# #

Minha história – como virei putinha 1

820 palavras | 7 |4.58

Olá, sou Marcio tenho 45 anos e atualmente estou em meu segundo casamento. Minha história começa quando eu tinha 14 anos e estudava em uma escola pública de minha cidade. Eu tinha um amigo chamado Guilherme e sempre estávamos juntos. Eu sempre fui mais franzino que ele, apesar de ter uma bunda mais redondinha e empinada e ele mais forte que eu.
Os pais dele trabalhavam o dia inteiro e sua irmã que era dois anos mais velha estudava a tarde, de forma que toda tarde ele ficava sozinho na casa dele. Como éramos CDF’s eu ia toda tarde depois da aula na casa dele onde fazíamos a lição, estudávamos e brincávamos. Eu achava ele muito bonito e forte. Sempre que íamos ao banheiro mijar eu olhava o pau dele e me sentia humilhado pois ele era muito maior que o meu. Não sabia porque mas adorava ver aquele pau com aquela pele cobrindo a cabeça roxa (tão maior e diferente do meu).
Um dia estávamos estudando matemática e ele me disse:
– Aposto que vou melhor que você na prova de amanhã.
Eu dei risada.E seguro de mim respondi
– Aceito a aposta. O que quer apostar?
– Uma,chupeta! Ele disse rindo com malícia.
– Como é?
– Quem perder chupa o pau do vencedor.
– Tá doido?
– Bom você fala isso pois sabe que vai perder.
Ao ouvir isso me senti desafiado e respondi:
– Tá bom aposta aceita.
No dia seguinte fizemos a prova. E dois dias depois a professora fez a devolutiva. Eu tirei 9,85 olhei e sorrindo mostrei a prova para o Guilherme. Ele ao pegar a sua, sorriu maliciosamente e me mostrou: 10.
Tremi na base e ele disse:
– Hoje a tarde em casa, não pode faltar hein.
Eu baixei a cabeça e fiquei chateado.
A tarde fui para casa dele. Assim qur entrei ele passou a mão na minha bunda e falou:
– E aí bichinha, veio tomar a mamadeira? E riu sacana.
– Não sou bicha! -Respondi com raiva – Mas tenho palavra e acho que você tá errado, essa aposta vai acabar com nossa amizade.
– Pois eu acho que ela vai melhorar. Vem logo, vamos pro meu quarto.
Entramos no quarto e ele trancou a porta.
– Vamos tira a roupa. – E ele já foi se despindo.
– Pra quê?
– Pelado é mais legal. Vai tira logo aí.
Eu tirei. Fiquei peladinho e ao ajeitar minha roupa em cima da cômoda dele, cometi o erro de virar de costas pra ele que veio e me agarrou por trás e ficou me encoxando pelado.
– Para Guilherme! Falei indignado e fazendo força pra me soltar. Ele me encoxando, sentindo aquele pau quente melado e duro em meu rego. – Para…me solta!
– Humm que bunda gostosa! Parece de menina falava esfregando em mim.
A sensação era boa, sei lá o que estava acontecendo comigo. Me esforçei, retomei a consciência. E falei:
– Isso num tem nada a ver com a aposta.
– Tá bom – me soltou e sentou na cama – Vem, se ajoelha e vem pagar o que me deve.
Me ajoelhei, cheguei bem perto peguei no pau dele. Olhei nos olhos dele e falei:
– Promete num contar pra ninguém.
– Claro seu tonto, isso será uma coisa só nossa.
Aí baixei a cabeça e abocanei a rola dele. Senti náuseas por que o cheiro dela estava muito forte (depois fiquei sabendo que ele batera punhtae a noite e não tomará banho depois, era cheiro de porra velha).
Eu chupava e ele gemia.
– Hummm delicia. Isso hummm chupa seu macho ahhhh.
E eu sei lá. Comecei a gostar. Fui chupando e lambendo com mais vontade.
– Vai putinha, chupa,olhando pra mim..
Eu prontamente obedeci e ele acariciou meu rosto.
– Ai eu vou gozar -ele disse – escolhe na boca ou na bundinha.
– Na bunda – Respondi rapidamente ( eu nunca tinha provado porra e tinha nojo).
Rapidamente ele me fez deitar de bruços na cama e subiu em cima de mim. Ficou me encoxando, esfregando a rola melada em meu rego.
– Humkm q bunda gostosa ele falava.
Estava gastando e acabei gemendo de tesão.
– Tá gostando putinha?
– Sim hummmm.
– Vai querer ser minha meninha… Todo dia..vai querer ser?
– Hummm Gui… Hummm vou querer..
Aí ele começou a tremer…. Deu um gemido bem forte e encheu meu reguinho de porra. Nossa, como foi gostoso sentir aquela porra quente e grossa melando meu rabinho.
Após um tempo ele se levantou e fomos nos limpar. Gozei me masturbando vendo ele tomar banho.
Antes de ir embora ele falou:
– Quer amanhã de novo!?
Fiz que sim com a cabeça.
Ele sorriu e falou:
– Legal! E me deu um tapa na,bunda.
Fui pra casa sabendo que daquele dia em diante mta coisa ia mudar pra mim.
Numa próxima oportunidade conto mais… Espero que tenham gostado.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,58 de 12 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Putinho ID:xlpkbgzj1

    Hummm amei o conto, eu só fui conhecer homem de verdade com 18 anos, brincava com os garotos mas eu queria um mais velho queria entregar meu cabacinho para um homem maduro, até hoje eu gosto de homens maduros .

  • Responder Leonardo Mesquita rj ID:830y8otgqjl

    Fiz tbm troca troca com amiguinho eu tinha uns 11 anos!! Delicia que foi! Ele malicioso me ensinou bastante

  • Responder Max ID:e9q2i8d9dl

    Adorei o conto fiquei de pau duro posta logo como foi a penetracao

  • Responder Anônimo ID:e9q2i8d9dl

    gozei muito com seu conto.

    • Ksado47 ID:e9q2i8d9dl

      Obrigado. Logo terá continuação.

    • Max ID:e9q2i8d9dl

      Gozou?q delícia

    • Max ID:e9q2i8d9dl

      Gozou q delícia