O Moto taxi

Ola, esse é o meu primeiro conto, e o que vou contar acabou de acontecer.
então vamos lá.
Sou casada a tres anos, amo meu marido, sei que nao tanto o quanto ele, mas o amo, e desde que nos casamos sempre desejei outro homem ou mulher me fudendo bem gostoso, sempre fui safada e aberta para novas experiencias. Hoje era para ser um dia qualquer, se nao fosse por um motivo, meu marido nao poderia me levar no trabalho, o jeito foi chamar um moto taxi, assim que o moto taxi chegou ja percebi o tanto que ele era gostoso, e ele percebeu que o olhei de modo diferente, no caminho ele passou a mao nas minhas pernas, me pediu desculpa, e eu ja desejando aquele moreno dentro de mim, soltei um ”continua”, e ele obedeceu, Ele me alisava e me apertava, aquilo me deixou louca, em um dos sinais de transito no caminho, minha colega me liga e me avisa que o predio onde trabalho esta sem luz e portanto nao precisava ir, ahhhh, foi a brecha que eu precisava para continuar aquela brincadeira a diante. Avisei o moreno que ele poderia retornar, e assim o fez, na volta ele foi por outro caminho, parando na porta de um barracao dizendo morar ali e so precisava pegar algo, ja sabia o que ele queria, mas esperei na porta, fiquei la, ate que ele volta e me pede para entrar, pois poderia ser perigoso ficar la sozinha, afinal, estava no meio de uma favela. Entrei, era ate arrumadinho, acho que ele entrou para dar uma ajeitada, entrei na frente , pois ele ficou para trancar a porta, num susto senti aquela delicia me encochando por tras e passando a mao em mim todinha, ja estava toda molhada de tesao e ofegante, querendo receber aquele pau dentro de mim, ele chega no meu ouvido e me fala, quero te comer todinha, me virei para ele e disse me come, a partir dai foi uma loucura, ele me sentou em um sofa e desabotoou minha blusa, beijava meu pescoço e apertava meu seio com vontade de me possuir, ele chupava meu seio com fervor, eu me contorcia inteira, e foi descendo pela minha barriga, ate tirar minha calca e chegar na minha buceta, ele se deliciou na minha buceta toda lisinha, rosinha e melada, me chupava e mordiscava, me fodia com sua lingiua e eu cada vez mais louca, me dizia que eu tinha um gosto maravilhoso, que ficaria ali o dia todo, ja nao aguentando mais, levantei e falei minha vez, ele de pe, beijei sua boca, que beijo maravilhoso, e percorri seu corpo com minha lingua, ja desabotoando sua calça, quando tirei sua cueca, foi um susto, que pau grande e grosso e cheiroso, chupei com vontade, coloquei ate na minha garganta, coloquei suas bolas na minha boca, foi seu ponto fraco, me levantou e pegando no colo ja meteu de uma vez aquele tronco na minha buceta, em seu colo me levou pra um colchao, e enquanto metia, me chamava de putinha safada, que ja que eu queria rola, ele ia me dar, pedia pra me foder com forca e rapido, queria gozar naquele pau, e gozei, mas ele nao parou, me colocou de quatro e com o dedo no meu cu, continuava fodendo minha buceta e meu cuzinho piscando querendo seu pau, ele chupou meu cu, mordeu minha bunda, me deu uns tapas e falou empina esse rabo pra mim e abre ele bem gostoso, abri e pedi me fode, mete esse cacete em mim, e me estocava com forca, sentia suas bolas batendo em minha bunda, que delicia de pau, ja fodi muito na vida, mas aquele moreno, sabia fuder um cu bem gostoso, ele metia com forca, e eu gemia e pedia mais, e alisava minha buceta, ate que o senti caindo por cima de mim, ele gozou no meu cu, que sensacao maravilhosa, me sentia uma putinha e aquilo me dava mais tesao, ele se deitou no colchao, e com pau ainda de pe, beijei suas coxas, e fui ate seu pau, ele me chamava de vagabunda insaciavel, ri mas cai de boca em seu pau, senti o gosto da sua porra, mas ele me pediu para se recompor, me sentei no sofa e abri minhas pernas e bati um siririca para ele ver, nao aguentando me puxou para ele, sentei com minha buceta em sua cara, e mais uma vez foi aquele banho de lingua, que delicia era aquela boca, sentei em seu pau e cavalguei como uma cadela no cio, rebolei gostoso em seu pau, e ele segurava pela cintura e dava tapa em meus seios, pedi para me bater, e sentir aquela mao na minha cara, me chamando de safada gostosa, que minha buceta era quente, que eu era uma delicia, gemia muito ouvindo aquilo tudo e quanto mais ele me batia mais eu rebolava em seu cacete, nao demorou muito gozei em seu pau, senti meu melzinho escorrendo, mas ele ainda queria gozar fiquei de joelhos e ele esporrou na minha cara, boca e seios, foi uma delicia, ficamos nos beijamos trocando caricias, ele dizendo que queria me fuder mais vezes, me limpei e fui pra casa ainda com cheiro de sexo e com muito tesao dentro de mim. Encontrei meu marido na porta de casa, ele estava de saida, expliquei o ocorrido no trabalho e ele me disse que so chegaria depois do almoco, entrei e fui para o banho, enquanto sentia a agua, me lembrava daquela aventura, e meu corpo quente qrendo sentir aquela pica de novo, sai do banho e liguei no moto taxi, mas me avisaram que ele tinha saido para uma corrida, fiquei na vontade. Mas com certeza ainda vou me deliciar muito com aquele moreno me fudendo inteira.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,20 de 5 votos)
Loading...