# #

Eu 28…ela dez

3084 palavras | 48 |4.35

Olá leitores deste site…
Este é meu primeiro conto, e confesso que fiquei bem receoso ee eu narrava ou não o que aconteceu comigo anos atrás. Criei coragem quando li alguns contos parecidos com o que aconteceu comigo.
Nunca falei disto para ninguém, e dispenso comentários ofensivos. Penso que cada um tem sua natureza. Nasci assim e acho que não vou mudar.
Fato é que sempre gostei de uma bocetinha novinha. Sempre vivi pensando em um dia comer uma menina bem novinha e sem pêlos na perereca.
A natureza conspira a favor dos nossos desejos. Certa vez fui até uma chácara de um amigo meu, em Ibiúna-SP. Ele havia se divorciado e estava pensando em vender a chácara e queria me mostrar, pois eu tinha interesse em comprar uma.
Mesmo solteiro, sempre gostei de ter um cantinho com uma piscina e uma churrasqueira para reunir a galera.
Fui até lá conhecer tal chácara.
Resumindo os fatos, após conhecer toda a chácara eu resolvi fazer uma proposta, que foi aceita na hora. Assim comprei naquele mesmo dia.
Meu colega me apresentou a caseira, e acertamos o salário etc.
Meu colega voltou para SP e eu resolvi ficar para resolver alguns detalhes. Eu tinha levado roupas, mas na correria esqueci minha escova de dentes e creme dental.
Avisei a Dona Maria (caseira) que eu iria até o centro para comprar algumas coisas.
Ela envergonhada me pediu de seu podia levar sua filha até o mercado, pois também precisava comprar alguns itens.
Até então eu não tinha visto os filhos da D.Maria.
Respondi que sim, eu levaria.
Logo ela correu chamar a menina.
Quando vi meu coração disparou. Apareceu uma menina linda (Sara, 10 anos).
Cuidei para não assustar a menina logo de cara.
Saímos da chácara até o centro (uns 20 min) e no caminho fui conversando com ela algumas bobeiras, como onde estudava, qual time torcia etc.
Quando chegamos no mercadinho, ela estava com um lista e eu ajudei ela a comprar os itens da lista. Peguei para mim uma escova e o creme dental. Na gôndola ao lado da escova, tinham alguns preservativos. Peguei um e olhei para ela e perguntei: Sabe o que é isto ?
Ela balançou a cabeça com sinal que sim. Coloquei no carrinho e perguntei: Pego mais ou só uma ?
Ela não respondeu mas subiu os ombros como sinal de não sei.
Peguei cervejas, refrigerantes, água e salgadinhos. Paguei tudo, inclusive as compras dela.
Quando estávamos voltando eu fui direto:
Sara, você é muito bonita… tem namorado ?
Ela respondeu: Não
Falei: Mas você é linda, já deve ter beijado alguém…
Ela balançou a cabeça fazendo sinal de sim.
Eu estava dirigindo bem devagar, e logo entramos na estada de terra, onde não tem movimento de carros.
Parei e perguntei: Sara, você quer aprender a dirigir ?
Ela olhou com ar de espanto e disse: Tio, eu nunca dirigi antes.
Vem, senta no meu colo que eu te ensino.
Notei que ela queria mas estava receosa ou com medo.
Passei a mão em seus cabelos e disse: Vem princesa, vou te ensinar muitas coisas.
Eu peguei em sua mão e trouxe para perto de mim, indicando para ela sentar logo. Meu pau estava mais duro que pedra.
Quase gozei quando ela sentou bem encima. Ela sentiu o pau duro e não disse nada.
Dei partida no carro, engatei a primeira e arranquei devagar. Que tesão !!
Dei a direção para ela e ia ajudando. Logo ela pegou jeito e pude deixá-la sozinha com o volante, enquanto eu acelerava lentamente.
Fui ousado e coloquei uma mão sobre sua coxa, fazendo carinhos. Com o outro braço eu passei pela cintura abraçando e deixando a mão sobre sua barriguinha.
Subia e descia as mãos, e com isto eu quase gozei várias vezes.
Cheguei a tocar seus seios, que eram apenas um caroçinho pequeninho, posso dizer que nem seios tinha.
A outra mão ia subindo cada vez mais, até chegar na xoxotinha. Deixei minha mão sobre sua perereca e fiquei aí parado.
