Por amor minha esposa me transformei em um corno manso bi

Meu nome fictício é Dê, tenho 48 anos sou casado há 25 anos com Aninha nome fictício, Aninha é uma mulher maravilhosa, deliciosa, amável, companheira e fiel. Eu até então, era o único homem com quem ela tinha transado, pois nossa história de amor é muito forte e já dura 30 anos, onde tudo o que fazemos é juntos e aprendemos tudo de sexo e o prazer um com o outro e não temos segredo em nosso casamento… essa é uma história real e com muitos detalhes gostosos e picantes.
A Aninha tem 1,65 de altura, 60 quilos bem distribuídos em um corpo maravilhoso e que agora para mantermos a boa forma e saúde estamos malhando com frequência na academia. Seus cabelos loiros são compridos, suas coxas deliciosas, bundinha durinha, redondinha e arrebitada, seus seios são cheinhos sem exagero, redondos e empinados, seus biquinhos quando excitados ficam tão durinhos que parecem querer furar a blusa e com algumas sardinhas na pele que os tornam mais suculentos.
Temos um filho e por isso devemos tomar um certo cuidado com nossas fantasias e desejos. Gostamos muito de sexo e abusamos de nossa criatividade na cama sempre regada de muitas fantasias. Aninha é uma mulher que vem de uma família religiosa de muitos tabus e credos, por isso a dificuldade muito grande de abrir nosso relacionamento e torná-lo uma casamento aberto e a de conseguir realizar nossas fantasias.
Bem nossa história de sacanagem começou comigo… sou uma pessoa que sempre gostou de mulheres, e desde criança isso me fascinava, com 14 anos tive minha primeira experiência com sexo, mas não foi como eu imaginava e o destino me pregou uma peça, essa experiência foi logo com meu irmão que tinha 18 anos, ele me ensinou que antes de começar a comer eu teria de dar para ele para aprender …… e foi o que aconteceu, ele passou a me comer todos os dias em todas as posições possíveis, no começo era uma dorzinha muito gostosa e depois só prazer, e com isso me viciei em dar para esse homem, ficando por 2 anos, até um dia que ele começou a namorar uma garota e foi o fim dessas sacanagem deliciosa que eu aprendi a adorar, e depois dele tive mais dois homens que chegou a me comer, e até hoje me traz boas lembrança e desejos, mas depois desse momento conheci a Aninha, uma menina de 15 aninhos que hoje é minha mulher…. essa mulher que eu amo muito.
Eu fui o primeiro namorado dela e o único homem até hoje……No começo de nosso namoro eu era um cara muito ciumento… e não gostava que ela tivesse amigos e nem de usar roupas transparente e apertadas…. pois meu ciúmes não deixava, e com isso começamos a sofrer com essa minha ignorância, até que um dia ela não aguentou mais e demos um tempo de uma semana, mas nosso amor falou mais alto e voltamos a namorar e depois disso fiz uma promessa para mim, e que nunca mais iria ter esse ciúmes doentio, eu posso dizer que esse ciúmes se reverteu e se transformou em desejos estranhos…… onde eu comecei gostar de histórias reais de homens que curtiam ver suas lindas esposas com outros homens e curti muito essa idéia de ser corno, e comecei alimentar esse desejo e aprofundei nesse assunto e não demorou muito meu desejo aumentou tanto que eu não conseguia mais transar com minha esposa sem imaginar um outro homem de verdade a possuí-la…. e com isso me tornar um Corno Bi Manso.
