# #

Dois meninos de sangue quente

1066 palavras | 5 |3.94

Meu nome é Rafael, tinha 16 anos e meu amigo Rodrigo tinha 17 anos, assistíamos muitos filmes pornográficos na época, há uns 15 anos atrás. Na casa dele e na minha, já sabíamos os gostos um do outro, quais os tipos de mulheres e as posições preferidas. Ele era mais saidinho que eu, logo tirava o pau para fora e ficava mexendo, mandava eu fazer o mesmo, meio sem graça também tirei o meu. Logo ele buscou um jornais velhos e dizendo não aguentar mais começou um punheta, rapidamente gozou e eu fiquei para traz e parei sem gozar. Quando foi na minha casa, tudo se repetiu, ele tirou o pau para fora para bater punheta, tirei o meu e fiz o mesmo, um de frente para o outro e o jornal entre nós. Ele gozou primeiro e um jato de porra dele bateu na minha barriga e um pouco pegou no meu pau. Limpei minha barriga com a mão e quando fui limpar meu pau, acabei lambuzando mais ainda, foi uma sensação boa, sentir minha mão deslizar no meu pau lubrificado de porra dele. Depois de Rodrigo pedir desculpa, dizendo que era culpa da mulher gostosa do filme que dava o cuzinho gostoso de mais. Outro dia de sessão pornô na casa dele, novamente ele gozou primeiro em cima do jornal, e saiu da quarto. Passei rapidamente a mão no gozo dele e enchi meu saco e o pau de leite dele, deu um tesão muito gostoso, gozei bastante antes dele chegar. Eu queria gozar sempre desse jeito. Combinamos na minha casa no outo dia, tudo pronto, coloquei o DVD com a mulher que ele gostava, nem deu tempo de eu tirar minha bermuda e ele já se masturbava, pra não perder sua porra, quando ele disse que ia gozar, perdi a vergonha e pedi para ele gozar no meu pau, ele perguntou se era sério e aproximou de mim e gozando tudo na minha barriga. Todo seu leite corria em direção do meu pau, lambuzei ele todo e o saco, parecia que eu que tava gozando. Gozei também. Ficamos conversando e vendo o filme, que tinha começado a pouco. Ele me disse que estava ficando com tesão de novo com aquela gostosa, esfregava seu pau novamente e o bicho começou a crescer, informei ele que não tinha força para acompanha-lo. Ele estava com um olhar diferente para mim, eu deitado com os pés pra fora da cama e ele de pé na minha frente. Ele perguntou se não queria receber mais um pouco de sua porra, disse que não sabia porque estava cansado. Ele chegou mais perto dizendo que já estava vindo com o leitinho quente, e como já tinha colocado os jornais fora, tive que deixar ele gozar em cima de mim, só que desta vez ele levantou uma das minhas pernas para se aproximar de mim, mesmo assim não estava conseguindo e pediu para eu levantar a outra perna (depois fiquei sabendo que era o famoso frango assado). Ele as vezes roçava a cabeça do seu pau no meu saco, e começou a roçar mais e mais, meu pau começou a endurecer também, ele soltou a mão da minha perna e do seu pau, e colocava entre o meu saco e minha coxa e passava para o outro lado do saco, fazia meu saco de buceta. Gozou em cima do meu saco, coxas e barriga. Todo lambuzado comecei com minha punheta também. Ele não tirava seu pau do meu meio, e não estava me incomodando. Ele parou e ficou me observando eu me divertindo também. Gozei em cima de mim e os espermas se fundiram, ele com o dedo direcionou umas gotas que escorriam até meu cuzinho e enfiou a ponta do dedo com porra pra dentro. Deixamos para outro dia aquela nova sensação. Foi na casa dele que ele ousou mais, queria comer meu saco por traz, e quando fosse gozar, era pra eu segurar sua porra por baixo e lambuzar meu pau. Então fomos para o prazer, ele cuspia na minha bunda e eu cuspia na mão e passava no meu pau. Ele com seu pau comendo meu saco e as vezes passava o pau na minha bunda e pedia desculpa, dizendo que tinha escorregado. Gozou no meio das minhas pernas e no saco, mas deixou um pouco para soltar em cima do meu cuzinho. Enquanto eu me masturbava com a porra dele no meu pau, ele brincava com meu cuzinho e uma gotas de seu esperma. Eu estava gostando de mais, e ele perguntou se eu queria que ele colocasse mais leitinho no meu cuzinho. Disse que queria que ele brincasse mais com meu cuzinho enquanto eu me masturbava. Eu senti seu pau tocar novamente meu saco, e logo passar na minha bunda, e permanecer por ali. Ele labuzou seu pau duro com o próprio cuspe e porra que ainda permanecia na minha bunda e encostou na entradinha do meu cuzinho. Eu todo lubrificado e sentindo muito prazer fui deixando ele entrar. Depois de instalado lá dentro, ele disse que ia me dar todo seu gozo por dentro. Parei com minha punheta por uns instantes para segurar a dorzinha que sentia. Quando a dor foi passando, ele acelerou a metida, gozou tudo dentro e continuou metendo, até que gozei também. Pronto, tínhamos descoberto os nossos prazeres, as tardes ficaram super quentes, ele me enchia de porra e eu me masturbava com cremes de nossas mães. Ele queria eu só para ele, gozava varias vezes por dia, sua porra servia de lubrificante para nossa transa de mais tarde, meu cuzinho ficava dias lubrificado. Numa segunda feira que nos encontramos depois de um fim de semana de ausência, matamos a aula que era de manhã e ficamos o dia inteiro de lua de mel. Nunca chupei ele, apesar da insistência dele. Mas depois digo como foi e com quem foi minha primeira chupetinha, será surpreendente. Confesso que foi uma espécie de traição, porque ele queria muito me dar mamadeira, me arrependo de não satisfazer ele. Tive muitas namoradas, mas sempre procuro meu amiguinho.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,94 de 16 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Bacellar ID:831aj53t09

    Maravilhoso! Me lembrou do meu amigo de guarita,nos tempos de quartel.

  • Responder Thales ID:46kpk8gzhra

    Brinquei muito assim, mas era um verdadeiro troca troca …os dois chupavam, e os comiam tbm.

  • Responder titio sacana ID:h5hnekoib

    safadinhos do tio

  • Responder Anônimo ID:g3jc2bfv4

    Nota 1000….preciso de um amigo assim..

  • Responder Punheteiro Virgem ID:e9q2i8d9d

    Puta conto gostoso. Bem escrito e um relato muito tesudo.