Para meu desgosto logo chegamos. Parei uns 500 metros antes. Pedi para ela ir para o outro banco, e disse que não queria que sua mãe soubesse, pois ela poderia brigar com nós dois. Ela respondeu: É melhor mesmo, se mainha saber que eu dirigi vai me bater. Quando ela foi descer eu apertei um pouco mais e cheguei bem perto da sua boquinha e pedi: Sara, não conte para ninguém, mas eu quero um beijo seu.
Ela olhou e fez sinal de sim com a cabeça. Coloquei minha mão sobre sua nuca e a trouxe para bem perto e dei um beijo. Ela apenas abriu a boca e aceitou meu beijo. Foi muito rápido. Nesta hora eu gozei com ela sentada no meu pau e eu beijando sua boquinha.
Ao sair do meu colo, eu passei a mão no seu bumbum e disse: Sara, eu te amo !!
Mas é segredo tá… posso confiar em você ??
A resposta foi sim.
Chegamos e tentei agir como se nada tivesse acontecido. A D. Maria estava na casa dela, que fica uns 300 metros da casa principal.
Ajudei a Sara a levar as sacolas dela primeiro, e deixei as minhas para depois.
Ao chegar a D. Maria perguntou quanto tinha saído as compras dela. Respondi que ela não precisava pagar nada.
Falei: Bom agora vou guardar minhas compras também. A D. Maria falou para a Sara: vai lá menina, ajuda o moço.
Voltamos para o carro e peguei minhas sacolas e levei para minha casa.
Ao entrarmos eu tranquei a porta.
Abri uma sacola e peguei um caixa de bombons e dei para a Sara. Ela sorriu.
Peguei a camisinha e falei: Sara, vamos usar ?
Ela abaixou a cabeça e não respondeu nada.
Peguei em sua mão, e a levei para o sofá da sala. Dei um beijo e a puxei para meu colo.
Meu pau estava todo melado e duro.
Lentamente a fiz deitar sobre meu corpo.
Consegui tirar sua camiseta e beijei os biquinhos que ela tinha.
Nisto um irmão menor da Sara, chegou na porta e bateu.
Me assustei e pedi para a Sara vestir a camisa e abrir a porta.
O menino veio me trazer um pouco de galinha com molho que sua mãe mandou.
Agradeci e nisto a Sara me falou: Tio, tenho que ir sabe.
Dei um chocolate para o menino e falei no ouvido da Sara: Depois vamos usar aquilo ?
Ela disse: Tio, eu tenho medo !!
O menino estava comendo o chocolate e nem prestou atenção quando nos afastamos para ele não ouvir a conversa.
Disse para a Sara que ela não tinha que ter medo de nada, que todo mundo faz aquilo, que é super normal.
Ela me disse que tinha medo de doer, porque uma colega da escola, “deu” para um homem da vendinha que fica ao lado da escola, e disse que tinha doido muito.
Respondi para a Sara que doeu porque o homem não soube fazer direito. Ainda acrescentei: Sexo é gostoso, e não pode doer… não tenha medo.
Ela balançou a cabeça novamente em sinal de sim.
Nisto o irmão a chamou: Vamos Sara.
Eles saíram e eu tranquei porta e bati uma deliciosa punheta pensando na Sara.
No dia seguinte acordei cedo, e fiquei na área da churrasqueira limpando e lavando tudo.
Logo a D. Maria chegou e me perguntou se eu queria café.
Aceitei. Então ela me disse que iria fazer e mandar a Sara trazer.
Uns 15 minutos depois, fiquei de olho e vi que a Sara estava vindo sozinha com um bule na mão e uma sacola na outra. Era meu café e um pão caseiro com manteiga.
Coloquei tudo na mesa, e peguei na mão da Sara. Puxei ela para o banheiro, e nos beijamos.
Passei a mão por todo seu corpinho, inclusive coloquei a mão dentro da sua calcinha… que delicia.
Falei no seu ouvidinho: Vamos fazer hoje meu amor ?
Resp: Aiii não sei, tenho medo da mainha descobrir… ela me mata se souber que eu dei pro senhor.
Falei: Sara, ela nunca vai descobrir. Pode confiar em mim. Eu te amo e quero muito fazer com você.
Ela disse: Mas eu só tenho 10 anos.
Retruquei: O amor não tem idade. Muitas meninas fazem com 8, 9 ou 10 anos. Hoje em dia é comum.
Ela: Eu sei, tenho 2 amigas mais novas que eu, que já fazem estas sujeiras…
Corrigi na hora: Sara, não é sujeira … sexo é gostoso e não tem nada de sujo… Vamos fazer agora, vai… vem, deixa eu tirar sua roupa.
Ela: Não… agora não. Meu irmão vai vir aqui daqui a pouco. E se ele nos pega, ta doido… minha mãe me mata.
Respondi: Tudo bem Sara, mas hoje a noite você vem me ver ??
Ela: Venho sim, vou dar um jeito e venho a noite, deixa a porta encosta que entro sem fazer barulho.
