando:
– Eu virei mulher agora?!
– Sim amada, e fico feliz por vc ter me escolhido.
Ficamos mais um tempinho juntos, trocamos uns beijos e pude chupar durante mais um tempo seus peitinhos e sua xoxotinha que tava vermelha.
Ela catou pelos armários e encontrou o consolo da mãe dela e pude ainda ver ela brincando com ela. Disse que se ela resolvesse usar outras vezes orientei ela a lavar ele e guardar bem na mesma maneira que encontrou. E que não era pra se viciar nele e se esquecer de mim.
Ainda encontrei um pouco mais de tesão vendo ela brincando com o consolo e disse: o consolo até pode te fazer gozar mas nunca vai te dar porra dentro da bucetinha. Fudi ela mais uma vez agora cravando o pau na buceta dela colocando-a de 4.
Nos arrumamos um pouco e nisto ja era umas 17:00.
Botei minha roupa, nos despedimos e ficamos de, na semana seguinte de nos arrumar e, quem sabe, botamos a mãe dela no roteiro para apagar o fogo dela. Queria ver muito a mãe dela brincando com o consolo!!!

Gostaria de receber fotos e videos de nude e de sexo. [email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)

,

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Tío Sukita

    Tou catando fotos e videos de nudes [email protected]

  2. whats 83991591789

    .

  3. Will

    Chamem wpp safadas
    21 991924911

  4. Garoto rj

    21 975987976

  5. NEGROLUDO

    MEU ZAPP SO PARA MULHERES 11953931688 ATENÇÃO SO ACEITO COM FOTO E MSG DE VOZ NA HORA NÃO COPIA OU VÃO GANHAR UM VIRÚS NO SEU NUMERO VIU VIADOS!!!!!!

  6. Vitoria

    Bom dia meu nome de Vitória quem quiser fotos minha pelada e so por crédito pra minha meu número e Tim 11977020323

    • NEGROLUDO

      cuidado pessoal sou de são paulo essa vitoria é homem se passando por mulher para ter credito no celular so que se ferrou pois pedi para o viado so msg de voz ele me bloqueou cuido é robada VIADO SE PASSANDO POR MULHER PARA GANHA 15 REAIS DE RECARGA

  7. 20cm

    21991665756

  8. Rael

    Sexo sem compromisso
    9 11 6723 3098

  9. Anônimo

    Sexo sem compromisso
    9 11 6723 3098

  10. Corrêa

    Adorei seu conto fiquei com muitíssimo tesão me chama no wat 12981959266.Gostaria de manter contato com casais e casadas. Sigilo absoluto