Casada, mas muito carente!

Olá,pessoal!Este é meu primeiro conto. Sou Claudia(fictício),44anos professora de escola técnica, casada com Helio,52anos, é advogado, porém sem OAB trabalha para um escritório. Temos duas filhas…uma breve apresentação física:loira não natural,baixinha, corpo em forma pois faço malhação(estilo violão). Bom com o passar dos anos fui me afastando de meu marido, ele também não fez esforço para me ter, então comecei a me interessar por outros homens… Certo dia Helio ia me levar para o trabalho mas antes tinha que parar na mecânica que era no caminho da escola. Ao chegarmos ele se dirigiu até um mecânico e vieram em direção do carro eu havia permanecido dentro do carro e não saí dele, o mecânico não era bonito,mas era alto e pouco gordinho . Helio abriu o capô e volto a conversar com o mecânico, ele pediu para o Helio deixar o carro no fim do dia que no outro dia de manhã bem cedinho estaria pronto. Então fomos embora para nossos empregos.já no almoço Helio me disse que eu iria ficar com o carro e era pra leva-lo na mecânica no fim da tarde,pois iria há uma audiência e não tinha hora pra terminar. Tudo certo disse pra ele, que teria aula só até às 16h, por volta das 17hs fui até a mecânica procurei pelo mecânico que havia conversado com Helio,então avistei-o e fui em sua direção , eu estava vestida bem básica calça social,blazer e salto médio. me atendeu e me acompanhou(chamado Marcus) até a saída ,ao se despedir me perguntou se eu iviria busca-lo?Disse que não sabia, e perguntei o por que? O safado falou se fosse eu teria desconto… e deu uma risadinha, me fiz de desentendida e disse que iria depender do meu marido! Em casa durante a janta, Helio com a cara no livro nem jantou lhe falei que havia deixado o auto na mecânica ,ele me disse que não poderia ir pois teria nova audiência na segunda e tinha que estudar muito!!! Tadinho…. bem na manhã de sábado tomei um banho e mil fantasia… coloquei uma calcinha fio dental preta, calça jeans bem colada pra valorizar minhas coxas e gluteos,uma blusinha preta soltinha com scarpin … Durante o café Helio nem me notou e me deu o dinheiro para pagar o conserto… chegando na oficina sem movimento, fui até a entrada e veio um rapaz joven e perguntei pelo Marcus ele me levou até lá, Marcus viu que estava sozinha, dispensou o rapaz e disse para ele ir comprar peça para o estoque… safado, planejou tudo isso. então me mostrou que fez no carro, que iria ficar muito bom,blá, blá… nisso suas mãos escorregavam pelas minhas costas, eu deixei e me excitava até que foi mais atrevido e passou a mão na minha bunda gelei.. minha xoxota umideceu na hora… mas resolvi ver e me posicionei para ele me encoxar e não deu outra me encoxou de leve e vendo que não me esquivei, me puxou pela cintura e com pau duro foi roçando na minha bunda, e me beijou na nuca e orelha,me disse que era linda e muito atraente para aquele corno ,isso levou minha xoxota a espasmo e toda em sopada. me virou me deu um beijo longo e mordeu meus lábios, com um tapinha no rosto me chamou de madame e putinha . me abaixou para fazer um boquete abriu o macacão e tirou seu pau tamanho normal,mas era grosso tive que abrir bem aboca, quando já estava acostumando ele me forçar pelos cabelos e diz “madame tu tem boca de veludo”,cadela ta carente, né puta! balancei a cabeça com sim.. ele me virou de costas e me apoiou no carro em pé abaixou minha calça e arrancou minha calcinha me machucando um pouco , mas logo passou a dor e ele meteu sem dor na minha bucetinha, me dava tapas nos dois lados da minha bunda ficando toda vermelhas e meu tesão por ele ia aumentando,me vira de frente para ele e arrancar uma perna das calças de mim e eleva minha perna mete de novo com muita força e me beija e morder meu pescoço, e eu disse pra nao deixar marcas, ele madame vadia tem que ficar marcada por todo corpo, vagaba.. aaaaaiiiiii que odio ,mas tava gostaando de ser dominada por ele.. pedi para Marcus pra ficar de 4 ele disse daqui a pouco putinha,e me poisbem apoiada no carro e elevou a outra perna também sentir sua torra me rasgando toda,que locura , delícia k coisa mais boa, só gemia cada vez mais alto e gozando que nem louca ordinária. Marcus enfiou um dedo no meu cuzinho virgem … não aaaiiiii não, por favor Marcus eu nunca fiz isto tu vai me machucar!!! o safado nem deu ouvidos me posicionou de 4 deu uma lambida no meu cuzinho,e cuspiu no pau e me meteu sem dor vi estrela sensação de ter sido rasgada ,ele parou por uns estantes e recomeçou levemente o vai e vem com um dedinho ora dentro da xoxota ora no grelinho,deus quando vi tava rebolando no seu pau e gozando gostoso,e Marcus não parava de me chingar me puxo os cabelos como uma egua, delicia. O safado tirou do meu cuzinho e meteu na bucetinha e num vai e vem mais acelerando e gozou dentro da minha xoxota!!! gelei pois tava no periodo fertil… aaaaiii já me recompondo fui até o banheiro e vi o estrago no meu cuzinho e minha xota melada de porra vá e vá papel higenico. Fui até o Marcus pedi o valor do conserto e ele me disse bem safado “madame pra ti foi de graça desde que venha a cada quinze dias me visitar”fui rebolando até entrar no auto e disse para ele que sábado sim e um não estaria de volta… isso durou um ano depois o filho da puta começou a espalhar que tava me comendo, ai não deu mais vadia só entre quatro paredes,sem meu corninho saber..

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,00 de 1 votos)
Loading...