Nos beijamos e logo vimos o muleque vindo em nossa direção.
De pau duro, sentei para tomar café.
A Sara disfarçou e foi embora.
O menino passou o dia me ajudando a lavar a área da churrasqueira.
A tarde eu estava muito ansioso, e resolvi ir na cidade.
Avisei a D.Maria que iria sair, mas logo voltava. Ela abriu o portão. Não vi a Sara naquela tarde.
No centro eu parei em uma loja de roupas. Comprei um vestido, um biquíni, bermudas, uma sandália, saia e calcinhas para a Sara. Para o menino eu comprei camiseta, bermuda, um tênis e cuecas.
Logo que cheguei no sitio, eu avisei a D.Maria que tinha comprado algumas roupas para as crianças. Escondi no carro 2 calcinhas e uma sainha mais curtas, estas peças ela iria usar comigo em casa.
Entrei e tomei um banho e me preparei para a noite.
Por volta de umas 18:30 o menino apareceu com um pouco de comida que sua mãe mandou. Agradeci e pedi para ele esperar eu jantar que já levava as vazilhas. Nisto perguntei da Sara. Ele respondeu que a Sara estava se arrumando, ela ia em uma festa de uma amiga da escola, e ia usar o vestido que eu dei. Perguntei mais sobre esta festa, porque eu já estava puto de raiva… pensei filha da puta, marca comigo e vai sair para ir na festa da amiguinha. Fiquei tão nervoso que parei até de jantar. O menino acrescentou: É ela pediu e a mãe deixou ela ir, disse que vai dormir na casa da amiga, porque não dá para ela ir e voltar tarde na noite sozinha nesta estrada escura.
Pensei até em voltar para SP… estava puto de raiva.
Joguei a comida fora e dei as vazilhas para o menino, agradeci e ele foi embora.
Deitei na varanda e vi quando a D. Maria levou a Sara até portão. Eu estava deitado em uma rede, mas consegui entender que ela iria dormir na casa desta amiga.
Até pensei em pegar o carro e segui-la, mas desisti… pensei comigo: ela é criança ainda, por certo nunca tem festinha para ir, o negócio é deixar prá lá e tocar uma boa punheta, para amanhã cedo voltar para casa.
Entrei na sala e liguei a TV.
Assisti algumas bobeiras e resolvi dormir.
Tranquei a porta e fui escovar os dentes.
Nisto escuto a Sara me chamando baixinho: TIO, TIO, TIO… A PORTA ESTÁ TRANCADA.
Na hora corri abrir:
– Poxa tio, o Sr. Falou que a porta iria estar aberta.
– Mas Sara, eu vi você saindo e seu irmão disse que você iria na festa da sua amiga.
– Eu inventei isto para conseguir vir aqui.
– Ahhh Sara que bom que você veio, eu até chorei quando vi você saindo. Como você fez para voltar ??
– Eu tive que dar a volta, entrei na chácara do Sr. Julio (visinho) e pulei o muro.
Pensei: a menina quer mesmo transar.
Não perdi tempo, nos beijamos e a peguei no colo. Levei para a cama e elogiei… de fato ela estava linda com o vestidinho novo. Tirei minha roupa e a ajudei a tirar o vestido.
Ela estava só de calcinha, uma amarelinha com um ursinho na frente (guardo até hoje esta calcinha). Nos beijamos muito, e chupei seus insistentes seios.
Chupei seu corpo todo, pescoço, nuca, seios, barriguinha, pés, coxas… até chegar na perequinha… chupei por cima da calcinha, e lentamente fui abaixando. Vi a bocetinha mais linda que já vi na vida. Nem as fotos que achei na net anos depois são tão bonitas como a da Sara. Passei a língua e fui chupando. Fiquei assim um bom tempo.
Dei meu pau para ela segurar e ensinei a punhetar. Perguntei: Sara, você já viu um assim ?
– Não tio, eu já vi do meu irmão e dos meu primos, mas são pequenos.
– Sara coloca a boca nele, pedi.
– Ahhh não tenho nojo.
– Tudo bem amor, outro dia você faz isto.
Nos beijamos e chupei muito, até que resolvi penetrar.
Tentei colocar um dedo, mas ela reclamou de dor… passei gel ky e tentei novamente.. ela reclamava sempre.
Fui fazendo movimento circulares com o dedo, tentando entrar… até que consegui colocar a ponta para dentro. Parei e esperei alguns segundos. Empurrei um pouco e o dedo foi entrando. Quase gozei sem sequer encostar o cacete nela. Com calma e muito KY o dedo entrou inteiro.
Passei mais KY e lambuzei meu pau, passei quase o frasco todo nela e em mim.
