Geovana I

Meu nome é Danny , cabelos loiros, olhos castanho, 1,60 de altura. (esse conto foi o que aconteceu cmg faz algum tempo).

Sempre fui garotinha do papai, e desde pequena atrai alguns olhares, minha amiga Geovana na época tinha 12 anos e eu 10 eu e elas vivia grudadas, desde pequena a mãe da Geovana sabia q ela era lésbicas, sempre notei uns olhares da Geovana, quando completei 13 anos meus peito estavam medios e o da Geovana ainda não havia crescido, quando meus peito começaram a se e evoluir percebia q Geovana vivia olhando pra eles, isso as vezes me deixava exitada certo dia minha mãe viajou com meu padrasto e meus irmãos eu não queria ir, mais minha mãe não queria me deixar só, então pedi pra Geovana ficar cmg , e minha mãe concordou, Pq Geovana era muito responsável, entao minha mãe me deixou junto com a Geovana, logo após minha mãe sair a Geovana chamou sua namorada pra ir pra lá, só q a namorada dela não quis, disse q estava ocupada, percebi que Geovana havia ficado triste, eu cheguei e sente do lado dela
-Geo tá tudo bem?
-sim amor
-Pq tá com essa cara
-É q…
-pode me contar você sabe
– Eu acabei de mandar uma mensagem terminando com a Talia
(eu abracei ela)
-que tal a gente assistir o filme e fingir que ela nem existe?
(ela riu mais ainda tava meio triste )
-Vai Geo você consegue coisa melhor eai que filme vamos assisti?
-só irei assistir se for de terror
-que tal Invocação do Mal?
-claro princesa
(sorri pra ela, botei o dvd e deitei do lado dela, ela me abraçou chega q a gente parecia um casal, no meio do filme percebi q ela estava olhando pro meus peitos então resolvi provocar)
-vou tirar minha roupa pra ficar mais confortável tem problema Geo?
-claro q não
(eu fui tirando minha roupa de uma maneira bem sensual e percebia q ela gostou fiquei só de um sutiã de renda e uma calcinha bem pequena)
-Pq vc não tira sua roupa pra vc.ficar mais confortável Tbm Geo?
-acho melhor não
-vai só tá a gente aqui
-Ta mais só vou tira meu short e o sutiã
(ela tirou.o.short e o sutiã ficando so de cueca feminina e uma blusa, ela deitou e eu deitou agarrada nela com minha perna por cima dela, ela começou a fazer carinho no meu cabelo, e eu estava já sonolenta, olhei pra ela e ela sorriu …(continua)

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 3 votos)
Loading...