#

Com peninha do cavalo acabei dando pra ele!

2138 palavras | 30 |4.48

Oi, vou relatar o que me aconteceu final de semana, me chamo Aline 18 anos e sou um pouco fora de forma, gordinha na verdade mas tenho uns peitões e bunda grande branquinha e cabelos negros, moro com meus pais e irmão de 16 anos, minha casa fica em um terreno bem grande, mas nos fundos é cheio de mato, e como estava chegando final de ano meu pai pagou a um senhor pra vir limpar o terreno. Sr. Sebastião um senhor de uns 50 anos vizinho aqui do bairro veio dar uma olhada e disse que o mato tava muito alto e ia deixar o cavalo da carroça dele amarrado no quintal pra ir comendo um pouco do mato, meu pai concordou sem problema nenhum, então Sebastião amarrou o cavalo em uma árvore daquelas que da pra podar, com uma corda grande onde dava pra ele ir até onde tinha mato, pra ir comendo. Colocou um balde com água e deixou ele lá de sexta pra sábado, pra poder limpar o terreno no final de semana, mas este tempo doido caiu um pé d’água de madrugada e o cavalo nem comeu o mato ficando lá parado a noite toda. Sábado de manhã acordamos e o mato estava na mesma o cavalo tinha comido só um pouco, meus pais tinham que sair pra comprar umas coisas lá pra casa e pediram ao meu irmão pra ir chamar Sr Sebastião e dizer que o cavalo não tinha comido mato algum e que ele metesse a enxada mesmo. Meus pais saíram e meu irmão foi pra rua, como sempre, jogar bola com os amigos e sumiu. Já estava dando meio dia e nada dele voltar, resolvi eu mesmo ir chamar Sr. Sebastião, e ao chegar a casa dele, me acabei de gritar e nada de ninguém atender. Logo, um vizinho falou que ele tinha ido resolver um problema no telhado do cunhado que com a chuva arrebentou o telhado e ele foi ajudar a consertar e se viesse alguém chamá-lo pra avisar que ele ia voltar só a noitinha, pois era no outro bairro, voltei pra casa e o imprestável do meu irmão já estava saindo de novo com os amigos dizendo ir na casa de nem sei quem e que só ia voltar de noite pois ia jogar bola e depois tomar banho de piscina. Nessa hora o sol já tinha saído e estava insuportável de calor, nem dei bola ele não para em casa mesmo entrei e fui ver o cavalo estava lá, comendo o mato, mas como estava calor resolvi trocar a água do animal fiquei com pena e fui pegar o balde troquei a água e o coitado veio logo beber água, nisso que ele vai bebendo água começa a colocar o pau pra fora da capa. Era um cavalo não muito grande, um pouco desnutrido. Nesta hora ele começa a dar uma mijada que parece uma cachoeira e eu fiquei olhando. Deu-me um arrepio, cada vez mais a pica ia em direção ao chão, crescendo quase batendo no chão, mas meio mole, entrei e fiquei com a pica do cavalo na cabeça, não sou mais virgem, já dei algumas vezes pra alguns namorados que tive, mas nunca tinha visto uma pica tão descomunal. Claro se tratava de uma pica de cavalo, então resolvi tomar um banho e a água de dentro de casa estava super quente por causa do sol que batia na caixa d’água e resolvi tomar banho no chuveirão do quintal que fica nos fundos bem onde o cavalo estava , coloquei uma parte de cima de um biquíni que tenho e um shortinho de lycra sem calcinha e fui pro quintal, ao começar a tomar banho comecei a encher a mão e jogar no cavalo que estava pelando naquele sol, gosto muito de bichos e estava com pena do bicho ali naquele sol que enchi um balde e comecei a molhar o cavalo que logo ficou todo alegrinho abanando o rabo, mas na verdade toda hora eu olhava pra baixo dele pra ver se estava saindo a pica