Tirei o dedo e encostei a cabeça do meu pau, fiz movimentos para cima e para baixo, forçando entrar naquela perequinha infantil.
Demorei alguns bons minutos. Eu tive que parar várias vezes para não gozar antes de penetrar.
Até que senti que a glande estava entrando, forcei e ouvi um gritinho… AIIIII TIO TÁ DOENDO
Empurrei mais um pouco e a cabeça do pau ficou inteira dentro dela. Não resisti e gozei como nunca tinha feito antes. Cheguei a pensar que eu ia ter um infarto porque não parava de gozar.
Logo tirei de dentro dela, e ouvi… nossa tio, doeu muito !!
Me deitei do lado dela e a abracei.
Falei: Calma meu amor, acabou … agora nunca mais vai doer nada, como te disse é só a primeira vez que dói. Ficamos abraçados até ela dormir.
Eu demorei para dormir, fiquei pensando na loucura que fiz, e olhando aquele corpinho delicioso, beijei suas costas até chegar na bundinha branquinha. Passei a língua no cuzinho… que tesão de menina. Fiquei deitado de conchinha.
Coloquei o celular para despertar as 06:30. Queria ver como faria para a Sara voltar para casa sem a mãe notar.
Logo cedo eu já estava acordado antes do celular despertar, fiz carinhos na Sara até ela acordar também. Ainda estava escuro.
Perguntei como ela estava, e se ainda estava doendo.
– estou bem tio, só doeu na hora.
Nisto ela se levantou e foi para o banheiro. Fui junto e liguei o chuveiro. Nos beijamos e tomamos banho juntos. Tentei fuder novamente, mas ela não quis e respeitei sua vontade. Sem eu pedir ela segurou meu pau, lavou e colocou na boca, deu uma rápida chupadinha e tirou. Pedi para continuar, mas ela não quis. Segurei sua mão no meu pau e fiz movimentos de punheta. Ela continou até eu gozar.
Saímos do banho e ela me disse que ia pular o muro e ir até a casa da amiguinha, pois iria na festa. Eu perguntei: Mas Sara a festa não foi ontem a noite ?
– Não tio, eu menti para mainha… quando eu voltar eu falo que errei a hora da festa e já que estava lá, dormi na casa dela e fiquei para a festa hoje.
Safadinha, cheia dos esquemas.
Nos beijamos e vi ela indo pular o muro.
Peguei o lençol sujo de porra e sangue e coloquei para lavar.
As 08:15 hs o menino trouxe meu café.
Logo a D. Maria chegou também. Ela me perguntou quando eu ia embora. Respondi hoje a tarde, mas na quinta feira eu volto para ficar o final de semana todo. Perguntei da Sara, ela em disse… ahhh esta menina, ela pediu para ir em uma festinha da coleguinha de escola e eu deixei, sabe meus filhos só vivem aqui ou na escola, precisam sair.
Concordei com ela, e disse que eles são boas crianças e que a Sara era uma menina esperta.
D. Maria emendou, olha… aquela ali logo arruma namorado, porque as meninas das vizinhanças namoram cedo.
Falei: Mas D. Maria, isto é normal hoje em dia… só precisa cuidar com quem ela vai namorar.
Eu sei, disse ela, faço gosto que ela arrume um homem bom, não estes meninos malandros da rua.
Retruquei: A sra quer para ela um homem, ou um menino.. ela só tem 10 anos.
– Olha, falou dona Maria, eu quero um homem que ame minha filha e cuide dela isto sim, que não deixe faltar nada e dê coisas boas, ajude nos estudos… estas coisas.
– D. Maria, acho que vou esperar a Sara crescer para casar com ela…e dei risadas.
Ela sorrindo disse… Faço gosto.
Rimos juntos e depois ela desceu para sua casa.
Esperei até a Sara chegar, por volta das 17:00.
Logo que chegou a D.Maria mandou ela me trazer um café com bolo.
Ficamos sozinhos e perguntei com ela estava. Ela respondeu que ardia quando ia mijar, mas não doía nada. Expliquei que é normal e logo iria parar de arder.
Nos beijamos e ela me ajudou a colocar as coisas no carro.
Voltei para SP com sua calcinha.
Bati punheta a semana toda, e na quinta feira a tarde parti para Ibiuna, mas depois conto o resto.
Sei que fiz muitas coisas erradas, mas saibam que até hoje estamos juntos. Eu me casei com a Sara, apesar da diferença enorme de idade, somos um casal feliz.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,35 de 48 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

