# #

Bruninha minha vida, com 8 anos e 10 meses… nosso melhor final de semana

1669 palavras | 153 |4.55

Continuação: Bruninha 6 anos, minha vida
Como dizia a propaganda: o tempo passa, o tempo voa…
A Bruninha entrou em minha vida com apenas 6 anos e alguns meses de vida. E agora vou relatar uma viagem que fizemos para a cidade de Monte Verde, sul de Minas Gerais.
Na verdade viajar virou uma boa rotina para nós. Moramos em São Paulo, e até para fugir de alguns abelhudos e intrometidos (familiares, visinhos e colegas), sempre as sextas-feiras, era ela sair nós já corríamos para o carro e adeus São Paulo.
Viajamos para Atibaia, São Roque, Itu, águas de Lindóia, Socorro… e até chegar em Monte Verde.
A Bruninha estava crescendo, e com 8 anos e 10 meses, já tinha um corpinho mais desenvolvido, sem seios ou pêlos… criancinha ainda. Mas uma criança bem gostosa diga-se de passagem.
Sempre reservava os hotéis e pousadas por telefone, e dizia que sou separado e iria com minha filha. Nunca me pediram documentos da menina.
Bom vamos logo ao que de fato interessa:
Ao chegar em Monte Verde, fomos direto para a pousada que ficava um pouco distante do centro e em uma rua de terra batida. Lugar calmo, com alguns chalés espalhados por toda área da pousada. O quatro… ahhh que quarto… era um show, lindo, discreto e muito romântico. Tinha uma cama Box muito confortável, lareira e uma banheira dupla com vista para o verde comum da cidade.
Logo que pegamos a chave, fomos descarregar o carro e assim que tranquei a porta, e puxei a Bruninha e nos beijamos loucamente. Fui tirando sua roupa e ela me ajudando com a minha. As malas e objetos largados no chão. Ali o importante era nosso momento, nós dois juntinhos e nos curtindo.
Estava uma noite fria, e ficamos pelados assim mesmo. Deixei ela de lado um pouco e coloquei fogo na lenha que já estava na lareira. Assim o quarto foi rapidamente aquecendo. A Bruninha tremia de frio.
Eu estava decidido… iria tirar a virgindade dela naquele dia.
Acho que demorei muito tempo, e já tinha tentado isto outras vezes, só que ela reclamava de dor e eu parava para não machucar meu amorzinho. Queria muito fazer sexo vaginal, mas queria que fosse algo bom para ela também. Se possível sem dor alguma… mesmo sabendo que isto seria difícil até por conta dela ser criança ainda.
Peguei alguns cotonetes (que aliás já vinha brincando com ela pelo menos a 2 anos), gel KY e uma escova de dentes que comprei (movida a pliha). Esta escova vibra e a Bruninha gosta muito. Peguei também umas bolinha tailandesas..
Me deitei e conversei com a Bruninha.
– Amor, você sabe que eu quero colocar meu pipi dentro de você… estou louco para isto.
– Eu sei tio, mas e se doer ?
– Calma amor, ainda nem fizemos nada e você já está com medo…
– Eu vou ser forte tio, eu agüento sim..
Abri um vinho lambrusco (doce) que tinha levado na mala e dei uma taça para ela.
Enchi a banheira e ficamos tomando o vinho e abraçadinhos namorando.
Ela logo fica altinha, por isto só dei uma taça.
Sai primeiro e a peguei no colo. Sequei aquele corpinho que tanto prazer me proporciona.
Coloquei ela na cama… passei gel usando um cotonete… lambuzei muito a pequena e ainda virgem bocetinha infantil. Coloquei a escova de dentes e fui introduzindo lentamente. Senti que era o momento e dei um leve empurrão na escova que entrou até a metade… Bruninha nada dizia, só mexia as perninhas como quem sente prazer.
Deixei a escova dentro dela e fui beijando todo seu corpo… boca, pescoço, peito, pernas, barriga, virilha.. quase gozei só dando beijinhos.
Passei bastante gel no meu pau e posicionei… tirei a escova e imediatamente coloquei meu pau.. ela ajudou abrindo bem as perninhas.. forcei um pouco e achei que não seria desta vez, mas não desisti e continuei forçando cada vez mais.
Até que dei uma cutuca bem forte e entrou a cabeça do meu pau inteira… ela só deu um gritinho aiiii tioo… vai com calma que está doendo.. mas já era tarde… eu já estava dentro dela. Fiquei parado por algum tempinho e empurrei lentamente.. foi entrando, entrando e logo estava tudo dentro dela… mal podia acreditar.
GOZEI MUITO COMO NUNCA… cheguei a pensar que eu iria ter um infarto naquele momento. Não parava de sair jatos de porra tudo dentro dela… eu estava no céu.
Esperei até sair a última gotinha e tirei meu pau… me deitei sobre ela e puxei ela para deitar em cima de mim. Ela veio e trouxe um edredom para nos cobrir.
Fiquei com ela no meu peito, deitados e imóveis.