descomunal, mas estava totalmente recolhida , eu mesmo assim continuei a molhar, mas cavalo fede e subiu um cheiro por ele estar sujo e só molhar, corri lá dentro de casa e peguei um frasco de xampu coloquei um pouco no balde e molhei ele e com a mão fui esfregando o pelo dele e ele ali parado só abanando o rabo, às vezes virava a cabeça pro lado mas ficou ali parado e eu lavando só por cima dele e resolvi dar um banho completo, e logo veio na cabeça a pica dele de novo e olhei. Ele já estava com a cabeça que parecia um cogumelo gigante pra fora querendo sair mais. Fiquei nervosa, mas tinha que tirar o xampu, a maldade veio logo na cabeça fui ao portão e desamarrei a cordinha, pois a fechadura quebrou e só abre se puxar uma cordinha amarrada ao trinco meu muro é alto e não da pra pular e ninguém ver nada do que poderia acontecer. Voltei e corri pro cavalo comecei a jogar mais água nele e a passar o xampu nele todo até chegar à parte de baixo na barriga e esfregando, nisso ele começa a colocar o pau pra fora e crescer pra baixo e eu continuei a esfregar a barriga dele e olhando o pau dele crescer foram me dando uns calafrios, meti a mão na boceta por cima do shortinho e tava quente, pegando fogo, fiquei com minha cabeça a mil, sem saber o que fazer. Abaixei do lado do cavalo olhei em volta e tomei coragem toquei na pica e fui fazendo como se estivesse lavando sem maldade joguei xampu e fazendo movimentos pra cima e pra baixo segurando. Minha mão nem envolvia o cacete de tão grosso, até que ele fica super rígido me assustei, pois o cavalo ficou inquieto e a pica começou a dar umas batidas na barriga. Batia e descia de tão dura que estava, mas eu queria mais, segurei a pica dele e comecei a punhetar com força. Larguei o balde de xampu, desamarrei ele da arvore e puxei ele pra debaixo da parte coberta, onde meu pai guarda o carro. Não da pra ver nada dos lados só tem a entrada e tem um toldo na entrada pra quando chove não molhar o carro. Puxei o cavalo pra dentro e baixei o toldo por completo. Só daria pra ver alguma coisa se alguém chegasse e olhasse por baixo, agora estava segura, minha ansiedade era muita eu tremia não sei se era por medo de alguém me pegar fazendo aquilo ou de excitação! Amarrei-o na coluna e fui pra debaixo dele, a pica tinha voltado pra dentro da capa, mas peguei nas bolas dele pareciam dois abacates e pesados. Logo ele foi botando a pica pra fora, nessa hora que começou a crescer tomei coragem e abocanhei o cogumelo que foi crescendo na minha boca e eu tive que chegar pra trás, pois já estava a pica dele, em segundos, novamente dura igual um taco de basebol, comecei a lamber e saía um meladinho doce da ponta e eu lambendo. Adoro chupar e lambia tudo até em cima. Ia passando a língua por todo o cacete batia com ele na minha cara enfiei a mão por dentro do short e tava toda melada fiquei de pé e tirei o short passei a mão na minha boceta e coloquei pro cavalo cheirar, mas acho que meu cheiro não é igual à de uma égua, pois ele não reagiu diferente, mas a pica ainda estava duríssima virei de costas abri as pernas e encostei a pica do cavalo na minha xota que é raspadinha sem nenhum pelo. Estava ensopada e escorria meu melado pelas pernas e eu esfregando o cogumelo no meu grelo e esfregando até gozar. Pensei até em empurrar. Tentei, mas era muito grande pra entrar, eu estava louca e o cavalo às vezes dava umas entocadas pra frente como se quisesse meter em mim. Fui tomando mais coragem e como minha xota é bem grande, resolvi que tinha que empurrar um pouco daquela pica na minha