# #

Aventura Com Minha Putinha

1624 palavras | 0 |5.00

Olá, vou me apresentar, sou de São Paulo, 55 anos, mais ou menos em forma, barriguinha tradicional para a idade, Costumo entrar nas salas de bate-papo e certa vez conheci uma mulher, que mora na Paraíba, e vou chamá-la de Nel, uma delicia, baixinha como eu gosto, corpo delicioso, uma buceta deliciosa e um grelão lindo. Começamos a conversar e nos adicionamos no skype, assim ficou melhor para conversarmos. Claro que nossas conversas eram sobre sexo, falamos muitas sacanagens, até que ela resolveu abrir a cam, e pude vê-la, ela me mostrando a buceta dela e o grelão maravilhoso. Alisava ele, e gozava pra eu ver. Sempre que dava nos encontrávamos, e sempe falando muita sacanagem. Mas ela sumiu, não conseguia mais encontrá-la, mandava mensagens mas não tinha respostas. Resolvi procurá-la no Facebook, e acabei encontrando, add ela e conversamos algumas vezes, ela me contou que estava sem computador, e que não tinha mais skype. Mas novamente ela sumiu, certo dia consegui conversar com ela, então me disse que havia casado, claro que fiquei triste, pois sabia que não teríamos mais nossos papos gostosos. Desejei que fosse feliz e não nos falamos mais. Sempre que eu via o face dela, lembrava das nossas conversas. Resolvi mandar um e-mail pra ela, e para minha surpresa, ela respondeu, disse que estava bem, que havia se separado e que tbm tinha saudades das nossas conversas, que continuava sem skype, mas que poderíamos nos falar pelo zap, então mandou seu cel, eu add e passamos a conversar por lá.
Nossas conversas, claro sempre muito quentes, ela mandando fotos, vídeos, uma delícia, nos falando quase todos os dias,e sempre muita sacanagem, ela dizendo que adoraria que um dia tudo o que imaginamos fosse real, e eu também claro, estava louco pra chupar aquele grelão delicioso.
Passei a imaginar alguma forma de poder conhecer a Nel, até que marcarm férias para mim no trabalho, e vi ali, a possibilidade de conhecer ela.
Comentei com ela que estaria de férias no mes seguinte, e ela mais que depressa, me disse: “Vem pra cá, mes que vem tem festa aqui, é muito bom aí podemos nos conhecer.”
Não perdi tempo, tratei de marcar logo minha passagem para ir conhecê-la. Combinamos tudo e lá fui eu, para conhecer aquela delicia. Marcamos de nos encontrar no aeroporto, e quando desembarquei, lá estava ela, e pesoalmente muito mais bonita, um corpinho lindo, vestida com uma blusa leve, um shorts, deixando amostra a coxas deliciosas.
Nos cumprimentamos, ficamos falando algumas coisas, e eu não pude deixar de observar ela toda, seios pequenos, lindas coxas, e uma bundinha deliciosa .
Como cheguei no começo da noite, e tinha festa na cidade, só passei no hotel, deixei minha mala e seguimos. Era festa junina e muito grande, com show, muito movimentada, ela havia conseguido entradas para o camarote da rádio, e ficamos no melhor lugar para ver os shows. Eu não via a hora de acabar, para poder sair dali e claro, tentar convencê-la a ir comigo pro hotel. Durante o show ficamos conversando, muitas pessoas no camarote, eu só consegui encostar nela, para poder ver o show, sentindo seu corpo colado ao meu, e ela correspondeu pressionando seu corpo no meu, olhando pra mim e sorrindo. Passei a a mão na sua cintura e apertei, sentindo ela tremer. Quando acabou o show, eu disse pra ela que estava um pouco cansado (mentira claro) e que gostaria de voltar por hotel para dencasar. Ela me disse que tudo bem e que me levaria, nos despedimos das pessoas e fomos pro hotel, eu imaginado um modo de fazer ela subir pro quarto comigo. Como o hotel era próximo do local da festa, dava pra ouvir o show. Quando chegamos e disse que não sabia se eu iria conseguir dormir por causa do barulho, no que eu concordei, então perguntei se ela não queria subir, para conversarmos um pouco mais, e ela aceitou sem demoras. Entramos no quarto, tranquei a porta, e sem perder tempo, puxei ela pelo braço e beijei sua boca, ela correspondeu me abraçando e beijando com força, nos agarrando, apertando, beijando seu pescoço, virei ela de costas, abracei, beijando seu pescoço, alisando seus peitinhos, ela empurrando sua bundinha no meu pau, que já estava doendo de tão duro que estava, arranquei sua blusa, e comecei a chupar seus peitinhos, mordendo os bicos durinhos apertando ela toda. Ela gemia arrancando minha camisa, tentando tirar minha calça, ajudei e fiquei só de cueca, ela ficou de joelhos e tirou meu pau da cueca, agarrando, olhou pra mim e disse:
-Nossa é mais bonito do que imaginava, e abocanhou a cabeça, chupando bem gostoso, não resisti e soltei um gemido, que boquinha deliciosa, ela lambia todo, sugava e colocava todo na boca, tirando lambendo o saco, engolindo as bolas. Puxei ela e joquei deitada na cama, arrancando seu shorts, ela usava uma calcinha bem pequena, que já estava molhada, e deixava sua buceta ainda mais deliciosa, mostrando o volume do seu grelão delicioso. Sem perder tempo arranquei a calcinha, deixando à mostra o grelão delicioso. Não resisiti, e metia boca nele, chupando com força, mordendo, passando a ponta da lingua nele e sugando com força. Ela gemia, se contorcia toda, e pedia:
– Chupa, chupa sua putinha safada, meu macho gostoso, que delícia poder sentir essa boca gostosa no meu grelão
– Estava louca pra sentir vc me chupando toda.