48 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Kleiton ID:1dai1nsfii5

    Quê nojento crendo

  • Responder Rubens ID:xlorig8m1

    Ainda estão juntos ?

  • Responder Negro Quente ID:g6201mtv0j

    [email protected] sou de Manaus

  • Responder Zeca ID:41ii0enbv9k5

    Vocês ainda estão juntos ?

  • Responder Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

    Tesão tesão

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Seu tio vai fazer assim com vc
      Vc tem pequena embaixo dele
      E ele só usando seu cuzinho pra depositar o esperma dele e no final ele ainda gozando na sua cara Ana Júlia já imaginou seu tio fazendo assim com vc

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      Nossa! Nem fala fico me mexendo toda aqui. Vc diz ele tirar do meu cu e gozar na minha cara?

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Sim
      Tirar do seu cuzinho e gozar tudo na sua cara pensa vc é morena e ele vai e goza na sua cara fica uma moreninha com a cara cheia de leite de pica já imaginou isso

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      Nossa Richard meio nojento né kkkk mas sei lá quem sabe na hora

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Na hora vc nem vai ligar vai tá com tesão vai mamar ele ainda depois q gozar pq vc vai estar sem acreditar q vc aguentou a rola toda do seu tio com q0 anos q ele.gozou na sua cara tirando do seu cuzinho e vc ainda limpou o pau dele om a boca e a lingua depois q ele gozou na sua cara

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      Nossa Richard muito depravado isso. Kkkk palavra nova q aprendi aqui. Mas gostei. Nossa cara melecada de porra eita! Homens gostam disso?

