Ele queria me dar a bundinha (Parte 2)

Olá ! Resolvi contar toda a história como terminou com a Rafaela. Ela queria mais porra dentro dela e não podia dar tudo que ela queria. Fui chamar ela para come-la, e sua mãe disse que ela tinha ido para a casa de seus avós para passar o fim de semana, voltei triste, ia ficar sem a bundinha dela. Segunda feira quando vi ela vindo meu coração disparou e meu pau ficou duro na hora, Rafaela muito alegre e faceira, pediu para ser comida, levei ela para o mato e comi chamando ela de Rafaela e dizendo que ia gozar dentro, e Rafaela pedindo porra no cuzinho. Estranhei esta sua atitude, mas como queria seu cuzinho, meti bala nele, gozei e saímos do mato. A semana foi desgastante para meu pau, tirei o atraso do fim de semana. Era carnaval e o feriado seria de 4 dias, esperava comer Rafaela muito. Fui procura-la na sexta feira mesmo, sua mãe disse que ela tinha ido para casa de seus avós depois do almoço, sem graça sai e fiquei indignado por ele não me avisar. Ela sempre voltava muito feliz, pensava que era por me encontrar esperando por ela, eu só queria comer logo que nem encucava com isso. Tinha três caras, nossos vizinhos, de 21,24 e 25 anos que eram amigos e nos convidaram para jogar cartas com eles, Rafaela queria jogar mas eu só queria ficar com ela. Na sexta feira Rafaela foi jogar cartas na casa de um deles e eu fiquei esperando ela voltar para dar a segunda comida do dia. Eu fiquei em casa esperando e adormeci. Encontrei ela no sábado a tarde, que disse que não viu as horas passarem, e não quis incomodar na minha casa. Corremos para o mato para transar e Rafaela disse que tinha um segredo para me dizer. Que na casa do seus avós tinha dois meninos que também comiam ela, gelei de ciúmes, mas que ela gostava mais de mim. Mas o pior estava pra vim, os três caras que ela foi jogar cartas comeram ela duas vezes cada um e que ela nunca mais ia jogar cartas com eles. Um dos caras veio falar comigo, me agradecendo que eu soube fazer de Rafaela uma boa putinha. Fique mais furioso dela ter contado que era Rafaela, fiquei imaginando todos chamando ela de Rafaela, então era com o consentimento dela. Deixei de comer ela, mesmo ela pedindo desculpa e sabendo que sua bundinha me dava muito prazer.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...