O militar comedor de Osasco arrombou minha mãe

Cesar era um alemão de Osasco que costumava comentar em nosso log, era insistente, mas tinha aquele tipo de perfil fake sem foto que nem dávamos atenção. Eu estava trabalhando quando Cesar me chamou pelo whatssapp, disse que conseguiu meu contato com um amigo do log e que estava interessado em minha mãe.

Era policial militar, olhos azuis, devia ter cerca de 40 anos, cabeça raspada aquele tipo machão, safado que deixou a coroa interessada, louca pra sair com um fardado.

Combinamos o encontro no Shopping Tatuapé, aguardamos ele na praça de alimentação e quando já estávamos indo embora ele se aproximou, ficamos incomodados com o atraso mas o cara era um tesão e resolvemos não perder tempo fomos ao meu carro que estava no piso do cinema, estacionado em um local discreto, com pouca movimentação.

Os dois ficaram no banco de trás naquele amasso, o cara fez minha mãe sentar naquele mastro ali mesmo, eu ficava olhando pelo espelho aquele rola entrar inteira dentro da minha mãe, enquanto o macho a apertava toda.

Minha mãe agasalhava o cacete subindo e descendo, rebolando no colo de nosso amigo que delirava de tesão e no meio daquela foda, o dono do carro ao lado apareceu, foram quase dez minutos de tensão até que o carro saísse, minha mãe estava nua recheada, com o pirocão inteiro dentro dela.

Cesar não aguentou assim que o motorista arrancou, colocou minha mãe d4 e socou a rola nela, metia forte, socava com vontade o carro chegou a balançar, como aquele macho tinha potencia.

Explodiu em gozo farto, assim que tirou o pau de dentro aquela camisinha vazava melando o banco do carro mas não me incomodou nem um pouco, já recompostos saímos do estacionamento, rumo a nossa casa.

Foi um tesão ver aquele homem namorando minha mãe o caminho todo e eu como um bom filho, fiquei só olhando minha mãe com aquele macho.

Pegamos transito em trecho da Av. Aricanduva o suficiente para que o macho ficasse novamente a ponto de bala, minha mãe entrou na rola na porta da sala. O macho agarrou minha mãe por trás e foi abaixando a calcinha dela ali mesmo, apoiada no braço do sofá aquele rabão foi um convite irrecusável e ele não deu mole, enfiou a rola ali mesmo, com ainda mais vontade empurrava aquilo pra dentro dela, que ficava sem ar naquela bombada, não teve tempo nem de encapar o brinquedo e encheu a coroa de leite.

Minha mãe estava pingando, cheia de esperma foi tesão ver a coroa andando daquele jeito, os dois foram ao banheiro tomaram banho juntos enquanto eu fui abastecer a geladeira com cerveja, afinal sou um bom filho.

O macho descansava aproveitando sua cerva geladinha e minha mãe preparava aquele aperitivo, afinal macho aqui em casa é bem cuidado. No fim da tarde, daquele sabadão o alemão fez a nossa vontade, vestiu a farda e recomeçamos a brincadeira, que rendeu varias fotos ao nosso log.

Que delicia ver aquele homem usando minha mãe, com direito a algemas e surra de pica, as bolas estalavam na entrada da xoxota, gozei vendo minha mãe com as pernas abertas recebendo a rola e pedindo mais.

ale.incesto@gmail.com

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 3 votos)
Loading...