Eu estava muito contente por tem finalmente comido a Bruninha. Mas triste por saber que ela sentiu dores e preocupado se estaria sangrando. Desci minha mão e senti algo escorrer, mesmo sem ver me pareceu pouca coisa, que podia até ser meu esperma saindo.
Nos acalmamos e nos beijamos como dois apaixonados.
E quebrei o silêncio:
– Amor, está tudo bem com você ?
– Sim tio, estou bem… meio tonta só, acho que foi o vinho.
– Mas você está com alguma dor ?
– Está ardendo ainda tio, aqui ô… (ela pegou minha mão e colocou na pepeka).
– Calma amor, vai passar…
Abracei ela e acabamos dormindo assim mesmo.
Perdi a noção de tempo. Não sei quanto tempo nossa transa demorou, ou que horas seriam.. pouco importava.
Acordei ainda escuro, a lareira estava quase apagada e o frio intenso.
Fui no banheiro e ao retornar tomei o restante do vinho e olhando aquela minúscula criatura, tão linda, esperta, carinhosa, amorosa, educada e agora minha mulherzinha de verdade.
Meu pau até ficou duro novamente.
Lentamente me deitei e me encostei-me a ela.
Senti seu corpo quentinho, sua pele macia e seu perfume delicioso.
Fiz carinhos e a beijei lentamente, não queria acordá-la.
Acabei dormindo também.
No dia seguinte, acordei com ela saindo do banheiro… peladinha correu para a cama.
Me deu um beijo de bom dia e me abraçou, deitando sobre mim. Eu a abracei e perguntei como estava:
– Bom dia meu amor, você está bem … tem alguma dor ?
– Bom dia amor, estou bem e só ardeu agora que fui fazer xixi, mas já passou.
– Que bom… deite aqui venha…
Ficamos deitados alguns minutos até que ela me pediu:
– Vamos tomar banho de banheira…
– Opa vamos sim, vou encher ela… fique deitadinha esperando.
Logo entramos na água quentinha e borbulhante da hidromassagem.
Coloquei ela sentadinha no meio das minhas pernas e ficamos ali fazendo carinhos.
Que delicia acordar depois de ter tirado a virgindade de uma menina tão criança, e ficar depois ali abraçado a ela. Muito amor envolvido.
Com bastante espuma e tudo mais.
Até que me disse que estava com fome.
Nos secamos, vestimos roupas de frio e fomos até o salão do café.
Sentamos como pai e filha.
Aliás ela é tão esperta que quando tinha alguém perto me chamava de pai, nunca de tio como faz sempre.
Após o café, fomos para o salão de jogos e no pequeno playground.. vi ali uma criança alegre e que não demonstrava ter feito tudo aquilo na noite anterior.
Depois fomos passear na cidade. Andamos de mãos dadas. Passamos por lojinhas e ela queria comprar tudo que via pela frente. Doces, brinquedos até sabonetes artesanais ela ganhou.
Almoçamos no centro e depois retornamos para o hotel.
Logo que entramos ela queria ir para a banheira. Nunca vi ninguém gostar tanto de água como ela.
Fiz o desejo e enchi a banheiro. Ficamos ali um jogando água no outro. Sem eu pedir nada, ela se virou de frente para mim, segurou meu pau abriu as perninhas e veio descendo.. entrou inteiro. Senti seu calor e o frescor de sua boquinha suave.
Ela já tinha visto vários vídeos que temos, com menininhas transando assim e fez igual. Eu apoiava seu corpinho e ela cavalgava na minha rola.
Ficamos alguns minutos assim e logo ela parou, disse que queria ir para cama. Saímos e ela veio novamente por cima. Mal dava para acreditar que aquele pequena bocetinha engolia minha pica inteira. Eu já estava pirando… e ela ali fazendo gostoso. Gozei dentro dela.
Só então fui olhar e vi que o buraco agora esta bem vermelho e aberto com a porra escorrendo.
Ela me disse que já não doía mais.
A menina é ligada no 220 volts… logo voltou para a banheira e fiquei só olhando.
O fim do dia chegou, saímos para jantar… fomos em um rodízio de fundue. Ela adorou o de chocolate com frutas.
Retornamos para a pousada exaustos e felizes.
Ela me ajudou a colocar fogo na lareira e me pediu para eu deitar. Ela dançou sem música e foi tirando a roupa. Nossa que criança gostosa eu tenho.
Ela quem tirou minha roupa, e sem falar nada começou a me chupar. Aquela boquinha suave sugando minha rola e me levando a loucura. Quase gozei ali.. mas queria a xoxotinha que tanto tempo demorei para furar.
Coloquei ela deitada e fiquei pincelando meu pau como fazia antes, depois colocava a cabeça e tirava, metia novamente e tirava tudo. Ela se contorcia todinha e até falava coisas sem nexo algum. Brinquei um pouco assim e comecei a bombar na posição de pai/mamãe. Gozei gostoso deixando tudo dentro dela. Nos beijamos e dormimos.
Foi certamente o melhor final de semana da minha vida, e ainda faltava o domingo…
Mas fica para o próximo relato.. isto se vocês quiserem
Detalhe: Eu filmei e fotografei quase tudo, desde que ela tinha 6 aninhos até hoje com 10

