Fomos estuprados numa praia deserta

Bem o que vou relatar para vocês aconteceu comigo, agora no final do ano de 2014, sou casado minha esposa uma loira muito bonita, gostosa, 1.65, 72 quilos, umas pernas grossas, uma bunda carnuda rebitada, bem provocante mesmo, estávamos de ferias resolvemos passar o dia numa praia onde para chegar tem que ir de barco, o barqueiro leva marca a hora de buscar de volta, levamos coisas para comer e beber, nesta praia tem uma bica de água potável, água doce que da para tomar um banho também, como era dia de semana era uma quarta feira não havia ninguém ficamos só nos dois, ela de biquine, tomando sol, ela e loira mais bem bronzeada e adora a marquinha do biquine, estava um dia maravilhoso, a gente as vezes entrava no mato no caminho da bica e acabava transando nossa maravilhoso.
Fomos ate a bica, quando voltamos deparamos com um barco ancorado na praia, pensamos deve ter chegado gente, sem muita preocupação pois já havíamos estado ali outras vezes e é de costume chegar barcos, só que desta vez fomos surpreendidos por três homens dois morenos e um negro, o negro fortão tipo academias musculoso, que armados nos rendeu, ficamos apavorados, eu disse a eles que não tinhas dinheiro, e nem nada de valor, minha esposa só de biquine, eles responderam não queremos roubar não, não somos ladrão, se vocês colaborarem ninguém vai se machucar, não queremos machucar ninguém, eu então perguntei e o que vocês querem com a gente, eles responderam só queremos meter nesta loira gostosa, eu tentei dar uma de macho mais foi em vão, minha esposa então disse amor deixa quieto, e melhor fazer o que eles querem e a gente sair daqui com vida.
Ai um deles disse isto loira seja inteligente e vamos tratar de ficar todos pelados e mandaram minha esposa tirar o biquine, ela ficou peladinha, eu tirei a sunga, modesta parte eu também tenho um corpo bem definido um bunda durinha carnuda lisinha umas pernas bonitas só o que estraga e o meu pinto que é pequeno tem 14 cm, e devido o medo estava todo encolhido, quando eles tiraram a roupa nossa eram bem servidos de ferramenta, mais o negro nossa tinha uma geba muito grossa e grande, os outros dois tinha grossa mais uns 17 18 cm, mais o negro deveria ter uns 22 cm e muito grossa, logo começaram a sarrar minha esposa um abraçou ela pela frente o outro por trás fizeram um sanduíche com ela chupando ela todinha um chupava a boceta o outro chupava o cu dela, nossa ela gemia muito, um deles foi beijar ela ela quis sair fora ele xingou ela de puta, e disse abre esta boca quero chupar a sua linguá ela tentou não deixar mais ele disse quer que eu machuque este lindo rostinho quer então ela acabou se entregando, e ele beijava ela na boca, eu estava doido de raiva vendo minha esposa sendo currada e não poder fazer nada, nem meu pau ficava duro, também estava nervoso com medo, mais a coisa começou a mudar notei que minha esposa estava gostando da situação, e gemia de prazer, foi quando um deles começou a penetrar nela, nossa ela gemia levantava as pernas para que a rola entrasse mais o cara virou ela fazendo ela cavalgar sobre a rola dele e o outro começou a foder o cu dela, nossa ela gemia reclamava vai de vagar esta doendo, e o cara socou tudo dentro os dois dentro dela, eu percebi que o negro só observava se masturbando, nossa a rola dele era grossa aquela rola preta cheia de nervos, eu sentado num tronco de arvore só olhando também, com muito ciúmes mais acabei ficando exitado com tesão, o negrão veio para o meu lado e mandou eu chupar sua rola, relutei um pouco mais não teve jeito tive que abocanhar aquele mastro e chupar e o pior na frente da minha esposa, os dois gozaram o negrão me largou e com a rola super dura foi meter na minha esposa, de mamãe e papai ele deitou sobre ela e foi empurrando aquela rola todinha na boceta dela, foi ate o saco, ela com as pernas abertas e transada na cintura dele ele socava forte, e ainda beijava ela na boca e ela numa boa aceitando tudo e gozava que nem louca, o negrão pediu para comer o cu dela ela de boa aceitou ele virou ela e devagarinho e foi colocando tudo foi ate o saco, nossa eu acabei gozando, e o pior que os outros dois fizeram eu chupar a rola deles toda melada de porra e um deles acabou ate gozando de novo na minha boca, o negrão gozou no cu dela ela rebolava o cu, que nem louca e acabou gozando também com a rola dele toda atolada no cu, eu já estava em transe gozei umas duas vezes a raiva acabou virando tesão, assim que o negrão fodeu ele foram embora.
Nós ainda tivemos de ficar ali, pois tínhamos que esperar o barqueiro chegar, fomos tomar um banho na bica, a principio o clima ficou pesado não comentávamos nada um com o outro, ate que ela se lavando disse que estava toda dolorida, eu então respondi também você se abriu toda para o negrão, ele socou aquela rola todinha ai dentro ate o cu você deu para ele, ela me respondeu foi uma necessidade, mais para falar a verdade o negrão mete muito mesmo, nossa foi o melhor, falando a verdade eu adorei foder com ele, nunca gozei tão gostoso, e ela falou e pensa que eu não vi você também chupando a rola dele com vontade e as dos outros dois melada de porra, também percebi que gostou, eu não respondi nada fiquei na minha mais na verdade gostei mesmo, e adorei ver ela metendo com outros caras, e nestas conversas eu comecei a chupar a boceta dela que ainda mantinha o cheiro de porra ou ate mesmo a porra deles , como um deles havia gozado na minha boca eu não estava me importando queria mesmo era chupar aquela boceta ficamos com medo mais ao mesmo tempo nos deu prazer e mudou nossa cabeça agora sinto prazer em ver ela dando para outro e ate adoro chupar uma rola melada e a boceta dela melada de porra de outro homem, e uma coisa de louco.
Depois quasse na hora de ir embora ela me falou que o negrão falou a ela que iria esperar nos no pontão da barca de volta sozinho para a gente conversar, ela me perguntou se eu iria denuncia-lo, chamar a polícia, eu respondi que não iriamos passar vergonha contar que eles meteram em você, eu perguntei porque ela me respondeu que gostaria de foder com ele de novo mais numa cama, se eu toparia, depois de tudo que havia acontecido acabei aceitando, e aconteceu mesmo, ele estava lá sozinho meio com medo veio pediu desculpas, pelo ocorrido mas completou que adorou nós dois e que gostaria de fazer uma amizade e comer ela de novo, e minha esposa acabou querendo meter com ele então marcamos mais anoite e fomos a um motel, mais esta e outra historia que conto numa próxima oportunidade, espero que tenham gostado e uma historia verídica.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...