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Sim Agente sempre faz isso nas mulheres pq da tesão em nois homens veh a garota com a cara melada do nosso esperma

    • Hermerson Afonso Ferreira ID:8ef2spet0jm

      Voce é bem safadinha hen, gostei de você

  • Responder Soraya32 ID:830xn16t0ki

    Dez anos ???
    Uma menina de dez anos já sabe *montar um esquema* para enrolar a mãe ???
    Ainda bem que é só um conto…né ???

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      Sabe de nada kkkk

    • Voyeur ID:1dawgwnv9kj

      Eu acredito. Pois conheço uma de 7 que já até goza!

    • Gustavo ID:831hpc3t0aq

      Vc tá por fora Soraya.
      A neta da minha vizinha, com nove anos, contou uma historia da carochinha pra avó, dizendo que ia na biblioteca da escola, mas não era nada disso. A avó levou ela até a porta da escola. Ela desceu do carro, entrou na viela da biblioteca, e depois saiu. Eu estava na moto, do outro lado da rua. Coloquei o capacete nela e fomos pra minha casa. Eu já tinha deixado o portão da garagem aberto. Entrei e fui direto para o fundo do quintal. Ela desceu e já subiu as escadas. Entramos em casa, tranquei td e fomos para o meu quarto.
      E pra quem não acredita que menina novinha não goza, não sabe de nada…goza sim…
      Goza na siririca.
      Goza sendo chupada…e goza com a rola sendo socada na xota tbm.
      Naquela tarde, tirei seu cabacinho, suas preguinhas…e gozei muito naquele corpinho gostoso, e a fiz gozar muito tbm.
      Foi minha putinha até os 12 aninhos, a danadinha era ótima na cama, foi muito bem treinada.

  • Responder Anônimo ID:b8zjj63a2x63

    Gostei muito. Cadê a continuação

  • Responder criantivo ID:w72i6xi9k

    pedro folia me add?

  • Responder anonimo ID:2rw711poxq4a

    Bom conto

  • Responder João ID:e9q2i8d9dl

    MELHOR CONTO QUE JÁ LI

  • Responder claudiosorocabasp ID:e9q2i8d9dl

    Não concordo com pedofilia, acho muito triste principalmente quando forçado.
    Oi vi seu anúncio e me interessei.MOro em sorocaba~sp pele clara corpo musculoso, ótimo nível sócio cultural, com local discreto em minha cidade.Também posso ir até vocês, depende de combinarmos.Tenho experiência em ménage masculino e seduzir mulher casada, sou paciente, conversador, cheiroso, sei analisar os gestos, os olhares e sei como me comportar nessas situações.Sou homem de confiança para mulher fogosa e casal liberal, gosto de toques sutis, clima de sensualidade, beijos demorados, longas preliminares e demoradas penetrações para a parceira gozar gostoso e voltar saciada para os braços do marido orgulhoso.Não gosto de baixaria, prostituição, tenho saúde perfeita comprovada por exames médicos preventivos e faço sexo seguro.

    Meu e mail é [email protected]

    Entre em contato e descubra novas formas de explorar seu prazer sexual de forma plena e intensa.!

    • Anderson ID:7xbyt7xwm32

      Adorei

  • Responder Julia ID:e9q2i8d9dl

    Nemli Nemlerei. Me sinto repulsa em relação a essa espécie de doentes mentais que se consideram humanos mas são conhecidos como FUCKING PEDÓFILOS. Eu espero que todos vocês morram e sejam estuprados pelo satanás. Lixos.

