,

Papai Tirou minha virgindade

01-11-15 7 ★ 4.00

Olá….me chamo nathalya(nome ficticio claro) isso aconteceu quando eu tinha 16 anos, era próximo ao natal, minha mãe e meu pai estavam decidindo para onde iriamos passar naquele ano o natal, depois de discutirem chegaram no consenso que iriamos para a casa da minha avó que mora em florianopolis, mais tinha um porém, eu tinha ficado de prova final no colégio e não tinha como ir dia 10 de dezembro e meu pai aproveitando tinha que resolver assunto do trabalho dele para poder ir, resolveu ficar e me esperar, então como meus outros irmãos já estavam de férias resolveram ir com minha mãe, meu pai e eu ficamos para ir depois de carro no dia 20, nossa rotina não mudou eu ficava estudando meu pai ia trabalhar, até que chegou o dia de irmos meu pai fez revisão no carro eu arrumei a mala e pegamos a estrada a viagem era um pouco longa um dia e meio, saímos de casa aproximadamente 12:00 hs da tarde, pegamos a estrada quando andamos uns 300 km já o tempo começou a ficar feio, fechado parecia que o mundo iria cair, continuamos assim mesmo, quando começou a chover muito a estrada estava escorregadia, não se exergava muito, papai então então resolveu parar em um lugar seguro para continuar a viagem, paramos em uma pastelaria, comemos um pastel e tomamos caldo de cana, e ficamos conversando coisas da vida, quando resolveu parar de chover estava escuro e meu pai não queria continuar a viagem então resolvemos parar em um motel de estrada para podermos dormir um pouco e descansar ,o motel era simples e só tinha uma cama, eu nunca tinha entrado em um motel antes achei um ambiente pesado e perturbador mas não tinha outro lugar perto ficamos, papai ligou a tv e estava no canal de porno, ele tratou logo de mudar de canal olhou pra mim e sorriu, eu fiquei super constrangida, então disse que ia tomar banho, ele tirou a camisa e pegou uma cerveja no frigobar, eu peguei uma roupa na mala e fui tomar banho só que o banheiro era de vidro e quem estava no quarto via quem estava banhando, então com vergonha de falar para meu pai não olhar fiquei quieta e disse que ia tomar banho, entrei no banheiro que não tinha nem porta, balanciei a água e entrei, começei a banhar e notei que meu pai dava uns olhadinha enquanto tomava banho, eu que sou loira, olhos verdes,1,71 de altura bumbum redondinho peitinho durinho chamava atenção, lavei a cabeça o vidro começou a embaçar ele já nao via nada terminei meu banho tranquila, me enxuguei vesti minha roupa de dormir e meu pai vendo jornal, começamos a conversar sobre o noticiário, discutir nosso ponto de vista, meu pai falou pega uma cerveja ai e me faz companhia peguei a cerveja e tomei, como so tinha umas 4 latinhas acabou rapido, papai como bebe bastante ligou na recepção e pediu mais umas 15 latinhas, bebemos e conversamos , até que ele falou que ia tomar banho, pegou sua roupa no carro e foi banhar como ele ja tinha bebido algumas, achei que ele ia tomar banho de cueca mais ele ficou nu, quando vi aquele homem de 1,90 de altura, branco olhos verdes, pouco peludo, e com um pinto enorme entre as pernas, me deu uma tremedeira um gelo fiquei branca, nunca tinha visto um pau de perto ainda mais daquele tamanho e ainda do meu pai, tentava desvincular o olhar dele tomando banho, comecei a ficar excitada e me perguntava senhor tira esses pensamentos de mim, ele terminou seu banho se vestiu de deitou na cama, ai como no motel tinha aquelas bancadas com penis de borracha pra vender e lubrificante, perguntei pai será que existe um pau desse tamanho?, meu pai riu e falou: – claro que existe ainda ate maior e mais grosso, logo eu respondi com indignação: – credo!, disse que iria dormir porque estava com sono, meu pai disse que também ia virei de costa pra ele pra ir dormir, no meio da noite eu joguei minha perna em cima dele, pois estava acostumada a dormir sozinha e percebi algo duro, constrangida me virei na mesma posição que dormi, logo ele me abraçou de conchinha, com bafo de cana, ai eu fiquei tentada, encostei minha bunda pra sentir se estava duro, e constatei que estava como quem não queria nada fiquei roçando a minha bunda, acho que ele acordou nesse instante, disfarçando também colocou a mão dele no pé da minha barriga, e foi descendo de vagar eu estava com tesao já, e acabei deixando, ai logo ele virou de barriga pra cima e como estava bom, e eu queria continuar, joguei minha perna sobre ele, e minha mão na barriga dele, o negocio estava latejando ja, fui descendo com a mão ate encostar ele se mexeu e eu parei, estava louca pra poder pegar, deitei de lado novamente, em seguida ele me encochou e apertou contra aquele volume, senti algo duro igual pedra, ele foi e colou a mão por cima do meu baby dool, ai foi colocando a mão dentro do meu baby dool e minha calcinha, eu deixei estava molhada ja, ele fingindo que estava dormindo começou a mexer com o dedo, fui ficando molhada quando ele , pegou minha mao e colou no seu pau, peguei naquela coisa grossa que minha mae nao fechava e dura, ambos viramos de barriga pra cima e ficamos nos tocando, ele começou a suspirar forte e subiu em cima de mim, beijou meu pescoço e minha boca, começei a suspirar ele deitou novamente e falou pra que eu o chupasse, ele tirou o short e eu minha roupa de dormir estavamos os dois nu, eu o chupei muito ele gemia muito e falava que eu chupava muito bem, claro que aquilo nao cabia tudo na minha boca, logo ele me deitou e começou a me chupar, e me perguntou se eu estava pronta pra aquilo ou queria parar, eu falei que estava pronta mais que nao aguentava ele, ele falou que com calma entrava ascendeu a luz, vi aquele pau imenso grosso grande, branquinho, abriu um lubrificando colocou uma toalha em baixo de mim, passou em seu penis e na minha vagina, estava com minha perna tremendo, ele colou a cabeça ja pedi pra parar, ele tirou e falou que ia colocar tudo pq eu sentiria uma unica dor, foi quando ele foi colocando com cautela, mais era muito grosso eu tinha que abrir bem meus labios vaginais, ate que ele forçou e entrou comecei a chorar por que doia muito, ele subiu em cima e colocou tudo e eu tentava tirar ele de cima de mim, mais nao saia ate que começou a anestesiar a dor e eu senti tesão, ele nao cansava ficamos uns 40 min com ele metendo forte em mim eu gemia alto, gritava quando mais eu gritava mais fundo e forte ele socava, ate que gozou e deitou de lado, quando levantei a toalha estava ensopada de sangue, ele me perguntou se ele tinha me machucado, eu falei que estava ardendo muito, me pediu pra tomar banho, eu tomei me lavei e deitei ele perguntou se machucou eu falei que nao sabia, estava doendo muito meu pé da barriga e minha vagina estava dolorida e vermelha, ai ele falou agora dorme se nao melhorar passamos no medico amanha, eu falei tudo bem, dormimos acordamos umas 10:00hs da manhã ele com pau duro perguntou se eu aguentava outra eu estava com vontade falei que sim e começamos tudo de novo, ate hoje transamos e nao quero saber de namorado nenhum quero apenas ele.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 1 votos)
Loading...

,

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. Não interessa😎

    Isoo e uma falta de vergonha na cara …porra ele é seu pai vc deve respeitar e amar ele não f,”# com ele …. Vá toma vergonha na cara nojenta

  2. paizinho liberal

    Delicia de conto tenho 3 filhas bem gostozinhas meu sonho é tirar a virgindade delas e ve outros machos com elas também

  3. cachorrao

    Mandar seu Whatsap ai .novinhas o meu é 8598552-5031

  4. mauro leite

    Queria ter um cabacinho dese vei da pro papai vem

    • paizinho liberal

      Vem tirar o cabacinho das minhas filhinhas

  5. Paulo

    Filhinhas vem pro papai… 119775-1451

  6. Kael

    Manda seu whats ai novinha ?Gostei do conto