Com tudo isso comecei a incentivá-la a usar roupas transparentes e justas que colava seu lido corpo, e exigir que ela andasse sempre com a tanguinhas entrando naquela linda e deliciosa bunda. No começo ela estranhou mas gostou da idéia e dos incentivos e elogios que ela recebia de todos. E durante o rala e rola ela sempre me falava das pessoas que ficavam comendo com os olhos, eu ficava maluco de tesão e duro como ferro… o próximo passo então foi fechar os olhos dela e pedir para ela imaginar que era um estranho que estivesse ali fodendo ela, e todas as vezes ela gozava de imediato, até que um dia quando estávamos numa pega ação total… ela olhou para mim e disse…. você quer ser corno? Na hora eu gozei, depois disso resolvi abrir o jogo e contar tudo a ela…. que eu adorava ver outros homens a desejando e que eu gostaria muito de vê-la com outro, e já que estava falando tudo mesmo falei também que minha bunda não era mais virgem…. que antes de conhecê-la meu querido irmão me comia direto … ela achou tudo uma loucura e até pensou que eu não a amava mais… mas eu a tranquilizei falando que a amava mais que nunca, e que isso tudo era uma fantasia…. depois de todas essas declarações ficamos alguns dias sem entrar no assunto, mas um certo dia durante as nossas transas ela me pediu para falar como foi que eu comecei a gostar de dar…. contei tudo em detalhe por detalhe… ela ficou louca de tesão e gozou como nunca, e desde então nunca mais transamos na forma convencional, e sempre colocamos em nossas fantasias alguém para comê-la mas depois desconversávamos até que ….. conheci um cara chamado LIPE, isso a 8 anos atrás… através da revista PRIVATE que também era assinante do site SEXLOG.
Comecei a conversar com minha esposa e ela achou que eu estava ficando louco, pois conversar com uma pessoa que não conhecíamos era muito perigoso, ela como sempre estava certa, mas o tesão era maior e com o tempo passei a contar todas nossas fantasias por e-mail ou ligando para nosso amigo LIPE, que logo se interessou por nossos desejos e fantasias…., e depois a noite em casa durante o rala e rola eu contava tudo para minha esposa e curtíamos e sempre gozava muito rápido…. o tempo passou e de tanto insistir depois de tantos anos minha esposa cedeu e aceitou conhecê-lo… foi no mês de outubro de 2015 no aeroporto de Congonhas, foi uma conversa muito rápida e durou apenas uma hora, isso por que a esposa dele iria buscá-lo.
Esse primeiro encontro foi assustador porque foi a primeira vez que iríamos nos expor para um cara desconhecido que nunca tínhamos visto e tudo que sabíamos dele era apenas por e-mail e por celular, embora fosse apenas por uma hora de conversa foi uma experiência muito excitante, pois foi uma mistura do desconhecido, medo, tesão uma loucura, quando fomos embora e chegamos em casa transamos feito loucos…..
Depois desse primeiro encontro conversamos várias vezes por what-zap e algumas vezes ligando até que na quinta feira dia 15 de outubro em uma desses bate papo combinamos de nos encontrar em um lugar seguro onde poderíamos conversar sem nenhuma interferência de forma tranquila, foi quanto eu pedi uma sugestão onde poderia ser…. ele foi curto e grosso vamos nos encontra sábado dia 17 de outubro no motel Colonial Palace, fiquei gelado e sem reação e a única coisa que eu disse foi sim, vamos sim … mas que eu teria de conversar com a Aninha minha esposa e só depois confirmaríamos o horário…. e quando minha esposa chegou do trabalho eu comecei falando da conversa com LIPE e fiquei tremendo de tesão e transamos na hora…. gozamos muito naquela noite… mas no dia seguinte ela quase não consegui trabalhar de medo… tesão e apreensão…. e vendo a situação que minha esposa, ficou pensei em desistir…. eu enviei um recado para o LIPE pelo celular explicando o ocorrido e que retornaria se íamos realmente ou não.
Na sexta-feira minha esposa acordou e ficou quieta sem entrar no assunto, na hora pensei que mais uma vez não iria dar em nada … mas quando ela voltou do trabalho senti que finalmente algo de muito bom iria acontecer pois ela havia combinado com uma amiga do salão de beleza para ela fazer as unhas e que no sábado de manhã ela faria uma depilação íntima… isso foi a minha certeza na noite de sexta para sábado e novamente transamos feito uns loucos, quando nesse momento ela confirmou que iria rolar o encontro com o LIPE, na mesma hora retornei o recado marcando para as 9 horas de sábado.
Já no sábado pela manhã minha esposa correu para a depilação e com isso fiquei em casa aflito com um tesão só…. no entanto a depilação demorou e terminou só as 9 horas fiquei desesperado e mandei um whats para o LIPE avisando do atraso.