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,55 de 22 votos)

# #

153 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Guga

    Sei que pode ser verdade, mas espero que não

  • Responder Anônimos

    Caraca ela é oque sua? Tbm já passei ótimos finais de semana em monte verde. Apaixonado com o frio de lá

  • Responder Anonimous

    Caralho! Adoro detalhes como você chama ela de criança gostosa. Deve ser uma putinha tesuda mesmo

  • Responder MAX

    fez muito bem em arrombar essa putinha. ..continue gozando dentro dela o máximo possível e faça ela ser submissa e dominada por vc …
    já faz controle mental nela dizendo que ela vai ter seu bebê daki uns anos e que ela precisa ser obediente e aguentar fuder com vc por muitos anos …
    ensinar ela a ser uma fêmea parideira desde pequena. ..

    • Anonimious

      Né Max? E ela não pode reclamar, tem que aceitar tudo. Papel de fêmea é esse.

  • Responder Zeca

    Quantos anos ela tem hoje ?

  • Responder Moreno

    Quando li seu conto a primeira vez, não acredittava que uma menina de 6 anos pudesse fazer tudo isso, mmas, aconteceu parecido ccomigo, com umaa menina da mesmma idade. Ela começou a andar em casa e qqueria pegar no meu pau, quando percebi o que ela queria deixei, ela logo demonstrou ser acostumada com sexo, botou a minha mão em cima da sua bucetinha e dizia q ja havia feito com o padrasto do seu padrasto que abusava dela,mas era uma delicia quando vinha pra cima de mim e me chamava até de (meu amor)na frente dos outros me pedia a benção para não desconfiarem de nada até me beijava muito

    • Ana Júlia

      Comeu ela?

  • Responder Max

    Delícia de conto muita tesão estou com meu pau todo melado

    • Ana Júlia

      Delícia

  • Responder Ana

    Que sonho ser fodida assim des de novinha

    • luis

      Olá de onde vc é ??!! Entre em contato [email protected]

    • Ana Júlia

      Eu ainda vou faze

    • José Carlos

      oi vc e de onde mesmo

    • José Carlos

      que delícia

    • Robson Moreno

      Oi boa tarde.. Quer ser comida mesmo? Qual é a sua idade? Tenho 46 serve?

  • Responder Professor

    Sou professor de matemática e física no RJ procurando alunas para aulas particulares. Atendo todas as idades
    [email protected]
    Skype e email

  • Responder camila

    eu vivia nas ruas em mamaus e andava a pedir para comer com 6 anos e um homem me levou para casa dele no dia a seguir me disse que eu ia viver ali com ele nesse dia dormi de estômago cheio de porra de tanto chupar aos 7 comeu minha bucetinha e o cuzinho foi aos 8 e assim nunca mais vivi na rua

    • kaile

      manda os eu contato

    • Ana Júlia

      Legal ein ? Que sorte

  • Responder jessica

    esqueci-me dizer que hoje tenho 23 e as duas já não são cabaço e a boquinha delas foi quase com 1 ano de idade