boceta, corri até lá na frente, pelada mesmo, e peguei duas caixas de cervejas vazias pra eu ficar da altura da pica do cavalinho. Fui dentro de casa e peguei um tapete pra não me machucar ou ficar marcada, corri no quarto e peguei um pote de creme de cabelo e voltei coloquei as caixas embaixo do cavalo e forrei com o tapete, ele ali parado com a pica, agora um pouco mole, mas pra fora e enorme. Chupei mais um pouco apertei e começou a ficar durona de novo, me enfiei em baixo deitei e lambuzei minha xota toda com o creme de cabelo e passei, também, na pica do cavalo. Abri bem as pernas, parecia que eu ia ter um neném apontei na entrada e comecei eu mesma a colocar pra dentro. Foi difícil de entrar a cabeça empurrei com raiva até entrar a cabeça. Minha boceta, aos poucos, foi dilatando e aceitando a cabeça e eu colocava mais um pouco pra dentro, e puxava e enfiava e puxava. Ele parado, sem fazer os movimentos de vai e vem e eu querendo que ele fizesse, eu queria que ele socasse a pica em mim, me fodesse e nada! Eu empurrava e tirava. Agora a cabeça saía toda e eu empurrava pica adentro, até a pica ficar super dura ele deu uma entocada. Tive que segurar com as duas mãos a pica dele, pois quase entrou tudo me machucando, nem sei como não cai da caixa me desequilibrei e por instinto soltei as mãos da pica pra me segurar. Apoiei-me segurando na pilastra que estava do lado e o cavalo deu mais uma entocada. Quase foi a pica toda! Se tivesse mais espaço pra dentro, entrava, pois foi uma entocada forte e bateu no meu útero! Fiquei com medo até de me arrebentar, saí de cima da caixa correndo, me abaixei cheia de dor e com a boceta arrombada. Coloquei os dedos e fui colocando. Entrou quase minha mão que é pequena, fechada é menor que a cabeça da pica do cavalo, só não entrou, pois na hora que a pica sai a boceta vai voltando se fechando, resolvi ficar em outra posição deitei de barriga na caixa abri bem as pernas e com uma mão eu ia enfiando o pau do meu cavalinho em mim e a outra eu segurava na pilastra pra não cair, foi ai que ele deu umas estocadas e a caixa chegou a ir pra frente e encheu meu útero de leite e o pau foi ficando mole rapidamente dentro de mim. Saí de cima da caixa correndo e comecei a lamber a pica dele que ia ficando mole coloquei na boca e fiquei toda melada era uma porra grossa, mas branquinha parecia um mingau e escorria pelas minhas pernas eu meti a mão na boceta e colhi mais porra, encheu minha mão e levei até a boca, bebendo o leite do cavalo. Quando me dei conta do que tinha feito, estava descontrolada corri ainda toda melada levantei o toldo puxei o cavalo e amarrei de volta onde estava, arrumei tudo e limpando o chão todo melado, sentei embaixo do chuveirão e deixei a água cair sobre a minha xota que estava em brasas, escorrendo porra e dolorida pelas entocadas que tinha levado. Limpei-me e deixei tudo como estava antes, entrei e coloquei um short bem larguinho sem calcinha e um top e deitei no ar condicionado de pernas abertas pra me refrescar, logo se passaram meia hora e meus pais chegaram perguntando se o cara tinha ido limpar o quintal e eu respondi que meu irmão nem tinha ido chamá-lo e que achava melhor deixar o cavalo comendo o mato de novo, de sábado pra domingo, mas meu pai logo falou que tínhamos que sair domingo para comprar roupas de natal e ano novo, essas coisas! Sei que vou ficar sozinha de novo, pois como toda adolescente eu já comprei as minhas e vou simular a visita de alguma amiga aqui em casa para não ir e aproveitar mais o cavalinho aqui em casa !