Bem depois de alguns contratempos… chegamos no motel as 10 horas e avisamos ao nosso amante que estávamos a espera na suíte 60, e em dez minutos a campainha da nossa suíte toca… era o LIPE, ficamos aflitos ele me cumprimentou com um aperto de mão e um tapinha nas costas e Aninha minha esposa pôs as duas mãos no rosto e disse baixinho é agora? Foi quando ele se aproximou da minha esposa e deu um abraço apertado e ficou olhando direto nos olhos dela e disse … calma eu não mordo e deu uma risada de safado, gelei na hora…. e sentimos que desse momento não teria mais volta, e que essa mulher que era só minha, iria provar um homem de verdade que iria dar para ela prazeres sem igual, transformando essa mulher e uma putinha, dominando-a e a fodendo de todos os jeitos e me transformando em um corninho….
Nosso convidado LIPE, depois de nos cumprimentar, nos disse para ficarmos tranquilos e agisse como se ele não estive ali… pois ele percebeu que estávamos muito nervosos, Nesse momento ele olhou para nós e aconselhou a apagarmos a luz e começássemos a namorar… pois ele iria tomar um banho, assim iríamos entrar no clima de tesão, nesse meio tempo ele já se distanciando e tirando a roupa ficando só de cueca…….
Meio apreensiva Aninha estava sentada na cama tremendo e sentindo um clima que misturava medo, tesão e desejo, eu fiquei em pé olhando para minha esposa e conversando baixinho com ela e pedindo para ela se acalmar… de repente, LIPE retornou de mansinho e ajoelhou na cama e sem que minha esposa percebesse começou a cheirar e morder seu pescoço … ela na hora gemeu, deu um gritinho colocando as duas mãos no rosto e choramingou dizendo que ele a enganou, pois disse que iria tomar banho mas não foi. Na hora a tranquilizou, baixando suas mãos e começou a beijar seu pescoço, suas orelhas e quando chegou na boca deu um beijo sem fim…. suas mãos começaram a percorrer todo o corpo da minha esposa descendo suas mãos até sua linda bunda abrindo e fechando bem de leve e fazendo minha esposa gemer baixinho e entrar em êxtase ficando à mercê daquele homem que a dominava, os carinhos foram aumentando e os beijos ficaram mais devoradores e o resultado foi que as barreiras e tabus começaram a se romper e minha linda e fiel esposa começou a retribuir os carinho de seu macho beijando-o loucamente, alisando e massageando aquele corpo que já a dominava, nesse momento ela olhou rapidamente para mim e me viu ali em pé filmando toda a cena alucinado com tudo o que estava acontecendo e com uma mão e batendo uma deliciosa punheta vendo a cena e curtindo um sonho que estava se realizando… LIPE com um movimento rápido voltou a beijar minha esposa devorando ela com sua boca e começou a sobrepor seu corpo sobre o corpo da minha esposa deixando ela imóvel, tudo isso com muito cuidado …. minha esposa foi relaxando e se entregando para o LIPE que a dominava, nessa altura eu não existia mais nas vistas deles, e o medo e a vergonha se transformou em prazer, o cheiro de sexo no ar já mostrava o que iria acontecer, e eu estava ali presenciando a cena mais linda muito e me tornando definitivamente um corno manso.
A troca de carinho dos dois, o beijo, massagem, tudo muito lindo, então LIPE se pôs no meio da perna da minha esposa e começou a esfregar seu enorme membro ainda na cueca sobre a boceta da minha esposa que também estava de calcinha, nesse momento ele começou a beijar o pescoço descendo em seus peitos e chegando até as suas coxas e de lá começou a chupar a boceta da minha esposa que se contorcia de prazer abrindo sua boa e contraindo a barriguinha, seu corpo inteiro delirava, e em outro movimento rápido os dois começaram a fazer um delicioso “6 9”, onde pude ver com perfeição ele chupando sua boceta e do outro lado, ela chupando seu pau gigantesco …… e depois de uns 10 minutos ela se levantou e virou para mim e exigiu a camisinha, e eu como um corno manso, fui buscar, eu escolhi uma camisinha de sabor de frutas, quando eu olhei para trás, vi minha esposa chupando como um sorvete, aquele enorme cacete, enquanto LIPE olhava com uma cara de safado e com muito tesão para aquela Loura que chupava ele sem parar, ele desceu sua mão até a sua boceta e começou a enfiando seu dedo fundo, fazendo ela gemer com seu pau na boca, aquele homem fez minha esposa delirar e eu ali assistindo tudo e vendo aquela mulher que até aquele dia era só minha e agora ela ali, sendo torturada de tanto prazer por aquele homem… foi uma visão linda sem igual, foi uma mistura de tesão, ciúmes, inveja, um clímax total….