  • Responder jessica

    nossa também gostei e eu comecei bem cedo morava numa casa de um senhor não muito coroa minha mãe trabalhava no hospital de plantão de 12 horas sobre 12 e em muitos dias eu não ficava sozinha porque o dono da casa ficava comigo e meu pai trabalhava na petrógás e ficava meses sem o ver tudo começou num dia que que minha mãe ficou de plantão depois do banhoele me deitava e era chupada e dedada e ficava com a bucetinha e o cuzinho e os peitinhos bem vermelhinhos era sempre muito tempo e depois masturbaba-se perto da minha boca e com a mão metia dentro da minha boca e mandava eu engulir tudo eu lhe dizia que era salgadinho não queria mais e ele dizia que eu ia abituar-me ao sabor e era assim antes de eu aprender a chupar já engulia leitinho tirou os meus cabaçinhos aos 7 e fui mãe 2 vezes com ele aos 14 e 17 e tudo começou aos 6

    • jessica

      esqueci-me dizer que hoje tenho 23 e as duas já não são cabaço e a boquinha delas foi quase com 1 ano de idade

    • Ta

      Me.passa seu email

  • Responder Rick

    Seu contos parecem ser reais.
    E com certeza são os melhores que li aqui neste site

  • Responder Anonimo35

    Este seu conto é muito bom sem duvida! Gostei muito da forma como você tratou a menina, foi com respeito e carinho é assim sempre que deve ser. Se alguém tiver fotos ou vídeos de novinhos e novinhas, se quiserem podem enviar para [email protected]

  • Responder Anônimo

    tesao tem que fuder mesmo eu meto em muitas um Skype calos.ribas40

  • Responder Ligia

    Mandem fotos meninas adorei o conto
    [email protected]

    • Robson Moreno

      Olá Ligia.. Tem contos pra postar?

  • Responder Bazooka

    Troco essas fts com ela que vc tem por vídeos
    [email protected]
    Troco videos
    Novinhos e novinhas me chamem tenho 20 anos

  • Responder Yuri

    Que show manda para meu [email protected]

  • Responder Milla

    Uauuuu… que delicia … conta mais.
    Eu em breve vou escrever como comecei a ganhar dinheiro quando eu tinha 8 anos.
    Tirei minha família da favela usando minha bocetinha.
    Hoje sou garota de programa e tenho 22 anos.

  • Responder Lucas

    Cara… que tesão senti lendo as histórias da Bruninha.
    Você ainda está com ela ?

  • Responder Fernanda

    Que delicia de conto, fiquei molhadinha….
    Perdi minha inocência com 10 anos.
    Adorei sentir um macho me penetrando e gozando em mim.
    Até hoje fecho os olhos e lembro do primeiro pau que vi. E que tora…

    • Karina

      Fernanda mas com 10 anos ja tomava o leitinho, eu com 10 anos ja pedia para tomar tudo, ate hoje adoro,kkk

    • Ana Júlia

      Uiiii legal!

  • Responder Carolyne

    Oi… eu li todos os contos da Bruninha.
    Que delicia.
    Eu comecei a ser abusada pelo meu padrasto com 7 anos.
    Foi a melhor coisa que me aconteceu.
    Ele me ama até hoje.
    Sexo é bom e praticar cedo é melhor ainda.
    Agora tenho 3 filhos,sendo um menino de 10 e duas meninas com 7 e 5 anos.
    Meu filho brinca com as irmãs e acho isto super natural.
    Deixo eles a vontade em casa e sempre coloco os 3 no banho juntos.
    Já vi as meninas chuparem o irmão.
    O pintinho dele ainda é de criança e sei que ele não vai machucá-las, pelo menos por enquanto.
    Quando crescer mais um pouco, elas vão poder escolher se vão dar para ele ou não.
    Seu conto me fez lembrar só de coisas boas que meu padastro me deu.

  • Responder Mariposa Seduzente

    Que beleza de conto! Agora, voltem aqui em Itu e me visitem KKKKKKKKK quero conhecer vcs 🙂
    [email protected]

  • Responder Julinha

    uiiiiiii. se tiver algo desse conto e poder me mandar agradeço , :p

    [email protected]

  • Responder Jean Carlos

    Ja tive algumas experiencias e gostaria de conversar e trocar idéias com garotas, meu skype é: [email protected]

  • Responder Apreciador

    Car um turbilhao de tesao os contos manda alguma coisa pra mim meu mail [email protected] quero imaginação real

Mais Comentários