  • Responder Silvio ID:830xs3f2d14

    [email protected]

  • Responder Juan ID:41ihsyc2fi9j

    O menino também entrou na brincadeira ??
    Eu teria colocado os dois para transarem e ficar só punhetando para gozar nos dois.

  • Responder Clara ID:41ihsyc2fi9j

    Manda a continuação.

  • Responder Andrey ID:20pgyae20bm

    Tem como a gente se comunicar por email?

  • Responder Pedro folia ID:g3iuo4leq2

    Qm quiser trocar fotos e vídeos de meninas com 7 a 12 anos nuas e com safadezas imagináveis e ilimitadas é só deixarem seus zapzaps aqui com o nome do meu perfil pra melhor identificar e não aos curiosos e pessoas q nada tiver pra trocar
    Exclu a essas pessoas e bloqueio tbm
    Só para adeptos a incesto e pedo
    Tenho belas filhas de 6 e 8 anos e um menino com 10 e estou quase fazendo eles se puderem sem a mãe saber…

  • Responder Anônimo ID:830zqyx18l3

    DOENTES

  • Responder Gaby ID:469csta6t0a3

    Queria dar tabem, toco sirica todo dia imaginando meu pai me chupando e pincelando minha bucetinha ainda apertadinha.

    • matheus fernando ID:gsuoq1b0k6

      Se quiser eu posso fazer so falar de onde é

    • Peter ID:bemkjdozrbi

      Entao gaby sei q é novinha sei la mais resolvemos seu problema rapidinho

    • Anônimo ID:e9q2i8d9dl

      oii

    • Rodrigo ID:e9q2i8d9dl

      Oi Gaby!!! Vc tem whatsapp me add 6184468542

  • Responder Anônimo ID:hecya6w8k2

    Que delicia!!!! Fuder uma apertadinha infantil n tem melhor. Tocando uma agora…

    • biu ID:469cqk9o6ii4

      Cara tu és um idiota primeiro chama as pessoas que leem estes contos de doentes depois diz que exitante a vai te catá o seila oque

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      o deve ser muito gostoso sentir pau de adulto entrando. Mas deve dor no começo

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Vc aguenta tudo Ana Júlia se for devagar vc aguenta vai doer no começo mais se vc for uma menina forte vai aguentar sim e Não esqueça de rebolar na hora q anjo da a entrar e não te deixa sentir tanta dor na primeira vez q vc for da seu cuzinho

    • Anônimo ID:1ecw0xnhop0wu

      Cuzinho depois kkkk quero na bucetinha. Sei q é pequena mas deve apertar bem o pau do homem. Uma menina de 10 meu padrasto tem 40 e meu tio 45

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Na bucetinha ja aí sim vai e da logo pra eles BB
      Mais só dos dois vc senti mais tesão?
      Qual dos dois é mais safado com vc seu tio ou seu padrasto ????

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      Sinto mais tesão pelo meu padastro. Fico sempre molhadinha no colo dele. Meu tio é mais safado mas demora pra vir aqui.

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Então mais seu padrasto não fica muito sozinho com vc isso atrapalha tbm agora seu tio pelo q eu viih esse tem.mais liberdade de pegar vc sozinha na sua casa

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      Sim verdade. Ele é muito tarado por mim. Um dia me lembrei q ele esfregou na minha bunda o pau dele na maior cara de pau. Eu estava olhando a churrasqueira e ele veio por trás

    • Richard ID:3ynzegws8rc5

      Quando seu tio estiver aí vc fica de vestido sem calcinha q quando ele vim passar a mão em vc é tocar por baixo do vestido e sentir q vc tá sem calcinha é tá deixando ele passar a mão de boa já vai da um jeito de fazer com vc

  • Responder Douglas ID:8p6h53h8ri9

    Que tesão… também já comi uma xoxotinha infantil.
    Não tem coisa melhor !!

    • Ana Júlia ID:1ecw0xnhop0wu

      Sério? Q tesão

    • Aguinaldo . ID:gsu9tbiv2i

      É mesmo muito bom ….
      Apertadinha a gente gozo gostoso .