Após tanto delírio dos dois, nosso convidado LIPE colocou a camisinha e se posicionou em cima da minha esposa, endireitou seu cacete na entrada da boceta da minha esposa e soltou seu corpo, fazendo seu pau sumir na sua boceta, fazendo ela gemer, os dois ficaram num movimento frenético, ele entrando e saindo e ao mesmo tempo devorando ela com sua boca, e eu ali como um mero espectador, ora tirando fotos… ora filmando…. ora batendo uma punheta, eu fiquei meio perdido com tudo aquilo, mas mesmo com tanta emoção, fui forte e consegui filmar em todos os ângulos, aquela foda maravilhosa.
Nosso convidado sem tirar seu pau de dentro da minha Loira, puxou seus braços e com muita habilidade a fez sentar sobre ele, que cravava tudo o que ele tinha naquela deliciosa boceta… ela só rebolava fechando os olhos e gemendo como uma puta selvagem eu nunca vi essa mulher assim com tanta vibração, em meio a essa deliciosa foda, minha esposa olhava para vim e falava gemendo que eu agora era um corninho… eu não aguentei e pedi para que ela me chingasse mais e mais e muito mais …. O LIPE disse à minha esposa: Você ainda quer ele? Ela disse: Não. Quem você quer então? Você, você… LIPE meu querido… só você….
Sem parar um segundo e sem dar tempo para minha Loira respirar, LIPE olhou para mim e percebeu que eu só queria ficar olhando e filmando…… e o que ele fez… deitou minha esposa de lado e se posicionou atrás dela… abriu sua perna e atolou seu cacete sem dó… ela até tentou olhar para aquele belo cacete dentro dela mas não conseguiu… e o que minha Loira fez, colocou suas mãos no rosto numa expressão de desespero e de tesão, soltou seu corpo e deixou nosso convidado continuar a dominá-la e ficar bombando aquele cacete que teimava em entrar e sair de dentro dela e eu ali do lado vendo tudo… minha Loira então me viu ali do lado dela e esticou a mão e conseguiu pegar meu pau e tentou com muito esforço e quase sem forças bater uma punheta para mim, enquanto o nosso amante a fodia mais e mais… totalmente sem força ela largou meu pau e ficou imóvel e entregue, enquanto LIPE continuava fodendo de todos os jeitos….
Comecei então a dar umas dicas para nosso convidado de como ela gosta de gozar … onde eu insistia e dizer…. LIPE fode ela bem rápido e coloque sua mão na boceta dela e a massageia, ela adora, nesse momento ela não aguentou mais e gozou feito uma puta no cio no pau dele e começou a dizer repetindo que agora ela só quer dar para ele e que ela pertencia a ele …..
Depois de muita foda, onde nosso convidado a comeu de todas as formas, finalmente ele gozou, mordendo o travesseiro, de tanto prazer … se jogou no outro lado da cama e relaxou, em seguida tirou a camisinha e foi tomar um banho e eu fiz questão que minha esposa ficasse junto com ele tomando banho, os dois ficaram conversando sobre muitos assuntos na ducha e eu ali na cama ouvindo e olhando tudo de longe e alisando meu pau.
Após o banho, nosso convidado teve que se trocar e ir embora pois ele tinha que resolver alguns problemas …. Quando ele saiu, ficamos ainda uns 30 minutos conversando, minha esposa ficou curiosa e começou a ver as fotos e o filme, e enquanto ela via, eu comecei a chupar e comer aquela boceta toda abertinha e esfolada que seu amante a deixou, confesso que foi uma experiência sem igual.
Agora estamos em contato com nosso amante LIPE para uma nova experiência… como ele sabe que minha esposa ainda é virgem na bundinha, ele já deu sinal que quer quebrar o cabacinho dela, resta saber se ela vai aguentar tudo aquilo … mas isso vai ser uma outra história que ainda vamos realizar…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)
Loading...