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,48 de 29 votos)

#
Comente e avalie para incentivar o autor

30 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Andre.conceicao1978gmail. ID:g3iqsmkhj

    Adorei

  • Responder Elton ID:830y3wrm99

    Gostaria de chupar uma buceta cheia de porra de cavalo

  • Responder Valdinei ID:bf9dsxtbm0

    Gostei muito do seu conto sou doida pra fazer com cachorrro

    • Casado ID:7xbyt7wtm4

      Delicia queria esse pau na minha boca

  • Responder Janete Souza ID:muj1ntd9i

    Delícia Muito bom

  • Responder enedino jose souza santos ID:1cmawbzl6pad

    min chao enedino tenho 68 anos sou mulato e sou liberal gostei muito do seu relato verdade siga sua intuisao eu nao a conheço mais dar pra sentir que voçe e maravilhosa e gordinha seja fezil amei voçe beijos thau

    • Senna ID:1se5kpzj

      Gostei mas queria eu ter metido em você

  • Responder Diego e Maria ID:8kqvk7xyhl

    67984376217 iniciando no mundo zoo

    • J.b.s. ID:funxuvl41

      Cavalo de carroça não tem muita tesão por causa das chicotadas que leva no saco ( escrotos)muitos cavalos ficam com o sacos enormes

  • Responder Rola dura ID:40vor4itb09

    Kkkkkk pegar leve? Entrou o pau do cavalo inteiro e quer que os machos pega leve. .kkkkkkk

    • enedino jose souza santos ID:1cmawbzl6pad

      min chao enedino tenho 68 anos sou mulato e sou liberal gostei muito do seu relato verdade siga sua intuisao eu nao a conheço mais dar pra sentir que voçe e maravilhosa e gordinha seja fezil amei voçe beijos thau

  • Responder Fabio ID:e9q2i8d9d

    Hum que delicia de conto gozei muito zap 27 992241962

  • Responder Anônimo ID:7fmebtx49j

    Bati uma punheta boa agora

  • Responder aninimo ID:hecya6w8l

    Gosto de mulher coroa
    Q fode muito

  • Responder dsdfdfds ID:hecya6w8j

    44 97061510

  • Responder Anônimo ID:hecya6w8l

    obs só add quem me chamar

  • Responder Fuzileiro47 ID:hecya6w8i

    ô!, Aline, para de mamar pica de cavalo, mama meu pau!.
    01110000 01110010 01100001 00100000 01110001 01110101 01100101 00100000 01110100 01110101 00100000 01110001 01110101 01100101 01110010 00100000 01101101 01100101 01110101 00100000 01100011 01101111 01101110 01110100 01100001 01110100 01101111 00100000 01100101 00100000 01110010 01110011 01110010 01110011 01110010 01110011

    • dsdfdfds ID:hecya6w8j

      44 97061510

  • Responder IVONNE ID:8ds77kjqrd

    POE MENTIRA NISSO…
    ESSAS CARNIÇAS.. SE É FANTASIA TUDO BEM,, MAIS PRA QUE ENXAGERO.. CARALHO

  • Responder EUA ID:fygmlbl43

    LETICIA E UMA FARSA NÃO EXISTE…

    • CARLOS ID:17hy80zearvh

      OLA

  • Responder Anônimo ID:8p6h53h8rd

    Esse contato da Letícia é fake

  • Responder er ID:hecya6w8j

    vc faz zoo leticia

  • Responder Anônimo ID:hecya6w8j

    vc faz zoo leticia?

    • Major ID:19p2s5xi9

      Viva a imaginação!…

  • Responder anonimo ID:hecya6w8k

    muito bem escrito,enredo e lógica sensacionais com particularidades e minúcias de uma experiência reail

  • Responder leozinho ID:hecya6w8j

    Chama lah meninas 15 anos aki 19 cm de piroca ja troca de fotos chama zap 66 84020984

  • Responder Anônimo ID:8p6h53h8rc

    Deixa seu whatsapp

    • Nando ID:e9q2i8d9d

      81 985693908

  • Responder clayton maciel ID:fygmlbkv1

    Legal o conto meu zap p novinhas 91080360475 moro em belem tenho 33 anos.