Eu chupava com mais força ainda, metendo os dedos na buceta dela, toda lambuzada.

Não demorou, ela começou a gozar na minha boca, gemendo muito e falando:

– Ai meu macho gostoso, chupa, sua putinha tá gozando na sua boca, chupaaa

E gemia, gritava alto, segurou minha cabeça e começou a esfregar a buceta toda lambuzada na minha cara.

– Toma meu macho, sua putinha vai lambuzar toda sua cara

Eu metendo a lingua nela toda,
Isso minha putinha, esfrega no seu macho, goza gostoso pra ele.

Ela virou de 4 e pediu:

– Vem meu macho mete gostos na sua putinha, mete essa pica gostosa na minha buceta

Segurei ela pela cintura, esfreguei meu pau na buceta dela, coloquei a cabeça na entrada da bucetinha dela, toda lambuzada, e empurrei todo meu pau de uma vez.
Ela gritou, tentou sair, mas segurei com força e soquei todo, ela começou a xingar

-Cachorro, puto, vai mete , mete tudo, soca essa pica gostosa na sua putinha, vai safado, mete tudooooooooo

Eu empurrava meu pau, e ela jogava a bundinha pra tras, engolindo todo meu pau.

Tirava e metia com força, fazendo ela gemer, ela olhava pra mim com cara bem puta e pedia:

Mete meu macho, goza na sua putinha safada, goza meu macho gostoso

Não aguentei muito tempo e gozei, enchendo a bucetinha dela de porra, ela gemia e falava:

Ai que deliciaaaaaa, isso meu macho gozaaaaa……….

Caimos os dois na cama e adormecemos.

Acordei pela manhã sentindo a boquinha deliciosa dela chupando meu pau, agarrei ela e troxe pra cima de mim, abraçando e beijando minha putinha safada.

Fomos tomar banho, e começamos a nos esfregar, alisar, meti a mão na buceta dela alisando seu grelão, deixando todo inchado, abaixei, levantei a perna dela e meti a boca nele, sugando, chupando bem gostoso, metendo os dedos na buceta dela, ela gemendo, se segurando pra não cair. Levei ela pra cama, coloquei ela de quatro e comecei a chupar sua bucetinha pro tras, metendo a lingua nela toda, subindo até o cuzinho, deixando ele todo lambuzado, metendo a ponta da lingua nele, ela gemia, gritava, pedia:

-Me fode meu macho, come meu cuzinho, mete nele bem gostoso

Deixei o cuzinho toda lambuzado, esfreguei meu pau na buceta toda lambuzada dela, encostei a cabeça e comecei a meter, bem devagar, até entrar a cabeça, ela gemia, gritava, xingava:

– Isso cachorro, mete, mete no cuzinho da sua putinha, soca, vai mete

Fui empurrando, até seu cuzinho engolir todo meu pau, ela reclamando

– Ai que dor deliciosa

-Quer que eu pare?

-Nãooooooooo……mete meu macho, mete na sua putinha arromba meu cuzinho

Comecei a tirar e meter, devagar, aumentando o ritmo, tirando todo e metendo tudo de uma vez, ela empurrava a bundinha na direção do meu pau e gritava, gemia, rebolando no meu pau.

-Deita meu macho quero sentar nesse pau gostoso

Deitei ela veio e sentou gostoso no meu pau, engolindo todo com o cuzinho, começou a subir e descer, comecei a lisar o grelão delicioso dela. Ela gemia e pedia:

– Isso, alisa o grelão da sua putinha, quero gozar com seu pau no meu cuzinho, deliciaaa

Eu alisando seu grelão, metia os dedos na sua buceta, ela gemia, pulava no meu pau, até que começou a gozar, gritando, gemendo, falando:

– Aiiiiiii que deliciaaaaaaa…..mete, vai, me arromba, arromba o cuzinho da sua putaaaaaaaaa

Ela deitou sobre meu corpo, abraçei ela e meti com mais força no cuzinho dela, gozando gostoso, enchendo ele de porra.

Ficamos ali abraçados, nos beijando, descansando, nos recuperando.

Tomamos um banho, fiz ela gozar na minha boca outra vez, sugando seu grelão, nos trocamos e saímos para ela me mostrar a cidade.

Foram dias deliciosos, que passei ao lado da MINHA PUTINHA SAFADA. Com ela me presenteando com a presença de uma amiga na nossa transa, mas essa é uma outra estória.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 4 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos